Início » Celular » iPhone 12 chega ao Brasil em até 30x sem juros ou com desconto de 12%

iPhone 12 chega ao Brasil em até 30x sem juros ou com desconto de 12%

iPhone 12, 12 Mini, 12 Pro e Pro Max têm preços a partir de R$ 6.999; veja parcelamento de preço e descontos à vista em lojas online

Felipe Ventura Por

O iPhone 12, 12 Mini, 12 Pro e Pro Max estão chegando aos clientes do Brasil a partir desta sexta-feira (20) após um período de pré-venda: os celulares da Apple têm preços a partir de R$ 6.999 e não incluem fone de ouvido nem carregador na caixa. Todos são compatíveis com o 5G DSS oferecido pela Claro, Vivo e TIM; eles podem ser adquiridos com desconto à vista ou em até 30 vezes sem juros em cartões de loja.

iPhone 12 Pro e Pro Max (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

iPhone 12 Pro e Pro Max (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Devido ao preço salgado, o iPhone 12 talvez exija um prazo mais longo que o tradicional parcelamento em doze vezes. No entanto, você só encontra condições de pagamento mais generosas se tiver o cartão da loja. O Tecnoblog reuniu algumas das varejistas que dividem em mais vezes:

  • 30 vezes sem juros: Casas Bahia, Ponto Frio, Magazine Luiza
  • 18 vezes sem juros: Extra online (ou 24x com juros de 1,99% ao mês)
  • 15 vezes sem juros: Submarino, Americanas, Shoptime (ou até 36x com juros de 0,99% ao mês)

Se você estiver com o dinheiro em mãos, pode pagar o iPhone 12 à vista com desconto de 12% em diversas lojas, incluindo Casas Bahia, Ponto Frio, Extra online e Fast Shop. No Submarino, Americanas e Shoptime, o cliente recebe o desconto de 12% mais cashback de 3% se pagar com a carteira Ame Digital.

iPhone 12 em 30 vezes sem juros no cartão da loja (Imagem: Reprodução/Casas Bahia)

iPhone 12 em 30 vezes sem juros no cartão da loja (Imagem: Reprodução/Casas Bahia)

Quanto custa iPhone 12 com carregador e fone?

O iPhone 12 brasileiro é, por enquanto, o mais caro do mundo, se levarmos em consideração os preços oficiais da Apple. E há algo de diferente este ano: eles vêm sem adaptador de tomada e sem fones de ouvido; o mesmo passou a ocorrer com o iPhone XR, SE e 11. (A Apple foi notificada pelo Procon-SP e Senacon por causa disso.)

O carregador de 20W com porta USB-C custa R$ 199 na Apple Store, mesmo preço do acessório de 5W com USB-A que acompanhava a maioria dos iPhones. Os EarPods, por sua vez, têm preço oficial de R$ 219. Se você quiser recriar o conteúdo antigo da caixa, precisa gastar R$ 7.400 no iPhone Mini.

Modelo Espaço Preço sugerido Preço com carregador e fone
iPhone 12 Mini 64 GB R$ 6.999 R$ 7.417
iPhone 12 64 GB R$ 7.999 R$ 8.417
iPhone 12 Pro 128 GB R$ 9.999 R$ 10.417
iPhone 12 Pro Max 128 GB R$ 10.999 R$ 11.417

Você consegue reaproveitar fones antigos se forem sem fio, se tiverem o conector Lightning, ou se você possuir o adaptador com entrada 3,5 mm (R$ 99 na loja da Apple). No caso do carregador, pode ser mais difícil: o iPhone 12 vem com cabo USB-C, mas os modelos anteriores vinham com o adaptador USB-A, com exceção do iPhone 11 Pro e Pro Max.

O Tecnoblog está com o iPhone 12, 12 Mini, 12 Pro e Pro Max para testes, e vamos publicar os reviews nas próximas semanas. O que você quer saber sobre eles?

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
20 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

² (@centauro)

Dois anos e meio pagando por um smartphone.
Dois. Anos. E. Meio.

Sem chance.

Juliano Pereira de Castro (@JulianoJPC)

Sobre o parcelamento. Se a pessoa não tiver o azar de ser furtada/roubada, o smartphone dura fácil dois anos e meio, ao menos em desempenho. E com certeza conseguirá mais em revenda do que qualquer android com um ano ou mais.

Gigo CAP (@GigoCAP)

Douglas, iPhone é artigo de luxo só no Brasil, meu caro. Comparar com LV é beeeeeeem deslocado da realidade.

Pra se ter ideia, minha cunhada vai pagar 30 dólares por mês no aparelho pela operadora dela.

E acrescento: Você não consegue parcelar uma bolsa da LV em 30x, pelo simples fato de que quem está nesse mercado de luxo, não precisa desse esforço das lojas e instituições financeiras.

Julio Andrade (@Julio)

Desculpem-me os fãs mas pagar tudo o que a Apple cobra em um iPhone no Brasil já é coisa pra idiota, parcelar em 30x é além. Produto de luxo? Me poupem. Smartphone de luxo é um personalizado pela Caviar ou pela finada Vertu, iPhone não passa de uma coisa trivial em todos os lugares minimamente civilizados. E se uma pessoa precisa passar 2 anos e meio pagando um bem de consumo como um telefone é porque ela na prática NÃO TEM CONDIÇÕES de ter um, caso contrário compraria a vista, e algo está bem errado na vida dela.

Luiz Fernando S.R. (@Luiz_Fernando_S.R)

Sinceramente, 12 mil para um celular meia boca é surreal. Design parecido com o 4S. Inovação zero.

Ano que vem vão lançar, desse jeito, o 5s repaginado como iPhone 13, por 13 mil?

Virá numa caixa de ovo ou numa sacola do Walmart?

Provavelmente Virá a caixa dentro da sacola. Mas sem o celular dentro. Kkkkkkkkkkkkkk

Que mancada. E tem gente que compra. O que é impressionante. Coisa da fã boy, só pode.

Usei Apple por 7 anos. Depois da Samsung, pude perceber que qualidade de construção de nada adianta se não tiver qualidade de sistema, que não impõe limites e nem dificulta a vida do usuário em nome de “proteger” o sistema.

Hoje, tem vários Android com qualidade em muitos itens, superando facilmente a Apple. A tela já é Samsung. Em breve a câmera.

Pagar o valor mais caro do mundo no iPhone, não é só abusivo, e problema de estar no Brasil. É também completa ausência de raciocínio. Uma piada.

Mickey (@Mickey)

Vai vender igual água! E a maioria ainda vai achar que está pagando “baratinho” por mês.