Início » Brasil » Metrô de SP e CPTM anunciam Top, bilhete digital com QR Code

Metrô de SP e CPTM anunciam Top, bilhete digital com QR Code

Bilhete digital Top com QR Code substituirá progressivamente bilhete unitário para pagamento de tarifa no Metrô e CPTM

Emerson Alecrim Por

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM) do Estado de São Paulo apresentou, nesta sexta-feira (11), o Top, bilhete digital com QR Code para embarque nos trens da CPTM e do Metrô. A novidade vai substituir os bilhetes unitários tradicionais, progressivamente.

Catraca com validador de QR Code (imagem: divulgação/Metrô de São Paulo)

Catraca com validador de QR Code (imagem: divulgação/Metrô de São Paulo)

Algum movimento nesse sentido era esperado desde 2019, quando a CPTM e o Metrô de São Paulo passaram a testar pagamento de tarifa com QR Code em algumas estações. A partir de hoje, essa modalidade vai ser ampliada para todo o sistema.

O bilhete poderá ser comprado e impresso em terminais de autoatendimento nas estações ou, ainda, no aplicativo Top (disponível para Android e iPhone), que mostra o QR Code na tela do celular. Em ambos os casos, basta aproximar o código do leitor presente nos bloqueios (catracas) para embarcar.

Bilhete com QR Code impresso (imagem: Governo do Estado de São Paulo)

Bilhete com QR Code impresso (imagem: Governo do Estado de São Paulo)

Nas máquinas das estações, o pagamento deve ser feito com cartão de débito. Já o aplicativo aceita cartão de crédito ou débito, além de permitir que o usuário adquira até dez bilhetes de uma vez. Em breve, estabelecimentos comerciais também terão terminais de venda do bilhete.

Todas as estações do Metrô e CPTM já contam com catracas equipadas com validador de QR Code. Funcionários têm orientado os usuários quanto ao uso da nova modalidade.

Além de reduzir filas nos guichês, a STM espera que o sistema com QR Code ajude a diminuir as fraudes com bilhetes.

O bilhete unitário tradicional (com tarja magnética) continua sendo aceito, mas está nos planos da STM fazer todo o sistema operar apenas com o bilhete digital, progressivamente.

Não há alteração do valor da tarifa com o novo sistema. Tanto na CPTM quanto no Metrô, o bilhete continua custando R$ 4,40. O Bilhete Único e o Cartão BOM continuam sendo aceitos.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
13 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Matt (@hadtohear)

Poderia ser NFC, mas fazer o que né