Início » Finanças » PicPay vai reduzir número de saques grátis no Banco24Horas

PicPay vai reduzir número de saques grátis no Banco24Horas

PicPay muda regra para retiradas de dinheiro em caixas eletrônicos Banco24Horas; confira bancos com saque gratuito

Felipe Ventura Por

O PicPay está avisando seus clientes sobre uma mudança nas regras do saque: os usuários terão apenas uma retirada grátis por mês na rede Banco24Horas de caixas eletrônicos; as transações seguintes custarão R$ 6,90 cada. O Banco Inter e C6 Bank oferecem saques gratuitos, assim como a carteira digital Itaú Iti.

App do PicPay (Imagem: Lucas Lima / Tecnoblog)

App do PicPay (Imagem: Lucas Lima/Tecnoblog)

“Atenção, nossos termos de uso sofreram alterações”, avisa o app do PicPay. “A partir do dia 01/01/2021, você poderá fazer 1 saque gratuito por mês no Banco24Horas. A partir do 2º saque, será cobrada uma tarifa no valor de R$ 6,90 em cada saque.”

O saque digital foi lançado no PicPay em 2019: com ele, o usuário escaneia um QR code na tela do caixa eletrônico usando o celular. Isso era ilimitado até julho de 2020, quando a fintech colocou uma restrição de até dois saques grátis por mês. A partir de janeiro de 2021, o limite cai para apenas uma retirada mensal inclusa.

Bancos têm saque grátis de dinheiro

Felizmente, há outras empresas que oferecem saques grátis. O Tecnoblog preparou uma lista das principais fintechs e suas respectivas condições para retirada de dinheiro:

  • Inter: grátis (limite de R$ 3.000 por dia)
  • C6 Bank: grátis (limite de R$ 1.000 por dia para cartão C6)
  • Itaú Iti: grátis (limite de R$ 600 por dia)
  • PicPay: um saque gratuito, depois R$ 6,90 cada — vale a partir de janeiro de 2021
  • Mercado Pago: R$ 4,90 por saque
  • Nubank: R$ 6,50 por saque
  • PagSeguro: R$ 7,50 por saque
PicPay limita saques grátis (Imagem: Reprodução/PicPay)

PicPay limita saques grátis (Imagem: Reprodução/PicPay)

O PicPay se popularizou este ano, em grande parte, devido ao auxílio emergencial. A Caixa impôs algumas restrições para transferências e saques, dizendo que precisava evitar aglomerações nas agências bancárias. Então, diversas pessoas recorreram às carteiras digitais para depositar os R$ 600 via boleto, um tipo de transação que é liberado pelo Caixa Tem.

Também é possível usar o cartão de débito virtual Elo gerado no Caixa Tem. No entanto, desde pelo menos novembro, o PicPay cobra uma taxa de 1,99% sobre esse tipo de transação. Isso significa que, ao transferir R$ 600 do auxílio, o cliente paga cerca de R$ 12 e fica com R$ 588 disponíveis para usar. A transferência via boleto não paga taxa.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Parece que a fonte de dinheiro do PicPay tá secando, estão cortando os benefícios.