Início » Celular » MediaTek Dimensity 700 é um chip 5G para celulares mais acessíveis

MediaTek Dimensity 700 é um chip 5G para celulares mais acessíveis

SoC fabricado em 7 nm leva a quinta geração de redes móveis e telas de 90 Hz a smartphones intermediários e de entrada

Ana Marques Por

A verdadeira experiência com o 5G pode demorar a chegar ao Brasil, mas a MediaTek anunciou, nesta terça-feira (10), o Dimensity 700, um novo processador compatível com a quinta geração de redes móveis destinado a celulares de entrada – o que é uma boa notícia para quem não pretende gastar muito dinheiro no futuro para ter acesso à tecnologia.

MediaTek Dimensity 700

Chip MediaTek Dimensity 700 (Imagem: Divulgação/MediTek)

Com a chegada do novo chip, a MediaTek pretende expandir serviços e recursos de última geração – hoje presente apenas em produtos premium – para smartphones mais acessíveis, pertencentes aos segmentos intermediário e de entrada.

O modem 5G conta com suporte às tecnologias 5G Carrier Aggregation (2CC 5GCA) e 5G dual SIM dual standby (DSDS), para proporcionar o acesso a maiores velocidades de conexão e serviços de Voice over New Radio (VoNR) exclusivos do sistema 5G.

Menor consumo de bateria e maior velocidade

O Dimensity 700 é um SoC fabricado em 7 nanômetros e promete uma redução no consumo de energia, em parte com auxílio da tecnologia MediaTek 5G UltraSave. Devido ao processo de fabricação, o chip é 28% mais eficiente nesse sentido do que um componente fabricado em 8 nm.

O processador octa-core atinge até 2,2 GHz, com 2 núcleos ARM Cortex-A76 de alto desempenho, e tem 6 núcleos ARM Cortex-A55, de baixo consumo de energia.

O chip também conta com suporte a telas com taxa de atualização de 90 Hz, para maior fluidez na visualização de gráficos.

Câmeras de até 64 MP e otimizações fotográficas

Usuários que desejam ter melhor qualidade em suas fotos feitas com o celular – mas sem desembolsar os altos valores cobrados em smartphones topo de linha – também poderão ser beneficiados com o suporte para câmeras com sensor de até 64 MP.

Além disso, a empresa afirma ter aprimorado recursos de inteligência artificial para otimizar efeitos como o Modo Retrato (bokeh) e de embelezamento. As fotos noturnos também devem se beneficiar de um melhor tratamento para redução de ruído.

Ainda não há informações sobre quando os novos chips começarão a chegar ao mercado, nem em quais modelos de smartphones eles serão utilizados.

Com informações: MediaTek

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando