Início » Celular » Google adota visual do iOS em pareamento Bluetooth no Android

Google adota visual do iOS em pareamento Bluetooth no Android

Google renova notificação de pareamento Bluetooth no Android via Fast Pair com visual parecido com a conexão do AirPods no iOS

Bruno Gall De Blasi Por

O Google adotou um novo visual para conectar fones de ouvido sem fio em celulares. A alteração no Fast Pair leva o aviso de pareamento Bluetooth no Android da área de notificações para uma janelinha flutuante como no iOS, da Apple, e nas interfaces One UI, da Samsung, e MIUI, da Xiaomi.

Google adota visual do iOS, da Apple, em pareamento Bluetooth no Android (Imagem: Reprodução/9to5Google)

Google adota visual do iOS, da Apple, em pareamento Bluetooth no Android (Imagem: Reprodução/9to5Google)

Google adota novo visual em pareamento Bluetooth no Android

A atualização é destinada ao Fast Pair, recurso que facilita o pareamento de dispositivos Bluetooth ao aproximá-los do celular, e começou a dar as caras em novembro, segundo o 9to5Google. Em vez da notificação na parte superior, agora a opção para realizar a configuração aparece em um pop-up.

Durante o pareamento Bluetooth no Android, ao identificar um novo dispositivo, a janelinha surge na parte inferior com o nome do gadget, a imagem dele e o botão “Conectar” (em tradução livre). Após a conexão, o usuário conta com duas teclas para fechar a notificação ou seguir para a configuração do aparelho.

O procedimento também é encontrado no iOS para conectar os Apple AirPods no iPhone. Ao abri-los perto de um celular da Apple, o usuário pode conectá-los e ver os níveis de bateria dos fones de ouvido sem fio da Apple.

Pareamento do Apple AirPods no iOS (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Pareamento do Apple AirPods no iOS (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Em celulares Samsung Galaxy, a marca sul-coreana emprega a emissão de notificação similar ao detectar a abertura de estojo de um Galaxy Buds próximo. Assim como no wearable da Apple, também é possível saber o quanto tem de bateria na caixinha e nos fones pela notificação.

Pareamento Bluetooth do Galaxy Buds+ no Galaxy S10+ (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

Pareamento Bluetooth do Galaxy Buds+ no Galaxy S10+ (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

A Xiaomi é outra companhia que adere a esse tipo de alerta. Da mesma forma, ao abrir a case próximo a celulares com a interface MIUI, é apresentado o aviso para parear o dispositivo no smartphone de uma maneira mais simples e rápida.

Pareamento Bluetooth em celulares da Xiaomi (Imagem: Reprodução/Xiaomi)

Pareamento Bluetooth em celulares da Xiaomi (Imagem: Reprodução/Xiaomi)

Com informações: 9to5Google

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Carlos (@crls)

O que é bom tem que ser copiado mesmo, quem ganha somos nós usuários.

Gustavo Cardoso (@Gustavo_Cardoso)

O Google também adotou o mesmo visual do iOS para o keypad numérico de discagem telefônica. Acabei de ver aqui é igualzinho! rs todo mundo copia a Apple…

John Smith (@john)

Como dito pelo usuário acima, o que é bom tem mais é que ser copiado, mesmo.

Também tem muitas coisas ruins nas quais a Apple não devia ser copiada, mas…

Gigo CAP (@GigoCAP)

Na real sempre teve essa “troca de cópias” nos SOs. Muita coisa do iOS foi chupinhada do Android (barra de notificações, PiP, widgets…).

E assim a coisa anda e os OSs evoluem.

Tori Niwikari (@Tori)

O mundo gira e um copia do outro.
Windows phone com design minimalista > iOS 7 entrando no design > Android chegando com Material Design.

Android sendo o primeiro com barra de notificações > Windows Phone tendo barra de notificações > iOS tendo barra de notificações

Android sendo o primeiro com PiP e Widgets > Windows phone aprimorando Widgets > iOS 14 tendo widgets.

Android tendo swipe typing > Windows Phone copiando > iOS 14/13 tendo o feature agora

iOS tem gravador de tela > Samsung/Touchwiz tem gravador de tela > Xiaomi tem gravador de tela > Android tem gravador de tela

A lista é grande, um copia do outro, e quem ganha é os consumidores, afinal, tecnologia trancada em um smartphone não é vantagem pra ninguém, apenas para a empresa.