Início » Telecomunicações » Ministério da Justiça fecha mais de 300 serviços de IPTV pirata

Ministério da Justiça fecha mais de 300 serviços de IPTV pirata

Operação derrubou aplicativos de streaming irregulares e serviços de IPTV pirata; provedor faturou R$ 94,5 milhões no ano

Lucas Braga Por

O Ministério da Justiça e Segurança Pública com deflagrou a segunda fase da Operação 404. Os trabalhos são feitos em conjunto com a Polícia Civil, e os órgãos investigam atos de pirataria digital contra provedores de IPTV pirata e serviços de streaming irregulares. Nas buscas, foi identificado uma plataforma ilegal com faturamento anual de R$ 94,5 milhões.

Objetos apreendidos na Operação 404 (Imagem: Divulgação/MJSP)

Objetos apreendidos na Operação 404 (Imagem: Reprodução/MJSP)

Polícia prende cinco pessoas por IPTV pirata

A operação bloqueou ou removeu 252 sites e 65 aplicativos de streaming ilegal de conteúdo, além de apagar o conteúdo de redes sociais e motores de busca. Cinco pessoas foram presas em flagrante e podem responder por crime de violação de direito autoral, com reclusão de dois a quatro anos e multa para quem distribui o conteúdo.

Por determinação judicial, a polícia cumpriu 25 mandados de busca e apreensão nos estados da Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e São Paulo. A operação também teve colaboração das embaixadas do Reino Unido e Estados Unidos, que bloquearam três domínios ilícitos.

Provedor tem faturamento de R$ 94,5 milhões com IPTV

Nesta quinta-feira (5), foram apreendidos carros de luxo, armas, dinheiro em espécie e cartões de crédito ou débito. Mas algo que chama atenção foi a conta bancária de um dos investigados: a Polícia identificou faturamento anual de R$ 94,5 milhões com a transmissão de IPTV pirata.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, afirmou ao G1 que as apreensões indicam outros crimes além da infração contra os direitos autorais, como lavagem de dinheiro e possível organização criminosa.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
24 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

Será que vão divulgar os sites bloqueados? Aplay store está lotada de apps com TV por assinatura ao vivo e de graça.

imhotep (@imhotep)

Mas as pessoas ainda acham q é justificável usar IPTV pirata, porque as provedoras de TV por assinatura não oferecem planos que os agradem.

A Mercedes não oferece nenhum carro barato para o meu consumo. Não é por isso q vou roubar um carro dessa marca pra suprir a minha necessidade de consumo.

undefined (@el_dust)

Só vai mudar alguma coisa quando responsabilizarem quem usa e não simplesmente quem vende o serviço pirata.

Infelizmente é praticamente impossível isso acontecer.

Lucas Lopes (@Lucas_Lopes)

E tem outra, é o tipo de coisa que derruba 300 hoje e nasce outros 3000 no lugar.

⠀ (@mdcosta)

Primeira matéria que eu leio que realmente explica o que aconteceu nessa operação. Parabéns, Tecnoblog.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Amanhã tem mais 300 novos.

Netflix tava no caminho certo de minimizar a pirataria, mas ai todas as empresas resolveram balconiza o sistema de streaming, cada uma lançando um app mais capenga que o outro, pirataria faz a festa.

@Comentador

Nossa que bela comparação, gênio.

imhotep (@imhotep)

Gênio deve ser vc q se deu ao trabalho de responder, só pra encher o saco, como comumente faz aqui na comunidade.

Fabio Ribeiro (@Fabio_Ribeiro)

Cara vc falou tudo !!! Parabéns !!! Perfeito !!!
Se a assinatura de tv for 10,00 e a pirata for 1,00 vai ter pessoas interessadas na pirataria.

imhotep (@imhotep)

Me fala onde tem TV por assinatura por 10 reais q vou assinar AGORA!

John Biancato (@John_Biancato)

Nao acredito que tem gente culpando os provedores pela pirataria. NÃO EXISTE COMPETIÇÃO com produto pirada: roubam o conteúdo, não pagam impostos, etc. O produto pirata sempre vai ser mais barato no final.

nessa1007 (@genderson)

Em Portugal, vc paga 30 euros em um pacote com internet, TV a cabo e telefone (4% do salário mínimo local)
Aqui as operadoras cobram 300 reais pelo mesmo serviço (28% do salário mínimo local)
Por isso a pirataria e tão forte aqui…
Operadoras roubam o povo.

Matheus lima (@TheusUSS)

Já assinei pacote de streaming e também já examinei a concorrência (pirataria), os sites piratas estão muito mais acima de qualidade e desempenho do que as empresas de streaming legais, um exemplo claro disso é sites de animes, temos a crunchyroll comparando com o streaming pirata a crunchyroll fica comendo poeira, nem falo do conteúdo e sim da fluidez do site, conexão estável, player superior, e ajuda dos administradores do site.

Marcos Oliveira (@marcosoliveiran)

Fico impressionado com o tipo de comentário neste post colocando TV por Assinatura como um bem essencial. Hoje existem N alternativas legais para consumir conteúdo de qualidade. A globosat já oferece tanto o Telecine quanto o PFC e os canais globosat a um preço muito menor.

É importante ressaltar também que os preços praticados são decorrência de uma série de fatores que influenciam no preço final. Desde os salários das emissoras que geram a programação, até os funcionários do provedor que levam e mantém o serviço ativo na residência, servidores e etc.

Se a Netflix que já passou dos 10 milhões de assinantes no BR cobra até R$40,00/ mês na assinatura, vocês acham mesmo que esses 30 reais que vocês pagam em um servidor de IPTV Pirata pagam todos os custos envolvidos na produção, emissão e distribuição desse conteúdo?

Só acho curioso que normalmente este perfil de quem consome IPTV pirata é o mesmo que reclama da alta carga tributária no país, mas não recolhe imposto sobre esse serviço; reclama da corrupção do governo, mas consome um serviço pirata; reclama na economia, mas não se importa em prejudicar uma cadeia produtiva imensa com milhares de trabalhadores. Enfim, a hipocrisia.

A pirataria de TV só será amenizada quando as leis passarem a punir também quem compra esse tipo de serviço; afinal como já disseram mais acima: a TV por assinatura pode ser 10 reais, se o IPTV for 1 real, essas pessoas vão continuar preferindo o IPTV.

Marcos Oliveira (@marcosoliveiran)

Mais empenhados estão os defensores de IPTV Pirata que inclusive se registraram na comunidade do tecnoblog apenas para deferenderem a pirataria no fórum. Até agora já contei 17 pessoas que o primeiro post foi nesse tópico.

Exibir mais comentários