Início » Celular » iPhone 12 Pro tem alta demanda em pré-venda da Apple nos EUA

iPhone 12 Pro tem alta demanda em pré-venda da Apple nos EUA

iPhone 12 possui 5G e processador A14; variantes do iPhone 12 Pro de US$ 999 têm entrega disponível apenas para novembro

Felipe Ventura Por

A Apple iniciou nesta sexta-feira (16) a pré-venda do iPhone 12 e iPhone 12 Pro nos EUA: os dois modelos têm processador A14, suporte a 5G, Ceramic Shield na tela e modo noturno em todas as câmeras. Eles custam a partir de US$ 799, mas parece que os clientes estão mais interessados na versão Pro, que começa em US$ 999: algumas variantes só serão entregues em novembro.

iPhone 12 Pro (Imagem: Apple)

iPhone 12 Pro (Imagem: Apple)

Os modelos do iPhone 12 padrão nas cores preto, branco e vermelho podem ser adquiridos agora nos EUA para entrega no dia 23 de outubro; isso vale para as versões de 64 GB, 128 GB e 256 GB.

O iPhone 12 também vem nas cores azul e verde. Aqui, a situação é um pouco diferente: os modelos de 128 GB e 256 GB também serão entregues no dia 23; mas quem quiser 64 GB de armazenamento terá que aguardar de cinco a sete dias úteis.

A espera pode ser ainda mais longa para o iPhone 12 Pro. Os modelos prata 128 GB e dourado 128 GB têm prazo de duas a três semanas, ou seja, com entrega só em novembro. O mesmo vale para o aparelho na nova cor azul em todas as variantes (128 GB, 256 GB e 512 GB).

Vale lembrar que, hoje de manhã, a maioria dos modelos 12 Pro tinha garantia de entrega no dia de lançamento. Agora à tarde, esse é o tempo de espera para cada um, contando a partir da estreia em 23 de outubro:

iPhone 12 Pro 128 GB 256 GB 512 GB
grafite 7 a 10 dias úteis 7 a 10 dias úteis 7 a 10 dias úteis
prata 2 a 3 semanas 5 a 7 dias úteis 5 a 7 dias úteis
dourado 2 a 3 semanas 7 a 10 dias úteis 7 a 10 dias úteis
azul 2 a 3 semanas 2 a 3 semanas 2 a 3 semanas

Quanto custam o iPhone 12 e 12 Pro nos EUA?

Estes são os preços sendo praticados nos EUA:

  • iPhone 12 de 64 GB: US$ 799 na operadora ou US$ 829 desbloqueado
  • iPhone 12 de 128 GB: US$ 849 na operadora ou US$ 879 desbloqueado
  • iPhone 12 de 256 GB: US$ 949 na operadora ou US$ 979 desbloqueado
  • iPhone 12 Pro de 128 GB: US$ 999
  • iPhone 12 Pro de 256 GB: US$ 1.099
  • iPhone 12 Pro de 512 GB: US$ 1.299

A Apple está cobrando US$ 30 a mais se você comprar o iPhone 12 ou 12 Mini desbloqueado. Quem for cliente das operadoras Verizon, AT&T, Sprint ou T-Mobile tem preços menores. Os valores para o iPhone 12 Pro e Pro Max são os mesmos com ou sem desbloqueio.

Vale lembrar que o iPhone 12 Mini e 12 Pro Max entrarão em pré-venda nos EUA só em 6 de novembro. Todos os celulares vendidos pela Apple agora vêm sem carregador e sem fone de ouvido na caixa; a empresa afirma que isto “é o certo a se fazer”.

Ainda não sabemos quanto o iPhone 12 será lançado no Brasil. A Apple não revelou os preços por aqui.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
10 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gabriel Lode (@Gabriel_Lode)

Óbvio lá será um sucesso
Salário mínimo 1.300,00 Dólares
iPhone 12 Pro > 999,00 dólares
10x de 99,00 Dólares
Carregador 19,00 Dólares
Fones de ouvido 19,00 Dólares
Simples o iPhone lá e em outros países não custam caro igual aqui BR.

Schio ☭ (@Sckillfer)

É, e não é que a estratégia da Apple de lançar o mesmo aparelho com 2 nomes diferentes deu certo (12 e 12 Pro)?

Juliano Machado Olivetti (@Juliano_Machado_Oliv)

Acho que a procura será maior por 2 pontos, a compatibilidade de 5G e a mudança considerável do designe do aparelho. Tá, o 5G não é uma revolução (pelo menos de início) e ainda está em início até mesmo nos EUA, mas por lá de qualquer forma todo mundo que pode quer entrar na dança.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Todos os modelos tem 5G e mmWave. (US)

Igor Nagase (@nagasedesu1)

Não é bem por ai.

@Banana_Phone

Não é bem assim.
No salário mínimo tem impostos inclusos, no iPhone também. Se você for para os EUA e for comprar um iPhone, na prateleira vai estar 999 doláres, mas na hora de passar no caixa vai custar mais caro por conta dos impostos. Isso vale para qualquer coisa, não só iPhone, se você for no supermercado, na hora de pagar o preço vai ser diferente e no Canadá também é assim.
E por lá pouca gente compra o iPhone desbloqueado, a maioria compra pela operadora com plano.

² (@centauro)

Bom, mas o ponto dele continua válido, que é: Nos EUA você precisa trabalhar bem menos pra comprar um iPhone, por isso é acessível para uma parcela maior da população.
Ao contrário do Brasil, onde o iPhone provavlmente vai custar pelo menos umas 7 vezes o salário mínimo.

Hector Bonilla (@Hector_Bonilla)

As diferenças são que o pro tem uma câmera a mais para o Zoom de 4x e também o sensor Lidar que o 12 normal não tem. Também a carcaça em aço inoxidável no pro e ao passo que de alumínio no 12.

Schio ☭ (@Sckillfer)

Eu sei disso (e a lente zoom é de 2x), diferenças que não fazem a mínima diferença pra maioria das pessoas: a carcaça ser de aço só serve literalmente pra deixar o telefone mais pesado e saciar o senso comum que se criou que telefone pesado = premium, o lidar já estava presente no iPad Pro sem demonstrar muita função (só ver o review do MKBHD) e o zoom… bom, 300 usd a mais pra ter um zoom de 2x

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

O iPad Pro usa o LiDAR apenas para AR. E de certa forma incentiva as pessoas a não usar o iPad como câmera.

Agora no iPhone ele exerce não só a função de mapeamento para AR, como auto foco mais rápido em ambientes pouco iluminados. Modo retrato com modo noite.

Assim que os devs começarem a explorar as capacidades, mais funções começarão a surgir.

Schio ☭ (@Sckillfer)

Exato, estava lá única e exclusivamente pro AR e ainda assim não fazia um serviço satisfatório, daí tu vai pagar US$300 a mais pra ter ele num aparelho como foco?

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

A minha experiência sempre foi boa com o LiDAR. O mapeamento é instantâneo, não precisa ficar movendo o iPad/iPhone para ele mapear.

Aplicações que usam AR são as grandes beneficiadas, principalmente com oclusões e melhor posicionamento em baixa luz.

Logo começarão a surgir usos mais reais e cotidianos, com a implementação no iPhone.

Schio ☭ (@Sckillfer)

E isso vale quase um iPhone SE (U$300) pra você ou tu tá perdendo ponto por esporte?

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

O LiDAR é só um bônus, entre todo o conjunto. Pra mim especificamente faz diferença. Me irritava muito ter que mover o iPhone para ele mapear e então começar. Com o LiDAR isso é instantâneo.