Início » Aplicativos e Software » Photoshop vs Lightroom; qual é a diferença?

Photoshop vs Lightroom; qual é a diferença?

Escolher um ou combiná-los? Photoshop vs Lightroom, entenda quando é hora de lançar mão do melhor de cada software

Tatiana Vieira Por

Lightroom vs Photoshop: entender as diferenças o ajudará a escolher o melhor editor de imagens para cada tipo de projeto. E o melhor, sendo ambos amigáveis, você pode processar uma foto no Lightroom e seguir editando seu projeto no Photoshop.

Photoshop vs Lightroom

Photoshop vs Lightroom. Imagem: (Tatiana Vieira/Tecnoblog)

Photoshop e Lightroom são excelentes opções de software de edição de fotos, mas não são os únicos. O Photoshop inclui o Adobe Bridge, usado para gerenciar muitos tipos de arquivo, e Adobe Camera Raw, que apresenta o mesmo mecanismo de processamento de imagem de classe mundial que o Lightroom.

Com qual começar – Lightroom vs Photoshop

Uma vez que todas as ferramentas de manipulação de imagem do Lightroom já estão disponíveis no Photoshop, não faria sentido apenas começar a usar o Photoshop? Talvez. É comum recomendarem começar com o Lightroom pelos seguintes motivos:

  • É mais fácil de aprender do que o Photoshop;
  • Ajudará você a estabelecer um processo de fluxo de trabalho de fotografia sólido;
  • O torna mais eficiente porque você pode percorrer e processar muitas fotos rapidamente, sem ter que abrir e fechar arquivos. No Photoshop você pode agilizar seu trabalho gravando ações;
  • O manterá organizado, catalogando todas as suas imagens em um só lugar, tornando mais fácil encontrar e trabalhar com imagens;
  • A edição de imagens no Lightroom não é destrutiva, o que significa que o arquivo original nunca é alterado permanentemente, enquanto o Photoshop é uma mistura de edição destrutiva e não destrutiva. A menos que camadas separadas sejam mantidas para cada mudança, o Photoshop não guarda mudanças históricas;
  • Você pode voltar e restaurar as configurações anteriores após fazer alterações;
  • Pode exibir metadados de imagem como uma sobreposição enquanto você edita fotos. O Photoshop não pode fazer isso depois que uma imagem é aberta.

Contudo, se você está planejando fazer alguma edição mais drástica, terá que entrar no Photoshop para, por exemplo, remover objetos. No Lightroom, isso seria muito limitado e lento, enquanto as ferramentas de cura do Photoshop são muito poderosas em comparação. A boa notícia é que você pode trabalhar simultaneamente em ambos, o que acelera ainda mais o seu fluxo de trabalho.

O que é Photoshop

O Photoshop foi originalmente criado como uma ferramenta para edição simples de imagens, que desde 1990 se tornou um pacote de software monstruoso com muitas funções e capacidades para acomodar designers gráficos, arquitetos, animadores, editores, fotógrafos e até artistas 3D.

Quer juntar várias fotos em um único panorama? Ou criar uma fotografia de High Dynamic Range? Ou se livrar de manchas na pele? Ou talvez faça uma pessoa parecer mais alta, mais baixa, mais magra ou mais gorda? Sim, o Photoshop pode fazer tudo isso; e muito mais. O que o Photoshop pode fazer provavelmente é uma lista sem fim.

O que é Lightroom

O nome completo do Lightroom é “Adobe Photoshop Lightroom”, o que pode parecer confuso, pois contém a palavra “Photoshop”. De certa forma, faz sentido, porque o Lightroom pode ser considerado um subconjunto do Photoshop com funcionalidades específicas que o Photoshop não possui e provavelmente nunca terá.

Foi criado com o objetivo principal de gerenciar um grande número de imagens, mantendo-as organizadas em um só lugar. O Photoshop é uma ferramenta de edição de imagens muito avançada, mas quando você edita centenas de imagens, mantê-las organizadas se torna um problema com o tempo.

Lightroom é um software de gerenciamento de imagem baseado em banco de dados que lê automaticamente os metadados da imagem (como marca e modelo da câmera, data / hora capturada, abertura, velocidade do obturador, ISO, balanço de branco e muito mais), conhecido como EXIF ​​e grava informações sobre cada fotografia em um novo banco de dados conhecido como “catálogo”.

Com ele, torna-se muito fácil classificar centenas de imagens e escolher as melhores, editá-las seletivamente ou em lotes e, em seguida, exportar as melhores imagens diretamente para sites como Flickr e Facebook. Este tipo de marcação e indexação não está disponível no Photoshop, porque o Photoshop não mantém um banco de dados com imagens catalogadas.

Agora que você conhece as diferenças entre os dois, pode projetar seu fluxo de trabalho para criar as imagens que deseja. A melhor maneira de descobrir o que funciona para você, é se divertir e experimentar até encontrar o processo de edição perfeito para a sua realidade.

Com informações: Adobe e Photographylife.

Comentários

Envie uma pergunta