Início » Telecomunicações » Portabilidade numérica no Brasil foi feita 62 milhões de vezes

Portabilidade numérica no Brasil foi feita 62 milhões de vezes

Em 2020, foram registrados mais de 5 milhões de pedidos de portabilidade numérica. São Paulo concentra troca de operadoras

Lucas Braga Por

A portabilidade numérica permite que um usuário troque a empresa de telefonia mantendo o mesmo número desde 2008, e 62,2 milhões de transferências de operadoras fixas e móveis já foram executadas no Brasil. Desse total, mais de 20 milhões de pedidos de portabilidade foram solicitados somente no estado de São Paulo.

Bandeja de chip de operadora. (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

Os dados foram divulgados pela ABR Telecom, entidade que é responsável por administrar a portabilidade numérica no Brasil. Ao todo, são 44,3 milhões de mudanças efetivadas na telefonia móvel e outras 17,9 milhões em linhas fixas.

No terceiro trimestre de 2020, foram 2,2 milhões de trocas de operadoras concluídas, sendo 85% efetuadas por titulares de linhas celulares. No acumulado do ano, são 5,8 milhões de migrações de operadora.

Em 2019 houve recorde de pedidos de portabilidade numérica, com 10,4 milhões de pedidos para troca de operadora. No entanto, nem todas as solicitações são efetivadas, seja por inconsistências cadastrais ou desistência do usuário.

SP ultrapassa 20 milhões de pedidos de portabilidade

O estado de São Paulo concentra a maior parte da portabilidade numérica no Brasil. Nos últimos 12 anos a ABR Telecom registrou 20,75 milhões de trocas de operadoras nos DDDs 11 a 19.

Assim como no cenário nacional, a maior parte das migrações é de telefones celulares, com 15,1 milhões, enquanto 5,6 milhões de linhas fixas passaram pelo processo de portabilidade. Isolando o ano de 2020, o estado de São Paulo foi responsável por 746,2 mil solicitações de portabilidade numérica.

Para fazer a portabilidade numérica, é necessário procurar a operadora de destino e seguir os trâmites de nova assinatura. O processo só pode ser feito pelo titular original da linha telefônica, que precisa comprovar sua identidade e endereço. Não é possível fazer portabilidade entre diferentes DDDs.

As estatísticas completas de portabilidade numérica por estado estão disponíveis no site da ABR Telecom.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
3 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@wellerstz

desde que estou com meu número (uns 7-8 anos) já fiz 3 vezes, comecei na Tim, fui pra Claro, voltei pra Tim e por fim, na Vivo.

Vinicius Andrade (@Toloko)

Eu ja fiz uma rodada por todas e voltei pra Claro. Mas agora to pensando em virar Vivo Easy pra economizar.