Início » Celular » Xiaomi revela quantos Mi 11 foram vendidos sem carregador

Xiaomi revela quantos Mi 11 foram vendidos sem carregador

Aparentemente, a maioria dos consumidores não está disposta a abrir mão do carregador para “salvar o meio ambiente”

Ana Marques Por

Em outubro, a Apple deixou muita gente indignada ao anunciar o caríssimo iPhone 12 sem o adaptador de tomada. A Xiaomi, por sua vez, foi mais “amigável” e permitiu ao consumidor escolher entre versões do Mi 11 com e sem carregador, pelo mesmo preço. Mas, aparentemente, a maior parte dos consumidores não está disposta a abrir mão do acessório.

Xiaomi Mi 11

Xiaomi Mi 11 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Em prol do meio ambiente…

A fabricante chinesa, assim como a gigante de Cupertino, afirma que a retirada do carregador da caixa de seus celulares, por padrão, trata-se de um esforço para preservar o meio ambiente. Entretanto, para o alívio de quem for comprar um Mi 11, os usuários que precisarem do acessório poderão levá-lo para casa sem custo adicional.

“Ambas as versões são oferecidas com o mesmo preço, permitindo que os usuários comprem com base em suas necessidades”, explicou a Xiaomi durante o lançamento.

A ação, porém, parece não ter sido tão popular entre os fãs da marca. De acordo com um relatório divulgado pela empresa no dia 01 de janeiro, menos de 6% dos smartphones vendidos nos primeiros dias correspondem à versão “ecologicamente correta”, sem carregador e cabo. Em números absolutos, tratam-se de 20 mil celulares.

Decisão já era cogitada há mais de cinco anos

Em um comunicado à imprensa, a Xiaomi agradeceu aos 20 mil compradores por “apoiar proteção ambiental” ao escolher o Mi 11 “Green Edition”.

A nota também revela que a fabricante já havia cogitado retirar o carregador da caixa de seus smartphones em 2015. Na época, a Motorola já havia lançado o Moto G de primeira geração (2013) sem o adaptador (com o intuito de manter o preço mais baixo).

A estratégia não era uma tendência da indústria até a Apple entrar na jogada (por motivos diferentes, é claro). Agora, além da Xiaomi, a Samsung também deverá lançar o Galaxy S21 sem o acessório, como adiantamos com exclusividade aqui, no Tecnoblog. É possível que outras fabricantes sigam o mesmo caminho nos próximos meses.

Com informações: Gizmochina

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
10 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Antônio Vinícius (@avinicius)

Pelo mesmo preço é claro que não vão abrir mão.

Alfred Newman Viola (@Alfred_Newman_Viola)

Obviamente. A Apple meteu o loko. Soh fanboy mesmo vai d Apple