Início » Telecomunicações » Brasileiros receberam 50 ligações de spam por mês em 2020

Brasileiros receberam 50 ligações de spam por mês em 2020

Brasil é o país mais afetado por chamadas indesejadas no mundo; maioria das ligações são tentativas de golpe

Lucas Braga Por

A Truecaller divulgou um relatório com os 20 países mais afetados por ligações de spam em 2020, e o Brasil é o local que mais sofreu a prática. A média de 50 chamadas indesejadas por mês e o aumento de 9% na comparação com o ano anterior foram suficientes para posicionar o país no 1º lugar do ranking.

Ligação com o Atrio Londres

Brasileiros recebem 50 ligações indesejadas por mês (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

O estudo também aponta o impacto da pandemia de COVID-19 nas ligações: a plataforma registrou queda no número de chamadas indesejadas em abril, quando diversos governos implementaram medidas de isolamento social. Isso não durou muito, pois em maio os spams entraram em ritmo de crescimento.

A companhia afirma que sua plataforma foi capaz de identificar e bloquear 31,3 bilhões de chamadas indesejadas. O estudo foi feito com base em dados anônimos coletados pelo aplicativo móvel do Truecaller entre janeiro e outubro de 2020.

Maioria das ligações indesejadas são tentativas de golpe

No levantamento da Truecaller, os brasileiros receberam 49,9 ligações indesejadas por mês em 2020. A maioria dos telefonemas são tentativas de golpe, que respondem por 48% do total, seguido por serviços financeiros (42%), operadoras de telecomunicações (6%) e telemarketing (4%).

A Truecaller afirma que houve uma mudança em relação à origem das chamadas indesejadas: no ano passado, metade dos spams eram feitos por operadoras de telefonia e provedores de internet. Ao mesmo tempo, as tentativas de golpe cresceram 9% no ano e 141% desde 2017.

Talvez a queda dos spams de operadoras esteja relacionada com a plataforma Não Me Perturbe, lançada em abril de 2019. O serviço permite bloquear ligações de telemarketing da Algar, Claro/NET, Oi, Sercomtel, Sky, TIM e Vivo; em apenas uma semana, o serviço teve 1,5 milhão de cadastros.

O segundo país com maior número de ligações de spam é os Estados Unidos. Por lá, 33% das chamadas são tentativas de golpe. A prática trouxe prejuízo a 56 milhões de vítimas, que pagaram de US$ 19,7 milhões aos golpistas.

Com informações: Truecaller

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando