Início » Aplicativos e Software » Facebook notifica usuários que curtiram fake news sobre COVID-19

Facebook notifica usuários que curtiram fake news sobre COVID-19

Alerta do Facebook oferecerá mais detalhes para quem curtiu ou comentou post removido por desinformação sobre a COVID-19

Victor Hugo Silva Por

O Facebook mudou a abordagem em casos de usuários que interagiram com fake news sobre a pandemia do novo coronavírus. Agora, a rede social vai mostrar uma notificação para informar que a publicação foi removida por violar seus termos de uso. O aviso também contará com detalhes sobre a decisão.

Notificação para quem interagiu com fake news sobre COVID-19 (Imagem: Divulgação/Facebook)

Notificação para quem interagiu com fake news sobre COVID-19 (Imagem: Divulgação/Facebook)

Esse alerta será apresentado para quem curtiu ou comentou posts removidos devido a desinformação sobre a COVID-19. Ao clicar na notificação, o usuário recebe mais detalhes sobre a decisão da rede social, incluindo uma miniatura da publicação excluída e informações sobre a página ou o grupo em que ela havia sido publicada.

Segundo o Facebook, os usuários também receberão explicações de por que a informação foi removida. A plataforma oferece ainda opções para obter fatos sobre a COVID-19 no site da Organização Mundial da Saúde (OMS) e para deixar de seguir a página ou o grupo em que a informação falsa foi veiculada.

A rede social exibe, desde abril, avisos para usuários que interagiram com fake news sobre a COVID-19. Os alertas apareciam no topo do feed de notícias e contavam com um botão que direcionava ao site da OMS. Esse formato inicial, no entanto, não detalhava os posts que contavam com desinformação a respeito da pandemia.

Por isso, muitos usuários não conseguiam identificar qual post com o qual interagiram tinha desinformação sobre a COVID-19. Agora, o Facebook pretende tornar esse processo mais simples ao oferecer mais detalhes do conteúdo removido.

Ações do Facebook contra fake news

Em meio à pandemia do novo coronavírus, o Facebook já anunciou algumas medidas que prometem combater as fake news sobre o tema. A plataforma proibiu anúncios com teor anti-vacina e adiantou que removerá posts com alegações sobre vacinas da COVID-19 que foram classificadas como falsas por especialistas em saúde pública.

A empresa afirmou ter removido, no Facebook e no Instagram, mais de 12 milhões de posts por apresentarem desinformação sobre a pandemia que pode levar a danos físicos aos usuários.

Com informações: Fast Company.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando