Início » Finanças » Preço do bitcoin ultrapassa R$ 100 mil pela primeira vez

Preço do bitcoin ultrapassa R$ 100 mil pela primeira vez

Bitcoin atinge preço histórico em real, valorizando 250% desde o início do ano; alta está relacionada à criptomoeda em si e ao dólar

Felipe Ventura Por

O bitcoin atingiu uma alta histórica em real, ultrapassando o marco de R$ 100 mil nesta sexta-feira (20); seu valor subiu quase 250% desde o início do ano. Isso se deve à valorização da criptomoeda em si e à alta do dólar; o último pico de preço havia ocorrido no final de 2017.

Bitcoin Imagem: Andre Francois/Unsplash)

Bitcoin (Imagem: Andre Francois/Unsplash)

Por que preço do bitcoin subiu?

Como nota o Ars Technica, o Bitcoin passou de US$ 18 mil nesta semana pela primeira vez desde dezembro de 2017. Várias empresas grandes, especialmente na área de serviços financeiros, vêm demonstrando interesse: o PayPal expandiu o suporte a criptomoedas nos EUA, permitindo comprar, vender e armazenar na carteira digital.

A Square, cofundada por Jack Dorsey do Twitter, anunciou em outubro um investimento de US$ 50 milhões em bitcoins. A MicroStrategy, que vende software de análise de dados para empresas, aplicou US$ 425 milhões em bitcoin nos últimos meses. E o bilionário mexicano Ricardo Salinas Pliego revelou há alguns dias que 10% de seu portfólio está investido em bitcoin.

A disparada do bitcoin para os brasileiros também está relacionada à alta do dólar. Tivemos um pico no final de 2017, quando a moeda americana valia cerca de R$ 3,30; agora, ela gira em torno de R$ 5,50.

É possível comparar essa disparidade conferindo o gráfico em dólares

Bitcoin em dólar (Imagem: Reprodução/TradingView)

Bitcoin em dólar (Imagem: Reprodução/TradingView)

… e em reais:

Bitcoin em real (Imagem: Reprodução/TradingView)

Bitcoin em real (Imagem: Reprodução/TradingView)

Esse otimismo parece ter influenciado outras criptomoedas, que também estão tendo alta — caso do Bitcoin Cash, ether (do blockchain ethereum), litecoin e XRP. No último boom do bitcoin, em 2017, eu disse que esperava ver o preço ultrapassando os US$ 20 mil, o que ainda não aconteceu. Será que agora vai?

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
3 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

// (@Francisco)

A cada 3 anos o BTC explode, isso é impressionante. Esperei 3 anos por esse momento e perdi

Aleksandr Kopelevich (@AKopelevich)

Na verdade não perdeu ainda, tecnicamente falando.

Os ciclos do BTC não são de 3 anos, são de 4. Após seu halving (quando a recompensa pela mineração diminui pela metade), o bitcoin começa uma subida com a tentativa de bater seu All Time High (ATH) prévio. Isso se dá em média, 6 meses após o halving – o que está acontecendo agora.

Nesse momento, o BTC tentará passar seu ATH, mas não conseguirá segurar muito tempo. É aí que as outras moedas de alto Marketcap entram: ETHEREUM, XRP, Litecoin, Cardano, Binance Coin, etc. O dinheiro começa a fluir para essas moedas e há uma explosão de preços (está acontecendo desde ontem).

Depois de alguns meses (em nosso timeframe, mais ou menos em Março/2021), as altcoins vão corrigir e estabilizar, enquanto o BTC irá subir aos poucos durante o ano – para finalmente explodir numa segunda onda no final do ano (quando as altcoins o acompanharão também).

Dito isso, não espere uma subida sem emoções. Correções de 30%, 40% e até 50% são muito comuns nesse bull market.

Sugiro estudar esses ciclos, antes de pensar em investir. E jamais invista dinheiro essencial para sua vida. Somente aquilo que vc poderia pegar e queimar no quintal de casa, sem sentir culpa (é forte, mas uma boa analogia para investir apenas aquilo que está disposto a perder).