Início » Aplicativos e Software » WhatsApp critica recurso da App Store sobre privacidade

WhatsApp critica recurso da App Store sobre privacidade

App Store destacará dados coletados por aplicativos; WhatsApp aponta vantagem indevida para app Mensagens, da Apple

Victor Hugo Silva Por

O WhatsApp não recebeu bem uma nova regra da App Store. A partir de janeiro de 2021, a loja vai exibir quais informações são coletadas pelos aplicativos para ajudar usuários a terem mais controle sobre a privacidade. Para o mensageiro, a Apple trata apps de terceiros e seus próprios aplicativos de maneira desigual.

WhatsApp (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

WhatsApp (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

Segundo o Axios, o WhatsApp acredita que a exigência dará uma vantagem indevida para o aplicativo Mensagens. Como vem pré-instalado no iPhone, ele não tem uma página na App Store para indicar quais dados são coletados. A Apple alega que as regras valem para todos e que exibirá em seu site informações sobre coleta de dados de apps próprios.

Para o WhatsApp, os detalhes devem aparecer da mesma maneira na App Store, sejam apps de terceiros ou da Apple. A plataforma também criticou a forma com que a loja vai informar aos usuários quais dados são coletados. Na sua avaliação, o modelo usa categorias amplas que não esclarecem a atividade de cada app.

A Apple exigiu que os desenvolvedores informassem até terça-feira (8) quais dados os seus aplicativos coletam. A página do WhatsApp, por exemplo, terá selos indicando que ele tem acesso a dados como contatos, informações financeiras, compras, localização aproximada e conteúdo de usuários (como foto de perfil e nomes de grupos).

A avaliação do WhatsApp é de que os termos podem fazer a coleta parecer maior do que é de fato. Em seu blog, o aplicativo detalhou as informações que tem acesso e argumentou que coleta o mínimo de informações necessárias.

Conflito entre Apple e Facebook

A mudança na App Store faz parte de uma atenção maior da Apple com privacidade. Outra decisão nesse sentido envolve uma alteração no iOS 14 para forçar apps a obterem permissão para rastrear usuários. O Facebook, dono do WhatsApp, não gostou da medida e afirmou que ela pode reduzir em mais de 50% o faturamento com anúncios fora da rede social, isto é, em apps e sites de terceiros.

A Apple, por sua vez, afirmou que considera a privacidade um direito fundamental e que o Facebook realiza uma coleta excessiva de dados. A empresa alegou ainda que adiou a mudança no iOS 14 para o início de 2021 para dar aos desenvolvedores mais tempo para adaptarem apps e práticas de coleta de dados.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Mas a “informação nutricional” como eles chamam, valerá para apps da Apple também.

Sim, a Apple também coleta dados, principalmente nas betas. Mas mesmo durante a configuração, ela te perguntar se gostaria de compartilhar seus dados para aprimorar os serviços. Nas configurações tem os toggles para aceitar partilhar os dados. Sempre enfatizando que a coleta é anônima.

Nenhuma empresa tem a política perfeita, porém o importante é estar evoluindo na questão.