Início » Internet » Google exige que extensões do Chrome expliquem coleta de dados

Google exige que extensões do Chrome expliquem coleta de dados

Para dar mais transparência, Google obrigará extensões do Chrome a informarem aos usuários quais dados são coletados

Victor Hugo Silva Por

O Google anunciou uma atualização da política de extensões do Chrome com o objetivo de oferecer mais transparência aos usuários. Após definir, em 2019, que os desenvolvedores deveriam solicitar apenas permissões necessárias para o funcionamento das extensões, a empresa informou que vai exigir mais informações sobre os dados que elas coletam.

Extensões do Chrome vão informar quais dados coletam dos usuários (Imagem: Divulgação/Google)

Extensões do Chrome vão informar quais dados coletam dos usuários (Imagem: Divulgação/Google)

A partir de 18 de janeiro de 2021, as páginas de extensões na Chrome Web Store passarão a mostrar detalhes a partir de informações fornecidas pelos desenvolvedores. Ao anunciar a mudança, o Google deu como exemplo um gerenciador de senhas que tem acesso a dados pessoais e de autenticação, além da atividade no navegador.

A área sobre quais dados são coletados só começará a ser exibida no ano que vem, mas os responsáveis pelas extensões já podem indicar quais informações precisam para mantê-las funcionando. No painel para desenvolvedores, é possível apontar que a ferramenta precisa de dados como localização e histórico de navegação dos usuários.

Segundo o Google, as declarações serão exigidas ao publicar ou atualizar uma extensão. Caso uma extensão antiga não seja atualizada e siga sem as informações, a Chrome Web Store informará aos usuários que os desenvolvedores da ferramenta ainda não certificaram que estão de acordo com a política de uso limitado.

Desenvolvedores devem indicar quais dados as extensões têm acesso (Imagem: Divulgação/Google)

Desenvolvedores devem indicar quais dados as extensões têm acesso (Imagem: Divulgação/Google)

Google limita uso de dados

Além de pedir que extensões indiquem quais dados estão coletando, o Google mudou sua política para desenvolvedores garantirem que não estão usando as informações de forma indevida. A empresa vai exigir que os responsáveis pelas extensões declarem que não vendem dados a terceiros, nem os utilizam para fins não relacionados à ferramenta.

A mudanças anunciadas nesta quarta-feira (18) são novas medidas proteger os dados de usuários. Em 2019, o Google ampliou exigências para desenvolvedores com o objetivo de deixar as extensões do Chrome mais seguras. Agora, a ideia parece ser oferecer mais transparência para usuários. Resta saber como a empresa vai fiscalizar se as práticas estão, de fato, sendo seguidas.

Com informações: Android Police, XDA Developers.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação