Imagem que Sarah Lacy escolheu para ilustrar seu post sobre o país (reparem no nome do arquivo). Como eu havia dito, ela ama o Brasil.

Lembram-se da Sarah Lacy, do site americano TechCrunch? Aquela mesma que deu chilique quando não conseguiu visto para o Brasil, e que depois escreveu uma matéria sobre as startups brasileiras. Pois bem, pelo visto ela continua apaixonada pelo nosso país, e acaba de publicar mais um artigo — em parceria com Paul Carr, também do TechCrunch — sobre o país, dessa vez tratando do perfil do internauta brasileiro.

Ela se baseou em uma pesquisa da ComScore para apresentar seus dados. Segundo a mesma, o Brasil, embora não tenha o maior crescimento percentual da América Latina (marca que pertence à Colômbia), possui o maior número de usuários de internet em valores absolutos no continente. Nós temos mais que o dobro de internautas que países como México e Argentina, e passamos mais tempo online, em média 26,4 horas por mês.

Algo que não deixa os investidores internacionais tão felizes, porém, é que o internauta brasileiro parece ser “patriota” demais. A vasta maioria dos brasileiros visita apenas sites em português e 95% das compras online originadas aqui foram feitas em sites latino-americanos.

Há, porém alguns produtos internacionais que são um imenso sucesso na internet brasileira. A pesquisa mostrou que o Orkut e o Hotmail são dois deles, o que intrigou Sarah e Paul. Eles entrevistaram do brasileiro Bob Wolheim, da SixPix Content, e fizeram questão de perguntar: “por quê???”

Outro dado interessante no que diz respeito a serviços web populares no Brasil: o Twitter está em franca ascensão. Ele cresceu 1.300% na América Latina ao longo do último ano, e o maior crescimento foi no Brasil, onde o Twitter cresceu cinco vezes mais que a média mundial no período.

Quem estiver interessado pode assistir a entrevista com Bob Wolheim logo abaixo (só não tem legendas).

Com informações: TechCrunch

Comentários

Envie uma pergunta