Início » Gadgets » TV 4K LG UN8000: mais brilho e um pecado

TV 4K LG UN8000: mais brilho e um pecado

LG UN8000 de 50 polegadas é uma TV 4K básica com controle Smart Magic, Alexa e boas conexões, mas peca na inconsistência

Paulo Higa Por
Nota Final 7.8
TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

A UN8000 é a representante da LG no segmento de TVs 4K que não custam os olhos da cara, pelo menos nos tamanhos menores. A versão de 50 polegadas pode ser encontrada no varejo por R$ 2,5 mil ou até menos em promoções, mas a fabricante também decidiu atender os que procuram um cinema em casa, com versões de até 86 polegadas no mercado brasileiro.

Independente do tamanho, a LG colocou tudo o que podia em um modelo 4K simples que fica um degrau abaixo da linha NanoCell. A UN8000 compete em um dos segmentos mais populares do Brasil e quer conquistar usuários com suas bordas finas, controle remoto Smart Magic e novas funções no software. Mas será que a imagem é boa? Eu testei a nova UHD ThinQ AI da LG e conto minhas impressões neste review.

Análise da LG UN80 (50UN8000) em vídeo

Aviso de ética

O Tecnoblog é um veículo jornalístico independente de tecnologia que ajuda as pessoas a tomarem sua próxima decisão de compra desde 2005. Nossas análises de produtos são opinativas e não possuem nenhuma intenção publicitária. Por isso, sempre destacamos de forma transparente os pontos positivos e negativos de cada produto.

Nenhuma empresa, fabricante ou loja pagou ao Tecnoblog para produzir este conteúdo. Nossos reviews não são revisados nem aprovados por agentes externos. A UN8000 foi fornecida pela LG por doação. O produto será usado em conteúdos futuros e não será devolvido à empresa.

Design, conexões e controle remoto

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

A UN8000 tem acabamento simples e construção em plástico, mas o design ficou sóbrio e elegante. As bordas com aspecto de metal escovado são relativamente finas e possuem chanfros que criam a sensação de que a moldura é mais compacta do que realmente é. Os dois pés prateados em formato de V, nas extremidades da tela, deixam o televisor bem firme sobre um móvel.

As conexões estão na lateral esquerda e incluem uma saída de áudio óptica, duas USB, Ethernet e vídeo componente. Como esperado para um modelo básico, a tela é de 60 Hz e dispensa a necessidade de portas HDMI 2.1, mas a LG ganha pontos por manter quatro entradas de vídeo, um detalhe cada vez mais raro nessa faixa de preço. A Samsung, por exemplo, só inclui três portas HDMI na TU8000 e chegou a lançar uma TU7000 com apenas duas portas. Espero que a LG não siga essa tendência.

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

O controle remoto Smart Magic se tornou padrão na nova linha de TVs da LG e também acompanha a UN8000. Ele tem muitos botões, não é tão compacto e exige um treinamento inicial de coordenação motora para navegar pelos elementos da tela com um mouse no ar. Um botão permite abrir rapidamente a Netflix, enquanto o atalho do Amazon Prime Video tem dupla função e também pode acionar a Alexa.

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Qualidade de imagem

A qualidade de imagem da UN8000 me decepcionou logo na primeira vez em que liguei a TV. A minha unidade de testes apresentou um vazamento de backlight muito visível, que afetou seriamente a uniformidade do preto, gerando um incômodo sempre que uma imagem mais escura aparecia em um filme, ou mesmo durante transições entre aplicativos, quando a tela fica preta e o problema é escancarado.

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Diferente do que costuma acontecer em TVs de entrada com iluminação nas bordas, a UN8000 até consegue manter um preto uniforme nos cantos da tela, mas a minha unidade mostra uma nuvem branca em todo o terço superior. É uma falha que afeta muito a experiência porque pode ser facilmente percebida por qualquer pessoa comum. Mesmo considerando a faixa de preço, o problema não deveria ser tolerado pelo controle de qualidade da fabricante.

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Em outros pontos, o painel da UN8000 não entregou nada muito além da obrigação, ainda mais sabendo que esta não é a TV 4K mais barata da marca; existem ainda os modelos UN7310, UN7300 e UN7100, que estão abaixo dela e têm painéis diferentes. O brilho é mais forte que a média do segmento, mas o contraste é prejudicado pelo nível de preto que, além de não ser uniforme, não é muito profundo, apresentando tons mais acinzentados que o esperado.

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

O volume de cores é mediano, deixando um color banding bem pequeno, mas que pode incomodar os mais detalhistas. Mesmo ajustando uma configuração batizada de “Gradação suave”, eu não obtive resultados tão diferentes do padrão. E o ângulo de visão, uma força que a LG tinha nos painéis IPS, é medíocre na UN8000 de 50 polegadas, fazendo com que as cores fiquem lavadas se você sentar a um ângulo de 30 graus ou mais em relação à tela.

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Apesar do meu tom, a UN8000 não é uma TV ruim: se você não tiver o problema do vazamento de backlight, a qualidade de imagem chega perto da Samsung TU8000 Crystal UHD, com a vantagem de um brilho melhor na LG. Mas fica claro que a marca poderia ter feito um trabalho bem melhor nessa categoria de entrada, antes de subir para a NanoCell.

Qualidade de som

Os alto-falantes de 20 watts ficam dentro do que eu espero para uma TV sem grandes pretensões sonoras. O ponto negativo é a baixa presença nos graves, o que deixa o som magro e sem emoção em filmes de ação. Por outro lado, a LG se sobressai no volume, que é alto o suficiente até para salas de estar grandes, um ponto importante para quem resolver adquirir a UN8000 em tamanhos maiores, de 82 ou 86 polegadas (mas, nesse caso, você provavelmente iria querer instalar um sistema de som de qualquer forma).

Se as caixas de som não impressionam pelas baixas frequências ou pelos números, pelo menos a LG consegue melhorar um pouco a experiência sonora por software. No modo Som IA, as vozes ficam bem claras em conteúdos tradicionais de canais de TV, como telejornais, enquanto as músicas mantém a dinâmica, sem distorções sérias mesmo em volumes mais altos.

Software e funções de smart TV

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

A UN8000 roda o sistema operacional webOS 5.2, que se destaca pelas telas coloridas e animadas. A oferta de aplicativos é boa, com Netflix, Amazon Prime Video, Disney+, YouTube, Apple TV+, Spotify, Globoplay, Telecine e mais na loja de conteúdo da LG. Uma ausência notável é o DirecTV Go, que ainda não estava disponível para nenhuma TV da marca no momento da publicação deste review.

O assistente pessoal padrão é o Google Assistente, que responde rápido, mas precisa ser acionado manualmente pelo botão de microfone, já que o recurso hands-free ficou restrito aos modelos ultracaros da LG nesta geração. O atalho para o Amazon Prime Video no controle remoto pode se transformar em um botão para a Alexa com um pressionamento longo.

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Também presente em outras TVs de 2020 da LG, o Painel de Controle permite comandar dispositivos de casa inteligente compatíveis. Também é possível espelhar conteúdos com Miracast ou Apple AirPlay, bem como ativar o recurso de compartilhamento de som, que transforma os alto-falantes integrados do televisor em uma caixinha de som Bluetooth para o seu celular.

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Vale a pena?

A UN8000 é uma TV satisfatória. O grande problema foi o vazamento de backlight na minha unidade de teste, mas a intensidade dessa falha pode ser menor ou maior dependendo da sorte do consumidor. O brilho é um ponto positivo da TV 4K de entrada da LG, assim como a boa oferta de conexões, o sistema operacional bastante completo e o controle remoto intuitivo.

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

TV 4K LG UN8000 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

No entanto, a LG deixa uma pontinha de decepção pelo contraste, que poderia ser melhor, assim como o ângulo de visão, que era uma antiga força da marca e foi deixada de lado na UN8000 de 50 polegadas. Quem estiver migrando de um televisor LCD antigo com resolução Full HD deve notar uma bela diferença com o upgrade, mas quem já prestou atenção em uma TV 4K de qualidade superior talvez fique um pouco insatisfeito.

Em relação à Samsung TU8000, sua principal concorrente, a LG pode ganhar adeptos pelo maior número de portas HDMI, pelo brilho forte para dar conta de ambientes claros e pelos alto-falantes com mais pressão sonora. Eu só questiono a estratégia estranha da LG com a UN8000 no Brasil: acima da versão de 50 polegadas, só estão disponíveis tamanhos muito grandes, de 75, 82 e 86 polegadas. Então é tudo ou nada.

Especificações técnicas

  • Modelo: LG 50UN8000
  • Tamanho do painel: 49,5 polegadas (126 cm)
  • Resolução: 3840×2160 pixels
  • Taxa de atualização: 60 Hz
  • Tipo de painel: LCD (VA)
  • Tecnologias de imagem suportadas: HDR10 Pro
  • Potência dos alto-falantes: 2×10 watts
  • Tecnologias de áudio suportadas: Dolby Digital, Som AI
  • Sistema operacional: webOS 5.2
  • Consumo de energia: 95 watts (médio), 0,5 watt (standby)
  • Entradas de vídeo: 4 HDMI 2.0, 1 video componente, 1 RF
  • Saídas de áudio: 1 saída de áudio óptica
  • Outras conexões: 2 USB 2.0, Wi-Fi 802.11ac (2,4 e 5 GHz), Ethernet, Bluetooth 5.0
  • Dimensões (largura x altura x profundidade): 112,8×65,8×8,6 cm (sem a base) e 112,8×71,6×23,1 cm (com a base)
  • Peso: 12,1 kg (sem a base) e 12,3 kg (com a base)

TV 4K LG UN8000

Prós

  • Alto-falantes com bom nível de volume
  • Google Assistente e Alexa no controle remoto
  • Mantém as quatro portas HDMI em uma TV básica
  • Loja de aplicativos bastante completa

Contras

  • Contraste abaixo da média do segmento
  • Preto inconsistente na unidade testada
Nota Final 7.8
Design
7
Conectividade
9
Imagem
7
Som
7
Usabilidade
9

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
10 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jacques (@fioda)

Será que vocês ainda conseguem fazer um teste nessa tv? Gostaria que colocassem uma imagem 100% preta nela e verificasse se ela iria desligar a luz de fundo do painel depois de uns 2 ou 3 segundos, as antigas da LG fazem isso e é horrível

E quanto ao vazamento de backlight, em monitores LG isso é relativamente comum, e só acontece nas coisas deles, mesmo em coisas onde usam painel IPS da LG não ocorre!

Vinícius (@Lage)

Estava entre ela e a TU8000. Ou talvez eu espero o modelo da Samsung de 2021.
Não vou arriscar pegar uma LG e ter que contar com a sorte para receber um produto sem o backlight (o problema relatado no review). Se não possuem controle de qualidade ao enviar uma TV decente para os críticos, imagina para o consumidor final…