Tecnoblog
Início » Finanças » Banco Inter chega ao Google Pay para pagar com o celular

Banco Inter chega ao Google Pay para pagar com o celular

Saiba como adicionar cartão de crédito ou débito do Inter no Google Pay em celulares Android; banco também suporta Samsung Pay

O Banco Inter se tornou compatível com o Google Pay: isso significa que clientes poderão pagar no débito ou crédito usando um celular Android com NFC, se a maquininha aceitar pagamento por aproximação. A instituição financeira já permitia cadastrar o cartão no Samsung Pay, mas segue fora do Apple Pay.

Banco Inter (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

Como nota Yuri Silva na TB Comunidade, a opção Google Pay apareceu no app do Inter desde este domingo (18). Isso pode não estar disponível para todo mundo: eu atualizei meu app no Android e ele ainda não conta com essa funcionalidade.

Para adicionar o cartão Inter à carteira Google Pay, é necessário fazer o seguinte:

  1. na tela inicial do app do Inter, toque no botão Cartões;
  2. toque em Google Pay;
  3. ao lado do seu cartão, toque em Adicionar ao G Pay;
  4. no Google Pay, confirme suas informações e aceite os termos do emissor;
  5. se necessário, faça a verificação através de uma mensagem SMS ou pelo próprio aplicativo.

Feito isso, você poderá realizar pagamentos por aproximação em maquininhas com NFC ativado. O Inter permite transações no crédito e débito; você escolhe qual usar. Claro, isso dependerá do seu limite disponível ou do saldo na conta digital.

Banco Inter no Google Pay (Imagem: Everton Favretto e Vitor Gomes/Twitter)

Banco Inter também está no Samsung Pay

Vale lembrar que o Inter já oferecia suporte ao Samsung Pay desde 2017. Esta carteira tem o benefício adicional de fazer pagamentos via MST, ou Transmissão Magnética Segura na sigla em inglês. Ela simula a tarja magnética do cartão, por isso funciona mesmo em maquininhas sem NFC. No entanto, o recurso está restrito a celulares e relógios selecionados da Samsung.

Para incluir cartões em carteiras digitais, os bancos precisam adotar uma tecnologia chamada tokenização: com ela, o celular transmite um token para a maquininha — em vez do número do cartão em si — que precisa ser validado. Várias instituições já adotaram isso, como o Itaú, Bradesco, Banco do Brasil, Caixa, Neon e Next; outras empresas, como o Nubank, escolheram ficar de fora.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação