Início » Internet » YouTube vai exibir fatos sobre vacinas contra COVID-19

YouTube vai exibir fatos sobre vacinas contra COVID-19

As novas informações no YouTube sobre os testes das vacinas contra COVID-19 utilizam fontes checadas e oficiais, como a OMS

André Fogaça Por

O Youtube começou a inserir informações e fatos sobre o atual desenvolvimento das vacinas contra o COVID-19 em painéis de vídeos e na busca do site. O novo recurso é adicionado junto ao que já existe até mesmo no Brasil, com objetivo de combater a desinformação e as fake news.

Aplicativo do YouTube (imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

Aplicativo do YouTube (imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

Se você pesquisar no YouTube por algum termo como COVID-19 ou vacina, é lembrado pelo serviço de vídeos do Google que existem informações oficiais no em órgãos do país onde acontece o acesso. A partir desta semana mais informações como essa serão adicionadas, agora focando no atual estágio de desenvolvimento das vacinas que prometem combater a doença causada pelo novo coronavírus.

YouTube aumenta a quantidade de fontes oficiais

Os novos dados são exibidos nas mesmas caixas já presentes no topo de qualquer busca relacionada com a doença, além do espaço entre o título do vídeo aberto e o fim da interface do player do YouTube. No Brasil o local diz “Veja as informações mais recentes do MS sobre o COVID-19”, com link que o usuário diretamente para a página inicial do Ministério da Saúde.

Nos Estados Unidos este local também começou a exibir “conheça o progresso da vacina”, com links para autoridades locais. No caso americano os endereços associados são dos Centros de Prevenção e Controle de Doenças (CDC) e da Organização Mundial da Saúde. A promessa do YouTube é de lançar o novo recurso globalmente nos próximos dias.

Como o YouTube é a plataforma mais conhecida para disseminação de vídeos de todos os tipos, indo desde canais da imprensa até teorias da conspiração, é importante contar com o maior número possível de ferramentas para filtrar o conteúdo. Melhor ainda quando fontes oficiais são citadas.

Com informações: CNET e The Verge.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação