Início » Celular » Samsung não planeja desenvolver novo Galaxy Note para 2021

Samsung não planeja desenvolver novo Galaxy Note para 2021

Fontes afirmam que os empenhos da Samsung para um próximo Galaxy Note agora estão nos aparelhos dobráveis da marca coreana

André Fogaça Por

Aparentemente a Samsung está pronta para não lançar um novo Galaxy Note no ano que vem. O rumor aquece outros boatos que levam para a mesma direção, tornando os aparelhos da linha Galaxy S como os únicos topo de linha da empresa coreana no mercado mundial.

Galaxy Note 20 Ultra (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Galaxy Note 20 Ultra (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Quando o Galaxy Note surgiu no mercado, em 2011, seu chamariz estava dividido em duas partes importantes: ele era basicamente o primeiro phablet (lembra desse nome?) e até hoje é o único celular com caneta stylus, que vai além da simples canetinha para deixar o toque na tela mais preciso. Atualmente os Galaxy S utilizam basicamente o mesmo tamanho de tela e têm poder de fogo idêntico no hardware, com a única alteração na falta da S Pen.

A cada vez menor lista de diferenças criou dois topos de linha muito semelhantes, com apenas a data de lançamento mudando entre primeiro e segundo semestre do ano. Isso deve mudar já a partir de 2021, quando a Samsung pode deixar de lançar um novo Galaxy Note e levará a S Pen para o Galaxy S21. Além disso, os smartphones dobráveis devem receber suporte para a canetinha, mas esta será vendida separadamente.

As informações vêm de três fontes próximas ao assunto. Uma segunda fonte confirmou que o empenho da Samsung para a criação dos Galaxy Note está aplicado nos aparelhos dobráveis – isso, no plural mesmo.

A pandemia pode ter ajudado para o fim do Galaxy Note

Enquanto o Galaxy S20 foi anunciado em fevereiro deste ano, um mês teoricamente considerado “pré-pandemia”, o Galaxy Note 20 apareceu já em evento virtual no dia cinco de agosto. Exatamente dentro do surto mundial de COVID-19 e este detalhe pode ter auxiliado na decisão de terminar esta linha de smartphones.

Os números de vendas divulgados pela consultoria Counterpoint, quando comparados, mostram que a expectativa da Samsung é de vender 8 milhões de unidades dos aparelhos Galaxy Note neste ano, contra menos de 30 milhões para a série Galaxy S no mesmo período. A diferença de preço também pode explicar os números, já que existem modelos mais simples (menos caros) dos Galaxy S20 e isso não acontece no Galaxy Note 20.

Com informações: Reuters.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando