Início » Jogos » Nem todo jogo gratuito é free-to-play; veja 5 games grátis de verdade

Nem todo jogo gratuito é free-to-play; veja 5 games grátis de verdade

Entenda o que são jogos free-to-play, a diferença para os com compras in-app e freemium, e conheça 5 títulos que não cobram nada

Ronaldo Gogoni Por

Os jogos free-to-play para celulares e consoles possuem mais de um modelo de negócios, e nem todos eles são gratuitos no sentido real da palavra. Há aqueles que possuem compras internas, ou que usam sistemas que incentivam o jogador a gastar continuamente. Entenda a diferença entre os jogos free-to-play e os gratuitos de verdade, e conheça 5 games que não cobram nada do jogador.

Call of Duty Mobile no celular (Imagem: ITECHirfan/Pixabay) / free to play

Call of Duty Mobile no celular (Imagem: ITECHirfan/Pixabay)

Tipos de jogos free-to-play

A categoria de jogos gratuitos compreende mais de um modelo de negócios, onde os mais conhecidos são os free-to-play de verdade, que não cobram absolutamente nada do jogador, os jogos com compras in-app, que vendem conteúdos internamente, e o seu derivado freemium, que usa um modelo de negócios mais complexo.

Vamos conhecer cada um deles:

Free-to-play

O jogo free-to-play de verdade não tem modelos de monetização que fazem o jogador gastar dinheiro. Seus recursos e atividades estão disponíveis desde o início, e novas fases que venham a ser introduzidas depois não são cobradas.

Tais jogos lucram com publicidade, na forma de banners ou anúncios que não podem ser pulados.

Compras in-app

O jogo é distribuído gratuitamente contendo algumas mecânicas e recursos livres. No entanto, ele oferece compras internas (in-app purchases) que variam de armas a itens, personagens, capítulos da história, novas fases ou moedas premium, para serem gastas internamente.

Este último item é essencial para o terceiro modelo de negócios dos jogos gratuitos, derivado dos com compras in-app, que é o…

Freemium

Em latim, "mium" significa "não exatamente" (Imagem: South Park Studios/Comedy Central/ViacomCBS) / free to play

Em latim, “mium” significa “não exatamente” (Imagem: South Park Studios/Comedy Central/ViacomCBS)

O jogo freemium é distribuído de graça com quase todos os modos livres, mas alguns recursos são bloqueados, ou usam contadores que se esgotam. Isso impede o jogador de progredir por um tempo, a menos que ele gaste uma moeda corrente interna para continuar jogando.

Jogos freemium, no entanto, usam dois tipos de moedas internas: uma comum, que pode ser acumulada jogando, e outra premium, reservada a itens, personagens, reset de contadores/desbloqueio de atividades e etc, que só pode ser comprada com dinheiro de verdade.

Alguns jogos distribuem moedas premium de forma limitadíssima em atividades e eventos específicos, enquanto outros a mantêm permanentemente atrás de um paywall.

Embora mais usado em jogos mobile, o modelo freemium também é adotado por títulos como Fortnite, Dauntless, Genshin Impact e Destiny 2, entre outros disponíveis para computadores e consoles de mesa.

Genshin Impact, por sua vez, é um “gacha game“, um tipo de jogo freemium que usa um sistema de roleta de personagens e itens, desenvolvido para viciar o jogador e forçá-lo a gastar dinheiro real continuamente.

5 games gratuitos de verdade

Para quem não quer quebrar o cofrinho, aqui está nossa lista com 5 games free-to-play de verdade, sem nenhum tipo de compras in app:

1. Stranger Things: The Game (iOS, Android)

Stranger Things: The Game (Imagem: BonusXP/Netflix)

Stranger Things: The Game (Imagem: BonusXP/Netflix)

Não confunda este jogo com o baseado na 3ª temporada da série da Netflix, que é pago. Stranger Things: The Game (iOS, Android) foi lançado em 2017, pouco antes da estreia da 2ª temporada. Trata-se de um RPG de ação retrô, similar ao clássico The Legend of Zelda: A Link to the Past (Super NES), e totalmente free-to-play.

A trama é original mas segue fielmente o plot geral da série, e conta com 8 personagens diferentes controláveis, de Eleven ao chefe de polícia Hopper.

2. Sonny (iOS, Android)

Sonny (Imagem: Krin Juangbhanich/Armor Games)

Sonny (Imagem: Krin Juangbhanich/Armor Games)

O RPG gratuito Sonny (iOS, Android) é um remake que combina elementos dos originais Sonny e Sonny 2, jogos em Flash lançados respectivamente em 2007 e 2009.

Na trama, o jovem Sonny foi revivido como um zumbi sem memória de sua vida anterior, mas por ter consciência, é capaz de lutar contra outros zumbis e inimigos, enquanto reúne aliados para tentar descobrir seu passado, e talvez, salvar o mundo no processo.

3. ULTRAFLOW (iOS, Android)

ULTRAFLOW (Imagem: Ultrateam)

ULTRAFLOW (Imagem: Ultrateam)

ULTRAFLOW (iOS, Android) é um puzzle free-to-play de verdade com visual minimalista, porém desafiador. O jogador deve levar a bolinha do ponto de partida até o destino, respeitando o contador que limita o número de “quicadas”, seja nos cantos da tela, ou em elementos no cenário.

Curiosamente ULTRAFLOW não exibe anúncios, sendo assim um dos raros jogos sem nenhum modelo de monetização.

4. Rowdy City Wrestling (iOS*, Android)

Rowdy City Wrestling (Imagem: Brad Erkkila/Colin Lane Games)

Rowdy City Wrestling (Imagem: Brad Erkkila/Colin Lane Games)

Rowdy City Wrestling é uma versão revisada de Rowdy Wrestling, jogo de luta livre estilo Arcade com física desengonçada. Aqui, a mecânica é mais tradicional e próxima de um beat’em up, como Streets of Rage 4, com a adição de um modo carreira e uma história.

Rowdy City Wrestling é um jogo totalmente gratuito apenas no Android; a versão para iOS contém compras in-app.

5. The Awesome Adventures of Captain Spirit (PlayStation, Xbox, Windows)

The Awesome Adventures of Captain Spirit (Imagem: Dontnod Entertainment/Square Enix) / free to play

The Awesome Adventures of Captain Spirit (Imagem: Dontnod Entertainment/Square Enix)

Tecnicamente este jogo possui compras in app, pois permite adquirir a temporada inteira de Life is Strange 2, mas a demo free-to-play The Awesome Adventures of Captain Spirit (PlayStation, Xbox, Windows) é uma aventura completa, que não depende do jogo pago.

Aqui você controla Chris, um garoto que assume a identidade de Captain Spirit e projeta sua imaginação na realidade ao seu redor. Algumas das escolhas tomadas na demo influenciam a experiência em Life is Strange 2.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando