Início » Celular » Como carregar o celular corretamente [e mais rápido]

Como carregar o celular corretamente [e mais rápido]

Siga essas dicas de como carregar o celular e saiba o que fazer para evitar erros que reduzem a vida útil da bateria do smartphone

Ana Marques Por

Problemas com a bateria do celular são mais comuns do que gostaríamos. Mas você sabia que a forma como você faz uso do smartphone e do carregador podem influenciar a vida útil do componente? Para evitar erros rotineiros que podem prejudicar o aparelho, veja, a seguir, algumas dicas de como carregar o celular corretamente e saiba o que não fazer durante o processo.

Como carregar o celular

Carregador Lightning e iPhone (Imagem: mhoppsy/Pixabay)

As baterias de íon de lítio, quando chegam perto do vazio, começam a puxar uma corrente constante e a operar em baixa voltagem, o que é benéfico para a saúde do componente, de acordo com a Battery University.

A tensão começa a crescer à medida que maior carga é adquirida, portanto, é recomendado mantê-la em uma faixa abaixo de 100% – entre 80% e 30%, para ser mais específico – para que o processo exija menor tensão, prolongando a vida útil da bateria.

Gráfico mostra níveis de tensão durante carregamento da bateria

Gráfico mostra níveis de voltagem durante carregamento da bateria íon-lítio (Imagem: Reprodução/Battery University)

O que NÃO fazer ao carregar o celular

1. Sempre carregar até 100%

Sabemos que ver o ícone de bateria completamente cheio pode dar uma sensação de paz no coração de quem tem uma rotina agitada. Mas essa prática, de forma recorrente, não é tão boa para baterias de íon de lítio.

Você já deve ter percebido que celulares mais recentes com sistema de carregamento rápido geralmente dão um boost no início do processo, e depois o tornam mais lento. Existe uma explicação para isso.

De acordo com a Apple, a recarga mais lenta a partir dos 80% é uma questão de longevidade. Nos iPhones, o carregamento pode ser pausado em 80% quando a temperatura da bateria excede o limite recomendado.

Carregamento da bateria íon-lítio

Carregamento da bateria íon-lítio (Imagem: Reprodução/Apple)

Portanto, o hábito da recarga noturna – isto é, carregar o aparelho durante toda a noite, e tirar o celular da tomada apenas ao acordar pela manhã – não é nada saudável.

2. Deixar a bateria zerar antes de carregar o celular

Do mesmo modo que chegar ao máximo não é indicado, o extremo contrário também deve ser evitado. O ideal é manter a bateria do seu celular na faixa entre 20% e 80% para aumentar a sua vida útil.

Você não precisa ter medo de fazer pequenas recargas de bateria, adicionando cerca de 10%, ao longo do dia – esta prática é aconselhável. Mas se ela for pouco prática para você, tente ao menos monitorar quando o aparelho atinge 50% de carga para completá-la.

Caso você esteja planejando passar bastante tempo sem utilizar o telefone, mantenha ao menos metade da capacidade de bateria do aparelho carregada – a dica é da Samsung.

3. Expor o telefone ao calor excessivo

Evitar a exposição ao calor pode ser uma das recomendações mais difíceis para seguir dependendo da sua profissão e da região onde você mora.

Eu já cansei de ver motoristas de aplicativo sofrendo com esse problema no calorão do Rio de Janeiro, com o telefone grudado ao painel do carro sob um sol de mais de 40°C, e ainda conectado ao carregador. Ainda assim, a dica é válida para quem pode segui-la.

E o aquecimento por uso também conta, viu? Nada de passar horas jogando com o celular espetado na tomada, já com 100% de bateria. Use o aparelho normalmente e, quando precisar, faça uma recarga – você poupará seu bolso no futuro.

Como carregar o celular mais rápido

Para carregar o seu smartphone rapidamente, procure evitar os recursos que forcem o seu uso durante o processo, mesmo em segundo plano.

Uma dica simples é desligar o celular – mas caso isso não seja possível, evite o uso dos dados móveis ou a busca por rede celular (especialmente onde o sinal não é lá essas coisas) ativando o modo avião.

Veja mais dicas valiosas em nosso artigo completo sobre como carregar o celular mais rápido.

___

Por fim, vale lembrar que eventualmente a bateria morrerá. Provavelmente você não notará isso se seguir todas as dicas corretamente e trocar de celular em até dois anos. Mas o desgaste ocorre naturalmente, por mais que você seja cuidadoso. Ciente disso, não se preocupe demais com o assunto e tente apenas preservar os bons hábitos. 😉

Com informações: Battery University, Apple e Samsung

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
10 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Juliano Machado Olivetti (@Juliano_Machado_Oliv)

A prática de desligar o celular/modo avião na hora da recarga é muito válida! Só tem um pequeno inconveniente…geralmente os apps atualizam de forma automática quando se coloca o telefone para carregar, aproveitando que pode executar atividade com maior consumo de bateria, e desligando/modo avião, isso vai acabar sendo feito em um momento fora da carga, consumindo muita bateria.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Depois que implementaram essas features de monitorar a saúde da bateria, as pessoas ficaram neuróticas com isso.

Eu sigo usando normalmente. Comprei o aparelho pra usar, e não pra tratar como um Tamagochi.

Cuidados a gente sempre tem, mas não da pra viver em função disso.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Não entendo pq até hoje o Android não tem uma função pra limitar a carga da bateria, em boa parte do meu tempo, especialmente agora durante a pandemia, não tenho pq carrega acima dos 80%, mas fica controlando isso manualmente é muito difícil.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Talvez o zenfone tenha. Implementaram muitas funções de controle da dados sobre a bateria.

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

Nos aparelhos com Android acho que a Sony foi a pioneira. A maior parte dos Xperias lançados de 2016 pra cá contam com um CI da Qnovo, que monitora e otimiza os ciclos de carregamento, com a promessa de reduzir o desgaste da bateria. Senão me engano alguns aparelhos mais recentes da LG também adotaram a mesma tecnologia.

Já na parte do software, a customização da Sony tem um recurso que limita a carga da bateria em 90% e só carrega os 10% restantes momentos antes do horário que você normalmente retira o aparelho do carregador. Quando o recurso foi lançado o horário era previsto automaticamente, baseado em aprendizado de máquina, mas nem sempre o algoritmo acertava. Nos Xperias mais recentes expandiram o recurso permitindo também definir manualmente o horário, ou utilizar o horário do próximo alarme…