Início » Gadgets » Samsung anuncia HDR10+ que se adapta à luz em TVs QLED

Samsung anuncia HDR10+ que se adapta à luz em TVs QLED

Samsung anuncia HDR10+ Adaptativo para controlar a reprodução de imagem em TVs QLED de acordo com iluminação do ambiente

Bruno Gall De BlasiPor

A Samsung anunciou, nesta quarta-feira (30), o HDR10+ Adaptativo. A tecnologia, que ajusta a imagem de acordo com a iluminação do ambiente para oferecer uma “verdadeira experiência cinematográfica” e que é compatível com o Modo Filmmaker, será lançada globalmente com as próximas TVs QLED da marca sul-coreana.

TV QLED Samsung Q80T (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

TV QLED Samsung Q80T (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

TVs QLED da Samsung terão HDR10+ Adaptativo

O HDR10+ Adaptive (“HDR10+ Adaptativo”, em tradução livre) dá um reforço ao padrão anunciado pela fabricante e Amazon em 2017 com mapeamento dinâmico de tons do HDR10. Segundo a marca sul-coreana, o recurso utilizará os sensores da televisão para controlar a qualidade da imagem com base na claridade do cômodo.

“Todo o conteúdo Prime Video HDR é entregue automaticamente em HDR10+”, anunciaram. “A Samsung e Amazon Prime Video se uniram para habilitar o Modo Filmmaker e HDR10+ Adaptativo para clientes Prime Video”.

Este, porém, não é o primeiro padrão HDR a trazer a funcionalidade, como observado pelo The Verge. Isto porque o Dolby Vision IQ, presente em televisões OLED da LG, por exemplo, também considera a luminosidade do ambiente para adaptar a forma como a imagem é reproduzida na televisão.

“HDR10+ Adaptativo será lançado globalmente com os próximos produtos QLED TV da Samsung”, afirmaram.

Com informações: Samsung Newsroom e The Verge

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Arthur Silva Vicentini (@ArthurVX)

Isso parece ser um sinal de teremos mais uma geração de TVs Samsung sem Dolby Vision (o padrão de HDR dinâmico com maior suporte no mercado - Netflix, Apple, Disney, Microsoft…)

Vitor de Lucca (@vitordelucca)

Só falta agora os outros serviços suportarem HDR10+… ou anunciam parceria logo com os outros serviços ou abandona logo e vai pro DV. Este meio termo não dá.

HDR10+ é bem melhor que o HDR10, mas só Prime Vídeo e Play Movies que suporta.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Precisa pagar royalties e atender aos requisitos da Dolby para o hardware. É um processo bem complexo, vai além de dizer que suporta.

Vitor de Lucca (@vitordelucca)

Não tô mandando ir pro DV. Pode continuar no HDR10+… Mas tem que anunciar parceria nos outros serviços como Netflix. Só prime vídeo não dá.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Mas se o aparelho suporta HDR10 e 10+, o aplicativo por padrão escolheria o formato compatível para exibir. Com exceção ao DV, que precisa pagar os royalties, o que torna mais burocrático. Mas HDR10 é padrão aberto, deveria funcionar por padrão.

Vitor de Lucca (@vitordelucca)

Mas só o Prime Vídeo e Play Movies que suporta HDR10+ lol

Arthur Silva Vicentini (@ArthurVX)

Considerando que a Samsung é a maior fabricante de TVs do mundo (com quase o dobro do share da LG, considerando números de 2019), a eventual despesa da Samsung com o licenciamento do Dolby Vision (cerca de US$ 3 por TV vendida) seria bem alta…

HDR10 já funciona por padrão. Se a Netflix anuncia um conteúdo como “HDR”, é HDR10. O próprio Disney+ já anuncia títulos compatíveis com o nome do padrão, HDR10.
Quanto ao HDR dinâmico, os serviços têm preferência pelo Dolby Vision (na maioria das vezes, a escolha por um formato de HDR dinâmico é “ou”, não “e” - ou oferece suporte a DV ou a HDR10+, não os dois).

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

Samsung perdeu essa guerra de formatos, a essa altura não adianta ficar insistindo no HDR10+ quando a maior parte da indústria já migrou para o Dolby Vision ¯\_(ツ)_/¯