Início » Jogos » Hackers tardam mas não falham: "desbloqueio" do PlayStation 3 chegou

Hackers tardam mas não falham: "desbloqueio" do PlayStation 3 chegou

Avatar Por

Vivemos numa época em que é muitíssimo difícil manter gadgets perfeitamente seguros. Há tanta gente talentosa dedicada a fuçar cada solda e cada parafuso dos aparelhos, que não é à toa que formas de alterar o funcionamento dos techtoys são descobertas meros meses após os lançamentos. O jailbreak do iPad, por exemplo, que demorou menos de 2 meses completos para aparecer, foi considerado pelos padrões da indústria como demorado.

No mundo dos games, existe (existia, mais precisamente) um marco praticamente inédito em matéria de segurança de hardware: o PlayStation 3, que até recentemente era o único console no mercado completamente fechado, sem qualquer brecha que hackers pudessem explorar para rodar código não-oficial. Esse era um dos motivos, segundo me consta, da preferência brasileira pelo Wii e Xbox 360. Afinal de contas, o público tupiniquim se acostumou mal com as pastas lotadas de DVDs prensados para o PS2.

O status do PS3 como impenetrável mudou na semana passada, quando saiu a notícia de um suposto modchip que permitiria, pela primeira vez, que o PS3 rodasse jogos cujo disco Blu-ray não está no drive ótico. Backup é o eufemismo utilizado - de forma ingênua na melhor das hipóteses e cínica na pior - por quem faz apologia do uso dessa tecnologia. Como não tenho lá essa inocência toda, eu vou chamar de jogo pirata mesmo.

No burburinho internético resultante da notícia, despontaram os inevitáveis gritos de "é fake!!1". A incredulidade é compreensível, porque a essa altura do campeonato, o público em geral havia se resignado a ver o PS3 e seu firmware como impossível de modificar. Para o bem ou para mal, há sempre quem veja o impossível como um desafio.

E aí está.


(vídeo do YouTube)

Como a internet é repleta de homens de pouca fé, o responsável pela proeza fez um segundo vídeo, que dessa vez deixa tanto a TV como o console em plena visão do espectador, para evitar mais desconfianças. Não há dúvida, o troço é real.

Ainda sobram algumas considerações. A primeira e mais irrelevante é a nomenclatura utilizada: jailbreak, que remete aos esforços hackers direcionados ao iPhone. Obviamente não há um corpo regulador encarregado de decidir os termos oficiais, mas o fato é irrefutável. Antes do iPhone, referia-se a esse tipo de coisa como modding ou desbloqueio. Acho curioso que tenham tornado a nomenclatura de alteração de gadgets uniforme.

Ainda no assunto de nomenclatura, há o termo modchip usado pelos vendedores do aparelho. Historicamente, modchips eram chips soldados à placa que permitiram um drible nas seguranças impostas pelo firmware e hardware do aparelho (lembram dos clássicos Matrix Infinity para o saudoso PS2?). Como o método envolve um chip plugado ao console via USB, alguns nerds mais puristas se recusam a enxergar o método como um desbloqueio pleno e definitivo, e mais como uma gambiarra ainda incerta.

Há também o preço. A unidade do PSJailbreak é vendida a 150 dólares, que custa aproximadamente o valor de três jogos originais (só para colocar as coisas em perspectiva). Normalmente este valor seria considerado um pouco alto para um processo de alteração de firmware, mas considerando que é uma solução por enquanto inédita - e aguardada há muito tempo -, o preço alto traz consigo a tal taxa dos early adopters.

E a Sony, vai permitir essa festa? O futuro do PSJailbreak ainda é incerto, como de costume. No mínimo, é possível que a alteração do console poderá render um banimento da rede online do PS3, uma prática pioneira da Microsoft para proteger o Xbox.

O público decidirá se a recompensa de jogos "grátis" farão os riscos valerem a pena. Mas uma coisa é garantida: a eterna guerra evolutiva de desenvolvedores contra hackers tem agora um novo palco.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Ēduαяdσ Νäsri12

eu concordo com alguns de te poucos jogos e joga eles e zerar,so que muitas vezes aqele jogo que voçê quer muito,er difisil achar disponivel,no meu caso eu queria o jogo wwe 2k16,so que eu andei por todo lado,Liguei nas lojas,entrei na internet e etc e jogo original dele ta indisponível,e outro dia nem andei muito e ahei ele jogo normal pra jogar game desbloqueado,vantagens no game bloqueado tem o live e etc,mais também tem suas desvantagens como jogos indisponiveis,e preços muitos caros e elevados nos jogos como jogos de ate 200 reais,eles poderiam avalia os preços,pois quem sofre e perde com isso também são os vendedores jogos originais que uma ou outra vez aparece pessoas pra compra jogos la,e si eles fizessem isso ao avaliar esses preços elevados,nao haveria tantos desbloqueios nos games e muitos mais clientes' agora isso de desbloquear vai pela intuição e gosto,e situação Financeira de cada um' os fatos tao ae,so analizar.

