Início » Gadgets » Xiaomi pode adotar recarga de bateria a 200 W em celulares

Xiaomi pode adotar recarga de bateria a 200 W em celulares

Tecnologia da Xiaomi pode ser capaz de preencher uma bateria vazia em menos de 20 minutos, mas muita energia não faz tão bem

André Fogaça Por

Rumores apontam para uma tecnologia da Xiaomi capaz de entregar 200 watts para a bateria de smartphones. O valor chama atenção até para padrões de aparelhos da marca, que em agosto deste ano mostrou o Mi 10 Ultra com recarga rápida de 120 W.

Xiaomi GaN Type-C 65 W (Imagem: divulgação/Xiaomi)

Xiaomi GaN Type-C 65 W (Imagem: divulgação/Xiaomi)

No Mi 10 Ultra, o carregador com 120 watts é capaz de preencher toda a bateria de 4.500 mAh do celular em apenas 21 minutos na tomada. Este tempo pode ser drasticamente reduzido com o adaptador de 200 watts de potência e que já deve estar nas fábricas a partir de 2021. A informação vem de um usuário da rede social Weibo, chamado Digital Chat Station e que já vazou informações no passado recente.

Bateria não gosta de tanta energia na tecnologia da Xiaomi

Por mais tentadora que possa ser a ideia de sair de 0% para 100% da bateria durante o tempo de um almoço rápido, existe um lado preocupante com tanta energia entrando ao mesmo tempo: calor e vida útil. Alguns reviews feitos justamente com o Mi 10 Ultra apontam para geração excessiva de calor – algo que as baterias costumam não gostar muito.

A vida útil da bateria sofre, com exemplo no carregador de 125 watts da Oppo. Na concorrente conterrânea, a tecnologia adotada é capaz de reduzir a saúde do componente para 80% em aproximadamente dois anos de uso, com recargas diárias e que somam 800 ciclos.

Olhando para tecnologias da própria Oppo, o carregador de 65 watts faz exatamente os mesmos dois anos, com degradação para 91% depois do mesmo número de ciclos. Um número menos preocupante para quem planeja ficar mais tempo com o smartphone.

Eu prefiro ter o celular na mão por mais tempo, do que ganhar 20 minutos de recarga mais veloz.

Com informações: Android Authority e AndroidCentral.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
11 usuários participando