Início » Telecomunicações » Exclusivo: Oi Fibra com internet gigabit custa até R$ 650 ao mês em piloto

Exclusivo: Oi Fibra com internet gigabit custa até R$ 650 ao mês em piloto

Oi Fibra com velocidade de 1 Gb/s custa R$ 450 no Rio de Janeiro e R$ 650 em Petrópolis; adesão é exclusiva nas lojas da operadora

Lucas BragaPor

A Oi havia revelado que iniciaria um piloto de internet de 1 Gb/s na Oi Fibra, mas não divulgou preços na ocasião. O Tecnoblog recebeu informações exclusivas e revela que a banda larga de velocidade gigabit custa até R$ 649,90 mensais. O plano está disponível inicialmente em duas cidades e inclui roteador mesh.

Modem utilizado pela Oi Fibra (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

Modem utilizado pela Oi Fibra (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

Uma fonte que trabalha na Oi e que prefere se manter anônima teve acesso aos planos. O piloto contempla a Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, além do município de Petrópolis. Os preços são diferentes entre as regiões.

Esses são os planos da Oi Fibra de 1 Gb/s no piloto:

PacoteBarra da Tijuca – Rio de JaneiroPetrópolis (RJ)
Oi Total Play
Internet Oi Fibra 1 Gb/s
Telefone fixo ilimitado
R$ 449,90 por mêsR$ 649,90 por mês
Oi Total Residencial
Internet Oi Fibra 1 Gb/s
TV Total HD com Telecine ou HBO e 1 ponto adicional
Telefone fixo ilimitado
R$ 649,90 por mêsR$ 849,90 por mês

Os valores são válidos para pagamento com débito automático. A adesão aos planos com banda larga de 1 Gb/s está disponível desde 16 de dezembro de 2020, com contratação permitida até 31 de janeiro de 2021. Todos os pacotes incluem acesso ao Oi Play com Coleção Oi, Oi Leitura, Oi Notícias, Oi Revista Esporte e Oi Expert Remoto.

A fonte ainda revela que, ao menos por enquanto, o piloto de banda larga de 1 Gb/s só está disponível para novos clientes, sendo impossível fazer a migração dos usuários atuais da Oi Fibra. A adesão só pode ser feita através das lojas Oi dessas localidades e não está disponível no televendas.

A velocidade do upload não foi revelada, mas dificilmente será simétrica considerando que o serviço é prestado via GPON – essa tecnologia tem banda de 1,25 Gb/s de upstream compartilhados com até 64 clientes. Em 2021 a Oi irá ativar a tecnologia XGSPON, e isso permitirá que a operadora aumente a capacidade de upload.

É importante lembrar que esses preços são referentes ao piloto do plano de 1 Gb/s. O lançamento oficial pode ter valores diferentes do praticado durante o período de testes.

Vale a pena ter 1 Gb/s de internet por esse valor?

Considerando que uma banda larga gigabit é efetivamente útil para uso com múltiplos dispositivos simultâneos, fica mais barato contratar dois acessos Oi Fibra de 500 Mb/s por R$ 149,90 mensais cada e plugar ambos os modens em um roteador com balanceamento de carga, somando a capacidade total em 1 Gb/s.

Vale lembrar que nenhuma outra grande concorrente oferece banda larga com velocidade gigabit para pessoas físicas:

  • A Claro/NET oferece internet a cabo com a velocidade de 500 Mb/s de download e 25 Mb/s de upload com preço mensal de R$ 449,99
  • A Vivo Fibra recentemente reduziu a mensalidade do plano de 300 Mb/s de download e 150 Mb/s de upload para usuários residenciais por R$ 129,90 mensais; para pessoa jurídica, o plano de 1 Gb/s com 500 Mb/s de upload é vendido por R$ 999,99 por mês
  • A TIM Live Ultrafibra tem banda larga com 400 Mb/s de download e 200 Mb/s de upload pela mensalidade de R$ 127,50, mediante pagamento em débito automático.

Oi Fibra de 1 Gb/s tem roteador mesh incluído

Como anunciado anteriormente pela Oi, o plano também inclui rede Wi-Fi mesh. Ao menos no piloto, a instalação é feita pelo próprio cliente, que receberá o equipamento através de um motoboy em até cinco dias após a instalação da banda larga. A quantidade de unidades mesh não foi divulgada.

O Tecnoblog entrou em contato com a Oi para confirmar se os preços são reais, quais os valores que serão praticados após o término do piloto, qual o motivo da diferença na mensalidade entre o Rio de Janeiro e Petrópolis e qual a quantidade de equipamentos mesh incluídos no pacote de 1 Gb/s. A operadora não respondeu até a publicação da matéria.

Obrigado, fonte! Envie sua sugestão para [email protected]

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
13 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Naldis (@zepolenta)

está disponível desde 16 de dezembro de 2021

Alô estagiário!

Helliton Soares Mesquita (@Helliton_Soares_Mesq)

Mais barato comprar dois ou três links mesmo.

Lucas Macedo (@lucasmacedo)

O que garante que esse piloto já não está em XGSPON? Será que estão mesmo entregando 1Gbps por GPON??

Diogo (@JackBauerAL)

Sensacional o trabalho que a Oi Fibra tem realizado. Estou utilizando 500mbps e em quase um ano de uso tive apenas 3 quedas de conexões…

Michael F. Assis (@nickfassis)

Vocês precisam conhecer Caratinga/MG, aqui a internet é boa e barata, temos provedores que fornecem internet de 1Gbps por…
Captura de Tela 2020-12-18 às 19.02.01918×490 28.2 KB

Bruno Cabral Peixoto (@Bruno_Cabral_Peixoto)

Ainda não é interessante link tão alto. Pra maioria 100 Mbps já são o suficiente. E pros Downloadofilos, tem as conexões de 200, 300 e 400 Mbps que dão conta, dependendo do bolso.

Bruno Cabral Peixoto (@Bruno_Cabral_Peixoto)

Minha operadora (Sumicity), que opera em cidadezinha minuscula de interior:

%Nd_Screenshot_20201218_1534391059×887 99.1 KB

Siebel (@Siebel)

Pra maioria dos usuários comuns, 50 Mbps já resolve com folga.

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

Exatamente! Eu baixei um app que mede velocidade, e ele informou que a minha conexão de 50Mb é suficiente para rodar 4K.

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

Pena que não é assim no BR inteiro!

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

Ninguém imaginaria isso em 2010. Imagina como será em 2030.

@Rogerio.Neves

Sim. Tenho conexão de 60Mb e me atende muito bem. É legal ver toda essa oferta de velocidades mais altas, mas espero que não extingam conexões “sub-100Mb”.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

E o upload desse plano? porque upload é bem mais caro e complicado para as operadoras do que o download.

Bruno Cabral Peixoto (@Bruno_Cabral_Peixoto)

O principal é o Download, pq o Upload a partir de 100 Mbps, já dá um caldo.

Exibir mais comentários