Início » Aplicativos e Software » Twitter testa Audio Spaces com salas de bate-papo em voz

Twitter testa Audio Spaces com salas de bate-papo em voz

Espaços poderão ser abertos ou fechados, e usuários poderão interagir com emojis, além das mensagens por voz

Ana Marques Por

Em meados de novembro, o Twitter anunciou a chegada de um novo recurso chamado Audio Spaces, que permite criar salas de bate-papo para conferências por voz. Na época, a empresa não deu muitos detalhes sobre a função, mas parece que agora, a plataforma começou a testá-la.

Twitter (Imagem: Brett Jordan/Unsplash)

Twitter (Imagem: Brett Jordan/Unsplash)

A informação foi descoberta pela desenvolvedora Jane Manchun Wong, conhecida por seu histórico de descobertas de novos recursos em redes sociais. Nos prints publicados por Wong em seu perfil no Twitter, é possível notar que as salas do Audio Spaces poderão ser abertas ou restritas, de acordo com uma configuração de privacidade escolhida pelo usuário.

Além disso, se nada for alterado até o lançamento oficial do recurso, será possível convidar amigos para as salas via DM, tweet ou por meio de um link direto.

Twitter Audio Spaces

Twitter Audio Spaces (Imagem: Reprodução/Jane Wong)

Opções de áudio e interação do Audio Spaces

Por padrão, ao entrar em uma sala de bate-papo por voz no Twitter, os usuários terão seus microfones desabilitados, como precaução contra ruídos durante uma sessão. O criador do espaço terá o poder de selecionar quem pode falar durante uma reunião.

Além de conversas por voz, os usuários ainda poderão interagir por meio de emojis durante as chamadas.

Wong também conseguiu capturas que indicam a presença de um recurso de transcrição para as conversas por voz, provavelmente ser uma função pensada para acessibilidade.

Moderação

Até o momento, o Audio Spaces está em beta privado, mas o Twitter já anunciou que uma versão beta pública deve ser lançada em breve para que um grupo de usuários da plataforma possa experimentar a nova função. A empresa pretende incluir pessoas “desproporcionalmente afetadas por abusos e danos na plataforma: mulheres e pessoas de origens marginalizadas” entre os testadores.

A ideia é testar algumas features importantes, como a denúncia por conteúdo inapropriado. Usuários poderão reportar espaços por infrações relacionadas a diversas categorias, entre elas, violência, conteúdo sexual ou comportamento abusivo.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caleb Enyawbruce (@Enyawbruce)

Estão querendo surfar a onda do Zoom