?du??d? ?äsri12
eu concordo com alguns de te poucos jogos e joga eles e zerar,so que muitas vezes aqele jogo que voçê quer muito,er difisil achar disponivel,no meu caso eu queria o jogo wwe 2k16,so que eu andei por todo lado,Liguei nas lojas,entrei na internet e etc e jogo original dele ta indisponível,e outro dia nem andei muito e ahei ele jogo normal pra jogar game desbloqueado,vantagens no game bloqueado tem o live e etc,mais também tem suas desvantagens como jogos indisponiveis,e preços muitos caros e elevados nos jogos como jogos de ate 200 reais,eles poderiam avalia os preços,pois quem sofre e perde com isso também são os vendedores jogos originais que uma ou outra vez aparece pessoas pra compra jogos la,e si eles fizessem isso ao avaliar esses preços elevados,nao haveria tantos desbloqueios nos games e muitos mais clientes' agora isso de desbloquear vai pela intuição e gosto,e situação Financeira de cada um' os fatos tao ae,so analizar.
gil
prefiro ter apenas um jogo (como e meu caso)e zerar ele 1000 vezes a ter 30 e nao zerar nenhum e perde-los em 3 meses pois eles estragan muito rapido
GIL
hum eu acho que nao fizeram nada demais pq de que adianta destravar se o jogo perde em graficos e nao se pd jogar online eu acho que prefiro o meu ps3 travado do jeito que ta msm pq pelo menos assim eu tenho acesso a todo conteudo da sony e ainda nao corro risco de perder meu console com algum erro de software que o destravamento tenha
Carlos
Lamentavel,agora o console ficará acessivel a qualquer um apto a ficanciar o aparelho em uma loja qualquer e comprar o dongle por 200 "conto"
Brunno
Simples, jogos com preço justo resolveriam esse problema,fora que perder o acesso a jogatina on-line é complicado.
yuri
mas ja estao vendendo ps3 com esse desbloqueio ou vc tem ki pagar para desblokiar
Gustavo
Podem desbloquear seus ps3 sem problemas pois não irãom banir do sistema "live" pois a sony, "não" tem uma informatica tão avançada quanto a da "MICROSOFT" (XBOX 360), mesmo tão avançada hackers como eu conseguimos códgo de desbloqueio. SONY "PS3" tem o melhor processador mas é fraco quando se trata de segurança por isso aproveitem !!!!!!!!!
lobotralin
@Gilberto Lúcio Porque vc nao inventou um melhor seu puto? AFFF kd ummmm viu!
Bruno Gall
\o\
Sony
O "idealizadores" não tem mérito algum, afinal eles apenas copiaram o dispositivo original da Sony(Que coloca o PS3 em Debug Mode, permitindo rodar jogos direto de um HD ou transferir conteúdo do BD pra um HD) que era distribuído aos desenvolvedores para o preocesso de criação de jogos. Eu dei gargalhadas quando Hackers de verdade tiveram acesso ao USB Loader deles, rapidamente o decodificaram e criaram cópias pra serem vendidas a 20 Dólares. Agora eles soltaram uma nota: "Comprem o Usb Loader original de 150 dólares e não os piratas", quer dizer que piratear a Sony é legal, mas quando pirateiam o seu dispositivo ilegal é ruim? Se foderam kkkkkk
Guilherme Reis
NÃO. Não é possível atualizar o firmware quando se usa essa gambiarra. Não é possível se conectar na rede também. Eu vi um relato de um suposto detentor do pendrive (aqui no Brasil) que tem até uma certa reputação, dizendo que a "gambiarra" impede o console de acessar a rede. E que este jailbreak só funciona para o atual firmware.
Paulo V. W. Radtke
No caso do PS3 é mais fácil ainda de banir. Para rodar o jogo pirata, o PS3 passa para o modo debug e roda o jogo a partir de um simulador de BD. Assim, dá para pegar para fins de banimento por um dos métodos: 1 - Pelo console estar em modo debug. 2 - Pelo jogo detectar que está rodando no emulador de BD, não no hardware (o emulador de BD é da Sony e embutido no videogame, não é simples hackear). 3 - Provavelmente, o código do jogo copiado está descriptografado, dá para pegar isso também. Claro, nada que importe a quem não joga online, compra jogos por download na PSN, etc. Vai ficar igual ao 360.
Paulo V. W. Radtke
Em todas as versões, desde que esteja com o firmware 3.41.
Paulo V. W. Radtke
O mais provável é que a Sony use a estratégia da Nintendo para resolver o problema: mudar os próximos aparelhos para que o hack não funcione. O que já tem e o cara não se importa de não poder jogar online, já era.
Exibir mais comentários