Início » Celular » Samsung patenteia tela sob a tela para esconder câmera frontal

Samsung patenteia tela sob a tela para esconder câmera frontal

A patente da Samsung pode solucionar o problema das selfies ruins do ZTE Axon 20 5G, que também tem câmera frontal sob a tela

André FogaçaPor

A Samsung registrou uma patente para o que pode ser sua primeira tentativa no mundo de câmera frontal escondida abaixo da tela. Diferente do que querem ou já fizeram alguns concorrentes, a ideia proposta pela coreana envolve uma minúscula tela secundária logo abaixo da principal, que fica em um mecanismo capaz de deslizar para baixo e assim revelar o componente para selfies.

Patente da Samsung propõe câmera abaixo do display (Imagem: reprodução/LetsGoDigital)

Patente da Samsung propõe câmera abaixo do display (Imagem: reprodução/LetsGoDigital)

Funciona assim: sabe o buraco dentro do display, utilizado para a câmera frontal nos lançamentos mais recentes da própria Samsung? Então, imagine que o espaço entre a lente desta câmera e o buraco em si fosse preenchido com uma tela secundária.

Na patente da Samsung esta tela seria acoplada em um mecanismo que coloca o display abaixo do principal, assim expondo a câmera quando o usuário precisar de uma selfie, ou para autenticação biométrica. Depois do uso a telinha volta ao seu lugar e, ao menos na ideia, a frente do celular volta a passar a sensação de ter só uma tela mesmo.

Este tipo de ideia parece ser bastante interessante, já que mesmo com uma parte móvel, o smartphone parece proteger o mecanismo do mundo externo. Seja de um dano direto, entrada de sujeira e até mesmo a invasão de água.

Patente da Samsung propõe câmera abaixo do display (Imagem: reprodução/LetsGoDigital)

Patente da Samsung propõe câmera abaixo do display (Imagem: reprodução/LetsGoDigital)

Patente da Samsung pode garantir boas fotos

Existe até mesmo uma vantagem para o lado da fotografia, já que o sensor frontal não estaria obstruído pela tela. Este detalhe pode garantir a solução do problema que sofre o ZTE Axon 20 5G na qualidade das imagens. Alguns testes mostraram que a solução aplicada pela marca chinesa entregou resultados ruins em qualquer cenário – seja com muita, ou pouca luz.

Por outro lado, um ponto me deixa preocupado e ele está justamente no espaço da junção dos dois displays. Na imagem da patente a sensação é de não existir um ponto visível, mas na prática a coisa pode ser diferente e alguns apps podem sofrer com uma área da interface que não é exibida corretamente.

Outros dois pontos também merecem destaque na minha pitada de sal para a ideia. O primeiro é a presença de partes móveis e a lei universal de qualquer coisa, apontando que estes locais sempre são pontos de fragilidade em qualquer estrutura.

Tudo bem que o trilho parece estar protegido, mas imagine só quando o smartphone resolver visitar o chão. Pode ser uma queda pequena e perfeitamente absorvida pelos componentes fixos, mas vai que o trilho fica empenado, sai do lugar e a telinha secundária não fica mais encaixada como antes.

Outro ponto é o preço de uma novidade. Eu bem me lembro do lançamento do Galaxy A80, marcado como a primeira e única tentativa da Samsung de colocar uma câmera giratória em um smartphone. A construção dele é bacana, mas o intermediário chegou ao mundo custando bastante, no Brasil o valor de lançamento foi maior que o custo do Galaxy S do mesmo ano – ele é o Galaxy S10, levando em consideração a depreciação natural de preços dos smartphones Android.

Claro que uma nova patente não significa que em janeiro a Samsung lançará o Galaxy S21 e um outro smartphone com este recurso. Muito provavelmente este lançamento acontecerá em algum modelo da linha Galaxy A, que já vem recebendo alguns testes da marca coreana. Foi o caso do corpo em metal do Galaxy Alpha e a câmera giratória no Galaxy A80, em um smartphone sem entrada para fone de ouvido e sem microSD.

Com informações: Android Authority e LetsGoDigital.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
10 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eita (@mandatario)

Ideia estranha

🤷‍♀️ (@xavier)

Ou seja, vão substituir o furo na tela, pelo aro na tela. Virtualmente é impossível dos dois displays se encaixarem tão bem que não sobre nenhum espaço entre eles.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Se é pra ter parte móvel prefiro uma câmera pop up que se estragar pelo menos consigo continuar usando o resto do celular de boas.

Gustavo Cardoso (@Gustavo_Cardoso)

Eu ia falar exatamente a mesma coisa. Porém, eu sou um daqueles consumidores que se você simplesmente REMOVER COMPLETAMENTE a câmera de selfie de todos os celulares eu, provavelmente, nem notaria… rs

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Com a pandemia acabei aderindo a vídeo chamada para manter um contato a distancia mais intimo com os amigos, então hoje eu sentiria falta da câmera frontal, mas se o meu celular estragar ela provavelmente não consertaria nem trocaria de celular.

Jaime Brasil (@Jaime_Brasil)

Que bom que a Samsung está trabalhando numa solução para a câmera de selfie sob a tela.

Vendo a patente, achei uma ideia muito simples e inteligente por parte Samsung.

Com essa solução, me parece que a qualidade da câmera não será prejudicada em nada.

A questão agora é observar como se comportará esse mecanismo da minúscula tela que estará, ao mesmo tempo, sobre a câmera de selfie e sob a tela principal.

Outro ponto, é saber se realmente será imperceptível a continuidade do conteúdo apresentado em ambas as telas, visto que, por mais próximo que esteja a tela principal da minúscula tela secundária, ainda assim teremos uma profundidade a se considerar para a perfeita exibição de conteúdos.

Contudo, achei essa, uma solução promissora.

Juliano Pereira de Castro (@JulianoJPC)

O gif explicou toda a ideia. N sei se seria praticável.

Se bem que tbm tornar uma parte totalmente transparente para um sensor debaixo tirar uma boa selfie, através de um vidro robusto, n me parece fácil (tanto que os resultados de agora foram horríveis). Talvez a saída seja deixar esta área com menos proteção e mais fina possível, sei lá. O problema maior é a tela estar perfeita para o usuário sem qualquer indicativo de que tem uma câmera escondida.

O ponto é que a primeira que conseguir fazer isto com qualidade vai ser um estouro. Mas esta necessidade toda só mostra, no entanto, que n veremos evoluções consideráveis na qualidade fotográfica da selfie tão cedo.

Eu já sou contra a maré. Eu praticamente só uso a selfie. Em reuniões, em audiências e até em fotos esporádicas, reflexo inequívoco da pandemia.

Então a selfie ganhou uma importância ímpar no meu uso quotidiano, e mesmo com o término da pandemia no futuro vejo que estas reuniões virtuais se manterão.

Jaime Brasil (@Jaime_Brasil)

O ideal mesmo seria que os LEDs da tela (que seria uma única), na exata região sobre a câmera, se afastassem por meio de um sistema eletromagnético para, enfim, dar lugar à câmera e à entrada de luz no sensor.

Esse sistema seria responsável tanto por manter o afastamento desses LEDs quanto por permitir o realinhamento deles - enquanto a câmera estivesse sendo utilizada e quando cessada sua utilização, respectivamente.

Fazendo uma comparação, talvez um pouco simplista, funcionaria de modo similar ao que ocorre num corpo (de determinada matéria), que quando percorrido por corrente elétrica (e a mantida), tem seus elétrons alinhados para possibilitar que este exerça, agora, uma nova função, a de eletroímã (caso em que os LEDs da região sobre a câmera se afastariam para possibilitar que esta exerça uma nova função, a de permitir a entrada de luz no sensor). Logicamente, após cessada a passagem de corrente elétrica, os elétrons da matéria que compõe este corpo deveriam ser capazes de retornar ao seu estado original (caso em que os LEDs da região sobre a câmera voltariam às suas posições iniciais, exibindo perfeitamente os conteúdos nessa região).

Com toda humildade, acredito que eu resolveria este problema, tendo o investimento correto.

Eu (@Keaton)

A idéia é excelente na teoria, na pratica é mais uma peça móvel para dar problema e custar o olho da cara para substituir…

J. Alves (@alves)

Ideia muito legal e criativa.

Mas eu particularmente prefiro mil vezes um notch do que algo assim que vai encarecer o telefone e ser mais suscetível a dar problemas.