Início » Negócios » HBO Max é “o pior serviço de streaming”, diz Christopher Nolan

HBO Max é “o pior serviço de streaming”, diz Christopher Nolan

Christopher Nolan, diretor de Batman, critica Warner por lançar filmes de 2021 em cinemas e no HBO Max ao mesmo tempo

Felipe Ventura Por

Na semana passada, a WarnerMedia anunciou que todos os seus 17 filmes de 2021 serão lançados ao mesmo tempo nos cinemas dos EUA e no HBO Max. Christopher Nolan, diretor de Batman: O Cavaleiro das Trevas, A Origem, Interestelar e Tenet, deixou bem claro que odiou esse plano, reclamando que esse é o “pior serviço de streaming”.

Christopher Nolan em 2010 (Imagem: popculturegeek/Flickr)

Christopher Nolan em 2010 (Imagem: popculturegeek/Flickr)

Em entrevista ao Entertainment Tonight, Nolan diz estar descrente com a Warner por ter feito segredo sobre a decisão, informando os cineastas minutos antes de divulgar a novidade ao público. “Há muita polêmica em torno disso porque eles não contaram para ninguém”, ele afirma.

“Em 2021, eles têm alguns dos maiores cineastas do mundo, algumas das maiores estrelas do mundo que trabalharam por anos, em alguns casos, nesses projetos… pensados para serem experiências de tela grande”, explica Nolan. Para ele, a Warner vai tomar prejuízo com esses filmes para estimular “um serviço de streaming incipiente sem qualquer consulta”.

O diretor acredita que a experiência do cinema vai se recuperar no longo prazo, quando sair a vacina contra COVID-19 e as salas reabrirem. “O que temos agora em nosso setor é muito uso da pandemia como uma desculpa para uma espécie de briga por vantagens de curto prazo, e é realmente lamentável”, ele diz ao ET.

Em comunicado ao The Hollywood Reporter, Nolan comenta a estratégia do HBO Max: “alguns dos maiores cineastas e estrelas de cinema de nossa indústria foram para a cama na noite anterior pensando que estavam trabalhando para o melhor estúdio de cinema, e acordaram para descobrir que estão trabalhando para o pior serviço de streaming”.

HBO Max (Imagem: Divulgação)

HBO Max (Imagem: Divulgação)

HBO Max vs. indústria do cinema

Segundo o THR, a Warner queria evitar a humilhação de bilheterias potencialmente fracas em 2021, enquanto tentava agradar executivos obcecados pelo mercado de streaming. Esse seria um relançamento do HBO Max, que estreou em maio nos EUA e conseguiu só 8,6 milhões de assinantes até agora (o Disney+ já passou dos 70 milhões).

Nos bastidores, a indústria cinematográfica vem criticando a estratégia da Warner por minar a recuperação das salas de cinema, já que muitos vão assistir em casa em vez de arriscar pegar COVID-19 para ver um filme. Há também a questão da pirataria: cópias em 4K retiradas do HBO Max devem circular pela internet pouco tempo após o lançamento.

A Legendary Entertainment, que financiou Duna e Godzilla vs. Kong, cogita processar a Warner. O HBO Max também receberá Matrix 4, O Esquadrão Suicida, Invocação do Mal 3: A Ordem do Demônio, Mortal Kombat, Tom & Jerry, entre outros, que ficarão um mês no streaming e sairão do catálogo. O serviço está disponível apenas nos EUA; em outros países, como o Brasil, os filmes irão apenas para as salas de cinema.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
11 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Reinaldo Boson (@Ticano)

“como o Brasil, os filmes irão apenas para as salas de cinema”

hehehehehehehehehe, no mesmo dia, como se nos EUA estivesse.

André Gorgen (@Banana_Phone)

Baixei Tenet usando a Internet do hotel, hehehe
Como eu viajo muito a trabalho, vou continuar baixando só nos hotéis, já que eles não tem controle de usuário, quero ver a puliça me pegar.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

tinha um aqui no fórum falando que teve dinheiro bloqueado judicialmente, fora que a empresa conseguiu judicialmente os dados do cliente com a Claro, então pra que arriscar? em outros países é bem comum esse tipo de cobrança/multa.