Início » Negócios » Netflix diz que não cancela tantas séries assim: “é o padrão da indústria”

Netflix diz que não cancela tantas séries assim: “é o padrão da indústria”

Netflix respondeu às reclamações e afirmou que mantém equilíbrio entre produções curtas e séries com várias temporadas

Victor Hugo Silva Por

A Netflix costuma ser criticada por cancelar uma quantidade muito alta de séries queridas pelso assinantes. Agora, a empresa respondeu às reclamações e afirmou que não encerra produções com mais frequência do que outros serviços de streaming. Em vez disso, a companhia entende que sua taxa de renovação de séries segue “o padrão da indústria”.

Netflix em Los Gatos

A declaração foi feita pela head global de TV da Netflix, Bela Bajaria, durante o evento de mídia Paley International Council Summit. “Se você olhar para segundas temporadas ou mais, temos uma taxa de renovação de 67%, o que é o padrão da indústria”, argumentou a executiva. Para ela, a impressão de que há muitos cancelamentos acontece porque, muitas vezes, a empresa opta por produzir séries com apenas uma temporada.

“Também acho que é preciso olhar para The Crown, agora com o lançamento da quarta temporada, Grace & Frankie e The Ranch. Tivemos programas de longa duração e sempre teremos uma mistura entre o que é ótimo para contar em forma de uma série limitada e programas que duram várias temporadas”, afirmou.

Bajaria também destacou que cancelar produções é algo “doloroso” e que “ninguém quer fazer isso”. Porém, ela considera correto o modelo da empresa de encomendar a primeira temporada completa de séries em vez de realizar episódios pilotos, ainda que ele possa levar a mais cancelamentos. “Mesmo assim, ainda acredito que uma encomenda de temporada é uma expressão criativa melhor da ideia de um escritor, então ainda acho que é o modelo certo para nós”, comentou.

Netflix não usa métricas da TV

No mesmo evento, o CEO da Netflix, Ted Sarandos, afirmou que o cancelamento de séries pela empresa gera uma repercussão desproporcional. O executivo destacou ainda que a empresa não avalia êxito de uma série com as antigas métricas de emissoras de televisão, que costumam prezar por produções com a maior duração possível.

“As coisas que tiveram sucesso antes da Netflix e do OTT [over-the-top] realmente alcançavam a distribuição. Esse era o objetivo e qualquer coisa que não chegasse a 100 episódios ou passasse as quatro temporadas não parecia um sucesso”, comentou.

“Acho que muitos programas podem ser um sucesso por serem exatamente o que são e você poderia contar essas histórias em duas temporadas, ou uma temporada, ou cinco temporadas. Acho que se fala muito nisso porque é comparado à velha maneira de fazer as coisas”.

Com informações: Deadline.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
7 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Diego M. Viegas (@Diego_Viegas)

Para ela, a impressão de que há muitos cancelamentos acontece porque, muitas vezes, a empresa opta por produzir séries com apenas uma temporada.

Bullshit… A série The Mist é só um exemplo que eu posso citar no momento, em que o episódio final não explicou absolutamente nada e ainda criou mais mistérios na trama. Tudo bem que no caso dessa série a culpa não é totalmente da Netflix, mas sabemos muito bem que esse tipo de cancelamento é muito comum. Não assisti a Sense8, mas soube que quando cancelaram a série na segunda temporada, as reclamações foram tantas que a Netflix se viu obrigada a criar um episódio especial para concluir a trama.

Parei de assistir séries americanas da Netflix logo que surge a primeira temporada. Agora, só assisto se estiver finalizada (leia-se finalizada como “concluída”, e não “cancelada”). Desanimador de mais começar a acompanhar uma história que desenvolve um enredo bacana, e depois saber que não vai poder ver o final porque a série foi cancelada. Entendo que para algumas produções estilo Simpsons até que não causa tanto impacto um cancelamento súbito. Mas quando se trata de uma história com começo meio e fim, acabar dessa forma é no mínimo decepcionante.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

A impressão que me passa é que quando isso acontece, é porque essa série foi pensada para ter mais de uma temporada, porém não teve engajamento e optaram por não renovar, e em alguns casos ela já está até comprado o direito de exibição.

Não sei qual é pior, isso, ou quando a série foi pensada para ter uma temporada e o engajamento é tão bom, que encomendam uma segunda. Conseguem espremer alguma coisa da segunda, mas quando chega na 3º a coisa começa a desandar pois já esticaram ao máximo.

Andre Kittler (@Andre_Kittler)

Cara para, netflix cancela tudo. É desanimante, e é simplesmente burrice ver uma serie de uma temporada hoje pois ela pode ser cancelada porque “metricas”… e então qualquer pessoa com o minimo de controle opta por não ver, esperar renovarem para ter chance de ter umaa historia completa, e então poucos siistem, e então “metricas”,

Mas legal, pode sempre usar as 3 ou 4 que não cancelam como exemplo. Se eu pegar 3 ou 4 politicos tenho como exemplo que o salario do brasileiro é alto e todos que reclamam são chorões…

Adriano Garcez (@Adriano_Garcez)

A Netflix tem de começar a apostar em algumas séries, ou vai perder assinaturas. Ninguém quer começar uma série sem saber que vai ter ao menos uma segunda temporada. Ou vai tudo virar antologia, como “A Maldição”.

A primeira série cancelada na primeira temporada que me deixou chateado foi I Am Not Okay With This. A série tem um potencial enorme, ia crescer muito na segunda temporada, mas cortaram antes da hora. E olha que é bem curta!

@doorspaulo

Netflix tem um problema sério…
Ou a série é cancelada, ou a qualidade vai pelo ralo.

Parece que nenhuma série tem roteiro para mais de uma temporada.

Robson c (@Robson)

Mas essa The Mist nem é da Netflix…

Diego M. Viegas (@Diego_Viegas)

De fato, essa é da Spike. Me deixei levar pelo N que aparece no poster da série, que nos passa a ideia de que houve ao menos um dedo da Netflix naquela produção. Isso não muda o fato de que séries são produzidas e canceladas pela Netflix de forma tão frequente que tem deixado uma galera cada vez mais insatisfeita. Se são séries ruins ou não, aí depende do gosto de cada um.