Início » Celular » LG cogita desistir de celulares após prejuízo bilionário no setor

LG cogita desistir de celulares após prejuízo bilionário no setor

LG considera desistir do mercado de celulares e pensa em "todas as medidas possíveis" após prejuízo bilionário no setor

Bruno Gall De BlasiPor

A LG pode desistir do mercado de celulares após prejuízo bilionário na divisão de smartphones. Segundo o Korea Herald nesta quarta-feira (20), a marca sul-coreana pretende realizar grandes mudanças na operação do segmento de smartphones. Em nota, a empresa afirma que considera “todas as medidas possíveis”.

LG K62+ (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

LG K62+ (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

As informações partem de um comunicado do CEO da LG, Kwon Bong-seok, aos funcionários da empresa, nesta quarta-feira (20), onde fala-se sobre alterações de peso na divisão de celulares. Mas, apesar das mudanças nos negócios, o executivo tranquiliza a equipe ao explicar que o corpo de funcionários será mantido.

“Como a competição no mercado global de dispositivos móveis está ficando mais acirrada, é hora de a LG fazer um julgamento frio e a melhor escolha”, explicou um representante da LG ao site sul-coreano. “A empresa está considerando todas as medidas possíveis, incluindo venda, retirada e redução do tamanho do negócio de smartphones”.

Esta, porém, não é a primeira vez que se comenta sobre mudanças significativas nas operações da divisão de smartphones. Ainda de acordo com o site sul-coreano, cerca de 60% dos funcionários seriam transferidos para outras áreas da empresa ou afiliados da LG. Em dezembro, falava-se também sobre a terceirização da produção de celulares intermediários da marca em 2021.

LG acumula prejuízo bilionário com celulares

O comunicado interno aos funcionários chega após anos sem lucro com celulares. De acordo com um levantamento feito pelo Tecnoblog em outubro, entre janeiro de 2015 e setembro de 2020, a LG acumulou um prejuízo de US$ 3,44 bilhões na divisão de smartphones, sem levar em conta as outras partes da empresa.

A sequência ocorre desde 2015, quando a companhia teve um prejuízo de US$ 103,17 milhões com a divisão de celulares, seguido por outro de US$ 1,09 bilhão no ano seguinte, o maior do período. O último registro de lucro aconteceu em 2014, de US$ 295,29 milhões. Em 2013, a empresa obteve US$ 64,45 milhões.

Ainda assim, a LG apresentou dois telefones que chamaram a atenção do mercado nos últimos meses. Um deles é o LG Wing, que possui tela giratória, lançado em setembro de 2020. O outro é o LG Rollable, revelado durante a CES 2021 com painel extensível e a promessa de ser lançado nos próximos meses.

A marca sul-coreana ainda apresentou, em outubro de 2020, três celulares intermediários no Brasil: o LG K52, K62 e K62+. O trio chegou às lojas do país com o preço sugerido de R$ 1.499, R$ 1.799 e R$ 2.099, respectivamente.

Com informações: The Korea Herald

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
22 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rafael (@Rafael2)

Não fará muita falta.

Anderson Antonio Santos Costa (@Anderson_Antonio_San)

Na realidade, temos um duopólio no mercado de sistemas operacionais para smartphones: o Android e o iOS. O primeiro detém 80% de participação.