Início » Telecomunicações » Black Friday da TIM Live tem internet de 400 Mb/s por R$ 105 mensais

Black Friday da TIM Live tem internet de 400 Mb/s por R$ 105 mensais

Plano de 400 Mb/s da TIM Live com preço promocional da Black Friday é exclusivo para pagamento no débito automático

Lucas BragaPor

A TIM divulgou a oferta de Black Friday para a banda larga por fibra TIM Live: o plano de 400 Mb/s sai por R$ 105 por mês, menor que o antigo valor promocional de R$ 127,50 mensais. No entanto, as condições são válidas apenas por um ano, exclusivamente para quem pagar a fatura com débito automático.

Site da TIM Live (Imagem: Reprodução/Site TIM)

Site da TIM Live (Imagem: Reprodução/Site TIM)

A velocidade de upload é de 200 Mb/s. O plano de banda larga também inclui acesso ao Fox App, Esporte Interativo Plus, WatchESPN, Cartoon Network Já e TIM Games Club.

O plano de 400 Mb/s está disponível apenas nas regiões onde a operadora atua com tecnologia de fibra óptica (FTTH). Nas localidades atendidas com cobre (xDSL), a velocidade máxima da TIM Live é de 60 Mb/s.

O cliente também terá que pagar uma taxa de habilitação de R$ 180, parcelada em 12 vezes de R$ 15. O plano tem fidelidade de 12 meses; após o período, a velocidade passa a ser 200 Mb/s com assinatura mensal de R$ 150.

TIM Live comparado com Claro NET, Oi Fibra e Vivo Fibra

Na comparação com a concorrência, a promoção da TIM tem bom custo-benefício:

  • a Claro NET tem plano de 240 Mb/s por R$ 129,90 nos dois primeiros meses e R$ 169,90 a partir do terceiro mês;
  • a Oi comercializa a velocidade de 200 Mb/s por R$ 99,90 ou 500 Mb/s por R$ 149,90 mensais, também com pagamento no débito automático;
  • a Vivo tem velocidade de 300 Mb/s ao custo mensal de R$ 169,99.

Promoção é válida apenas no débito automático

A promoção consiste no plano com velocidade de 200 Mb/s e velocidade em dobro durante um ano. No entanto, a oferta é válida apenas para clientes que pagarem a fatura em débito automático. Quem optar pelo boleto convencional terá que pagar a mensalidade de R$ 150 com velocidade de 200 Mb/s.

No meu ponto de vista, essa restrição na forma de pagamento é um tanto quanto problemática: com essa mecânica, a TIM exclui quem não gosta desse tipo de cobrança ou simplesmente não possui conta em um banco conveniado. Se você usa apenas o Nubank, por exemplo, não consegue ter a velocidade de 400 Mb/s por falta de parcerias da operadora.

A TIM mantém convênio para débito automático com o Banco da Amazônia, Banco do Brasil, Banco Inter, Banese, Banrisul, Bansicredi, BRB, Caixa, Cecred, Credicoamo, Banco Safra, Bancoob, Banpará, Bradesco, Itaú, Mercantil, Santander e Uniprime. Nem mesmo o C6 Bank, parceiro que rende bônus no 4G, é listado nos documentos da operadora.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

Para mim, a minha Internet de 50Mb FTTH já é de 400Mb. Pago 60 reais. 400Mb, para o meu uso, é totalmente desnecessário.

@ksio89

Meus 4¢:

não pode usar mais que 2TB se não a operadora cancela o contrato e alega “uso indevido”, configurando franquia na prática. Também não pode ter mais de 500 conexões simultâneas, mas acho muito difícil o usuário comum atingir isso.

cobrar taxa de instalação/habilitação em pleno 2020 é de lascar, na prática o plano sai por 120 mensais para novos clientes

cobrar 45 reais a mais no pagamento por boleto é absurdo, para ter ideia, a Claro cobra apenas 5 reais a mais

a Vivo parece viver numa realidade própria de preços altos, espero que faça promoção também.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Se não me engano antes da pandemia esse limite ara maior, bem maior. Esse limite é uma forma da operadora se proteger do que ela consideraria abuso. Já que o que excede essa margem ela não considera uso doméstico.

Particularmente acho acho essa margem muito apertada. Mas pra muita gente deve ser suficiente.

@ksio89

Sim, era 17TB (e 1000 conexões) antes. Pra muita gente é suficiente, até pra mim é, mas pra outros, não, ela dizer que exceder isso não configura uso doméstico é meio arbitrário.

No fórum Adrenaline um usuário processou a Tim após ter o contrato cancelado, onde a provedora não conseguiu provar uso indevido. Segundo eu li, ele conseguiu ser indenizado em 4 mil reais pela operadora.

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

Tipo 90% dos usuários!