Início » Brasil » Correios compram R$ 14 milhões em aparelhos de raio-X para encomendas

Correios compram R$ 14 milhões em aparelhos de raio-X para encomendas

Medida pretende ajudar a reforçar a segurança na chegada produtos internacionais ao Brasil, além de combater fraudes tributárias

Ana Marques Por

Os Correios pretendem reforçar a segurança para a entrada de objetos internacionais no Brasil. Para isso, a estatal investiu cerca de R$ 14 milhões em 59 novos aparelhos de raio-X para encomendas. As primeiras máquinas já foram instaladas no Rio de Janeiro e no interior de São Paulo.

Raio-X dos Correios

Raio-X do CEINT/RJ (Imagem: Divulgação/Correios)

De acordo com os Correios, a medida se faz necessária devido à grande popularidade de compras em sites do exterior. Cabe lembrar que o chamado “mercado cinza” cresceu bastante no país nos últimos anos.

Ao chegar ao Brasil, os produtos importados precisam passar pelos Centros de Tratamento Internacionais (CEINTs) da empresa. Com a aquisição, a estatal aumenta em até quatro vezes a capacidade de inspeção de encomendas.

Maior segurança contra itens perigosos e proibidos

Os novos aparelhos de raio-X também permitem a visualização dos objetos em 2D, o que contribui para evitar a entrada de produtos perigosos e proibidos, como inflamáveis, drogas e armas.

De acordo com Marco Aurélio Montezuma, gerente da atividade de captação do CEINT/RJ, o maquinário também é capaz de conferir se o que foi declarado pelo remetente realmente é o que está presente no pacote. O sistema permite ainda o combate de fraudes tributárias – trabalho desenvolvido em parceria com a Receita Federal.

Em caso de irregularidades ao passar pelo equipamento, a encomenda é separada para uma análise mais profunda, o que inclui agentes da Polícia Federal e demais órgãos anuentes, como Anvisa e o Exército.

Ao ser aprovada, a encomenda é registrada no sistema dos Correios e é armazenada para aguardar o pagamento do Despacho Postal. Se a taxa não for quitada em até 35 dias, o objeto é devolvido ao remetente.

Com informações: Correios

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
13 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

brad (@brad)

Estranha uma compra dessa magnitude (14 MILHÕES!!!) para uma empresa que está prestes a ser vendida pra iniciativa privada.

Quem comprar, leva isso também, pagando bem menos.

Só trouxa cai nessa de que privatização é sempre bom pro país.

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

Acredito que esses 14 milhões sejam dos 15 reais de taxa que os Correios passaram a cobrar.

Tori Niwikari (@Tori)

Bom, foi bom enquanto durou.
Adeus, Aliexpress.

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

Ficou ruim para comprar smartphone e outros aparelhos eletrônicos.

Eu (@Keaton)

Maior segurança contra itens perigosos e proibidos

<insira gif da Leila e do Bender aqui>

Paulo Neto (@Paulo_Neto1)

Opa tem que aproveitar depois de tanto tempo sem investimento, agora que vai privatizar, vão injetar muito dinheiro público, deixar uma empresa de primeira dando muito lucro pq se não ninguém compra né! Imagina se eles tão pensando em privatizar empresa que da prejuízo pros cofres públicos? Até os Estados Unidos que é o maior defensor do estado mínimo tem correios públicos será se… naah acho que o Kim kataguiri tá certo mesmo… tadinhos dos bilionários

Emanuel Schott (@Emanuel_Schott)

Pesquisa no Google ai: “Correios bilhões tesouro”. Vai perceber que esses R$14.000.000 não são NADA perto do que o tesouro injeta na empresa todos os anos. O tesouro gasta na casa dos bilhões por ano pra manter os Correios.

@doorspaulo

Bora gastar NOSSO dinheiro, pra arrancar mais dinheiro de nós.
Como eu amo o governo…

Eu (@Keaton)

Nada é tão simples como “era só”. Ainda mais numa empresa que tem o tamano de Os Correios e que já costuma não funcionar direito uma boa parte do tempo.
Só para nota: eles tem tanta confiança no próprio trabalho deles que vendem seguro para entregas que eles são obrigados por lei à cobrir mesmo que a pessoa não pague seguro. Uma vez nas mãos deles, é trabalho deles garantir que chegue ao destino sem problema e sem cobrança de taxas extras.

@ksio89

Já viu ladrão acionar a polícia? Eu nunca vi. Eu até registrei um BO contra a agência onde socializaram a minha encomenda, mas sei que não vai dar em nada, pois polícia civil no Brasil não investiga nem homicídio direito.

E desconfio que roubaram outra encomenda no mesmo local, já que não tem atualizações no rastreamento há quase uma semana, do mesmo jeito que aconteceu antes. Se tiver mesmo sumido outro pacote, vou acionar o Juizado Federal ou fazer denúncia na Polícia Federal. Não dá pra deixar os marginais que atuam na estatal roubarem as coisas dos clientes e ficar por isso mesmo.