Início » Celular » iPhone 12 pode chegar ao Brasil em 20 de novembro por até R$ 14 mil

iPhone 12 pode chegar ao Brasil em 20 de novembro por até R$ 14 mil

iPhone 12, 12 Mini, 12 Pro e Pro Max devem ser lançados em novembro, indica Vivo; confira os possíveis preços da Apple no Brasil

Felipe VenturaPor

O iPhone 12, 12 Mini, 12 Pro e Pro Max devem chegar ao Brasil daqui a duas semanas: a Apple provavelmente vai realizar o lançamento dos quatro celulares no dia 20 de novembro, com pré-venda a partir do dia 13. Todos os aparelhos foram homologados pela Anatel; eles podem ter preços entre R$ 7 mil e R$ 14 mil.

iPhone 12 e 12 Pro na Apple Store (Imagem: Divulgação/Apple)

iPhone 12 e 12 Pro na Apple Store (Imagem: Divulgação/Apple)

Segundo o MacMagazine, múltiplas fontes apontam que o iPhone 12 poderá desembarcar no Brasil em 20 de novembro, uma sexta-feira — dia da semana em que a Apple costuma fazer lançamentos de celular no país. (Vale notar que o site acertou as datas para o iPhone XS, XS Max e XR em 2018; e para o iPhone 8 e 8 Plus em 2017.)

Além disso, a data se encaixa com uma informação vinda da Vivo: a operadora colocou no ar um site de pré-lançamento para o iPhone 12 com a frase “disponível em novembro”.

Vivo diz que iPhone 12 chega em novembro (Imagem: Reprodução/Vivo)

Vivo diz que iPhone 12 chega em novembro (Imagem: Reprodução/Vivo)

Quanto vai custar o iPhone 12 no Brasil?

OK, então provavelmente sabemos quando o iPhone 12 chega ao Brasil. A questão que resta: quais serão os preços? O MacMagazine obteve acesso a uma tabela com os supostos valores, que ultrapassam R$ 10 mil em alguns casos. Confira:

ModeloEspaçoPossível preço no BrasilPreço nos EUA
iPhone 12 Mini64 GBR$ 6.999US$ 729
128 GBR$ 7.499US$ 779
256 GBR$ 8.499US$ 879
iPhone 1264 GBR$ 7.999US$ 829
128 GBR$ 8.499US$ 879
256 GBR$ 9.499US$ 979
iPhone 12 Pro128 GBR$ 9.999US$ 999
256 GBR$ 10.999US$ 1.099
512 GBR$ 12.999US$ 1.299
iPhone 12 Pro Max128 GBR$ 10.999US$ 1.099
256 GBR$ 11.999US$ 1.199
512 GBR$ 13.999US$ 1.399

Estes preços estão bem próximos às estimativas do Tecnoblog. Como explicamos por aqui, é inevitável que alguns modelos do iPhone 12 custem mais de R$ 10 mil. Isso está relacionado ao dólar alto e às taxas de conversão para real praticada pela Apple.

Vale lembrar que, em setembro, o iPhone 11 e iPhone XR tiveram redução de preço nos EUA, porém ficaram mais caros no Brasil. Nesses aparelhos, a Apple usa uma taxa de R$ 9,60 por dólar para converter os valores praticados no mercado americano.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
13 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Igor Nagase (@nagasedesu1)

Segundo o MM… Kkk

Breno Ribeiro (@BrenoDJ)

Tão normalizando o celular de 10 mil reais. Que medo.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

De tanto que estão falando por ae que custa 14 mil, daqui a pouco até a Apple compra a ideia.

Daniel Ribeiro (@danarrib)

Essa conversão de 10 pra 1 é louca demais…

Thiago Silva (@Thiago_Silva)

Cara, que m*! Valores surreais. ‘-’

Igor Lana de Melo (@igor_meloil)

E pensar que antes os iPhones acabavam em 7k reais, agora vão começar nesse preço…

Léx Ferracioli (@Lex_Ferracioli)

A galera iGado pira

@teh

o mais barato 7 mil reais… mds…
nao é a toa q a serie A da samsung vende que é uma blz. A51 e A71 são baita celulares por 1600-1800 reais.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Como se o público que compra série A da Samsung fosse o mesmo que compra iPhone.

@teh

Eu sei que não. Falei com o sentido de não ter o menor sentido pagar 7 mil com celulares tao proximos por 1700 reais.

Julio Andrade (@Julio)

Será que são tão diferentes assim? O que eu mais conheço é gente f*dida assalariada que ganha pouco que compra iPhone de mais de 4k todos os anos, comprometendo grande parte da renda pra pagar o parcelamento do telefone.

imhotep (@imhotep)

São poucas as pessoas q precisam de um celular como o iPhone.
Vão dizer q não, mas é verdade…é só viés de confirmação q essas pessoas usam (uma maioria) pra se endividar em suaves prestações (no Brasil) pra comprar um aparelho desses e não usar nem metade da capacidade de processamento q um aparelho como esse fornece.

² (@centauro)

Eu chutaria que quem realmente precisa de smartphone high-end, seja iPhone de R$14.000, seja Samsung de R$8.000, ganha o suficiente pra comprar um tem acesso sem precisar desembolsar um centavo (empresa oferece).

Mas claro que também é totalmente debatível o que significa “realmente precisar” de um smartphone (high-end ou não).

Felipe Insfran (@felipous)

Isso que pensei. Muitos realmente saem da Séria A/Moto G e pegam iphones antigos ou até novos, então sim, pode ser o mesmo público.