Início » Internet » Governo dos EUA recupera US$ 1 bilhão em bitcoins do Silk Road

Governo dos EUA recupera US$ 1 bilhão em bitcoins do Silk Road

Criptomoedas estavam sem movimentação desde o fim do mercado ilegal, em 2013; apreensão é a maior já realizada pelos EUA

Ana MarquesPor

O governo dos Estados Unidos recuperou cerca de US$ 1 bilhão em bitcoin que estavam ligados ao Silk Road, mercado ilegal derrubado pelo FBI. As criptomoedas não sofriam movimentação desde o encerramento das atividades do site criminoso, em 2013, e após a apreensão, na última terça-feira (03), estão em poder dos EUA.

MichaelWuensch bitcoin / carteira bitcoin

Bitcoin (Imagem: MichaelWuensch/Pixabay)

Com a prisão de Ross Ulbricht, o fundador do mercado que vendia drogas, armas e outros produtos e serviços ilícitos, o FBI conseguiu resgatar 174 mil bitcoins – avaliados em US$ 100 milhões, na época. A movimentação desta semana, após sete anos de inatividade, despertou a atenção de muita gente.

Alguns especialistas chegaram a cogitar que pudesse se tratar de uma ação de Ulbricht ou um fornecedor do Silk Road, mas a confirmação de que a ação foi realizada por parte do governo norte-americano veio nesta quinta-feira (05).

De acordo com um comunicado feito pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DoJ), 70 mil bitcoins provenientes da venda de drogas no mercado ilícito foram recuperados. Trata-se de maior apreensão de criptomoedas da história do órgão, segundo a Bloomberg.

Bitcoins foram apreendidos após acesso de um hacker

Os investigadores contaram com a ajuda da empresa de análise de blockchain Chainalysis para identificar 54 transações realizadas pelo Silk Road não detectadas anteriormente.

A apreensão foi feita após as criptomoedas terem sido acessadas por um hacker chamado de Individual X, cuja real identidade já seria conhecida pelas autoridades norte-americanas.

De acordo com o DoJ, os bitcoins apreendidos estão sujeitos a processos de confisco.

Com informações: Bloomberg, TechCrunch e The Guardian

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando