Início » Jogos » App da Samsung promete acelerar jogos em celulares Galaxy

App da Samsung promete acelerar jogos em celulares Galaxy

O app criado pela Samsung permite que desenvolvedores criem atualizações com ajustes finos na GPU para rodar melhor os games

André FogaçaPor

A Samsung lançou um aplicativo chamado GameDriver, que promete melhorar o desempenho de jogos em alguns de seus smartphones. Este aumento de performance acontece com ajuda de atualizações entregues diretamente na placa gráfica dos aparelhos da marca.

Samsung Galaxy Note 20 Ultra (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy Note 20 Ultra (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

A marca asiática diz que trabalha com proximidade em mais de 50 parceiros, incluindo estúdios de desenvolvimento dos jogos, distribuidoras dos games, desenvolvedores de ferramentas para este público, criadores de engines e também as empresas responsáveis pela fabricação das placas gráficas – como a ARM e a Qualcomm. Outros nomes de peso incluem ChuckleFish, Crytek e Unity.

O objetivo é de realizar ajustes finos para que a GPU de smartphones Samsung trabalhe com mais fôlego e eficiência em jogos específicos, mais ou menos como já fazem Nvidia e AMD quando lançam atualizações para drivers das placas gráficas nos PCs.

“A Samsung desenvolve e oferece suas próprias ferramentas e SDKs como o GPUWatch e Galaxy GameSDK, que ajudam os desenvolvedores de jogos a encontrar gargalos de recursos e resolver problemas de desempenho em tempo real”, comenta a empresa. “Os SDKs são integrados com as principais engines dos games como o Unity Adaptive Performance, para orientar desenvolvedores de maneira fácil”, complementa.

Além do aplicativo, a Samsung também compartilha seus engenheiros para que os desenvolvedores tirem dúvidas, indo até mesmo para a colaboração direta na programação do título.

Já existem jogos com melhorias em celulares Samsung

Mesmo com o lançamento do GameDriver acontecendo nesta semana, três jogos famosos já estão na lista de games que recebem melhorias do app: Call of Duty: Mobile, Black Desert e Fortnite – o terceiro deles é exclusivo da Galaxy Store, se você não considerar o instalador da Epic e que precisa ser baixado por fora da Play Store.

A Samsung não é a única empresa de celulares a lançar um aplicativo que facilita a atualização de GPUs. Este caminho foi recentemente trilhado pelas chinesas Xiaomi e Oppo, com soluções muito semelhantes ao anunciado pela marca coreana.

Por enquanto o GameDriver está disponível somente para os aparelhos da linha Galaxy S20 e os Galaxy Note 20. Existe a promessa de outros modelos também receberem o app, mas ainda sem previsão de lançamento. Se você tem um dos dois smartphones, basta clicar nos links abaixo para baixar o aplicativo pela Play Store.

Com informações: Samsung.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Sérgio (@trovalds)

Desenvolver pra Android já é ruim pelo excesso de aparelhos e variações. E você ainda tem que lidar com APIs proprietárias (no caso mais delas ainda).

Daí o desenvolvedor mobile fala que é mais fácil desenvolver pra iOS e iPadOS e leva esculacho.

Ismael Faleiro (@Ifaleiro)

Aqui não mudou nada, comprei um s20+ recentemente, porém o pubg trava demais… não adianta nem baixar os gráficos… Aguem sabem o que fazer?

Águia Solitária (@LonelyEagle)

Achava que o Android tinha mais suporte a APIs livres (como a Vulkan), por ser baseado em software livre. Você fala das APIs das placas gráficas?

Sérgio (@trovalds)

APis proprietárias de cada fabricante em geral.

Explicando melhor: o Android não faz exatamente tudo. Algumas coisas precisam de APIs especializadas (Bixby, por exemplo). Daí se um desenvolvedor quer que seu aplicativo seja suportado pela Bixby, tem que suportar a API da Samsung relativa.

Galaxy Note: o Android não suporta caneta nativamente. Mais uma vez a Samsung tem que colocar coisa dela.

E por aí vai. Como existem milhares de modelos de celular e cada fabricante tem alguma particularidade (ou várias) que o Android não suporta, vai ser API proprietária reinando. ISSO sem contar com coisas que o Android suporta mas o fabricante resolve que do jeito que ela faz é “menos difícil” pro desenvolvedor.