Início » Celular » Moto G30 é homologado na Anatel com bateria de 5.000 mAh

Moto G30 é homologado na Anatel com bateria de 5.000 mAh

Anatel homologa Moto G30 (Capri Plus) no Brasil com bateria de 5.000 mAh; celular deve ter tela de 90 Hz e câmera quádrupla

Bruno Gall De BlasiPor

O Motorola Moto G30 recebeu o selo de aprovação da Anatel. Homologado pela agência no Brasil nesta segunda-feira (18), o próximo celular da Motorola também conhecido pelo codinome “Capri Plus” deve chegar às lojas com bateria de 5.000 mAh.

Motorola Moto G9 Play (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Motorola Moto G9 Play (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

No Brasil, a agência certificou o celular Motorola de modelo “XT2129-1”. A homologação ocorre logo após o smartphone de código “XT2129-2” identificado como “moto g30” ser certificado pela NBTC, agência equivalente à Anatel na Tailândia. O telefone também é reconhecido pelo codinome “Capri Plus” em rumores anteriores.

A documentação da Anatel ainda aponta para outros detalhes do celular. É o caso da bateria de modelo JK50, a mesma do Moto G7 Power, que possui capacidade de 5.000 mAh. Em relação à fabricação, o certificado fala sobre as unidades fabris da Zona Franca de Manaus, Jaguariúna (SP) e da China.

Não há menções sobre o 5G na certificação.

Anatel homologa Moto G30 (XT2129-1) (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Anatel homologa Moto G30 (XT2129-1) (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Motorola Moto G30 deve ter bateria de 5.000 mAh

O Motorola Moto G30 está cotado para ser o próximo celular intermediário da Motorola. Além da bateria de 5.000 mAh citada anteriormente, o celular tende a chamar a atenção pela sua tela com notch, resolução HD+ e taxa de atualização de 90 Hz, o que pode melhorar a experiência em jogos, por exemplo.

A câmera quádrupla de 64 megapixels é outro possível destaque, com outros sensores de 13 megapixels (ultrawide), 2 megapixels (macro) e 2 megapixels (profundidade de campo). Para selfies e chamadas de vídeo, a câmera frontal tende a trazer resolução de 13 megapixels.

Ainda não se sabe qual processador virá embalado no Moto G30. Mas alguns pedaços da ficha técnica foram revelados em dezembro, como a memória RAM de até 6 GB e o armazenamento de até 128 GB. As demais especificações do smartphone permanecem um mistério.

A Motorola também trabalha em um celular conhecido internamente como “Capri” e pelo modelo XT2127, que deu as caras na Anatel recentemente. Neste caso, o telefone tende a ser mais simples, com o processador Qualcomm Snapdragon 460, tela de 60 Hz e câmera quádrupla de 48 megapixels.

Ainda não há previsão de lançamento do Moto G30.

Colaborou: Everton Favretto

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação