Início » Celular » Galaxy A72 é aprovado na Anatel e pode ter visual do S20 FE

Galaxy A72 é aprovado na Anatel e pode ter visual do S20 FE

Anatel homologa Samsung Galaxy A72; celular deve trazer visual do Galaxy S20 FE e bateria grande em sua ficha técnica

Bruno Gall De BlasiPor

O Samsung Galaxy A72 recebeu o sinal verde da Anatel: o próximo celular da Samsung foi homologado pela agência nesta quarta-feira (27). Espera-se que o smartphone seja apresentado com visual do Galaxy S20 FE e bateria grande entre suas especificações. Ainda assim, não há previsão de lançamento do telefone no Brasil.

Suposto Samsung Galaxy A72 (Imagem: Reprodução/Steve Hemmerstoffer)

Suposto Samsung Galaxy A72 (Imagem: Reprodução/Steve Hemmerstoffer)

O certificado emitido nesta semana é referente ao telefone móvel de modelo “SM-A725M/DS”, cotado para ser lançado com o nome comercial Galaxy A72. Na documentação, são citadas as unidades fabris localizadas em Manaus (Amazonas), Campinas (São Paulo), Vietnam e Coreia do Sul.

Algumas pistas sobre o que pode vir no celular são encontradas na certificação. Segundo o documento, “o produto será comercializado com os seguintes acessórios”: a bateria EB-BA426ABY, homologada em dezembro com capacidade nominal de 4.860 mAh e presente no Galaxy A32, e o carregador EP-TA800B, de 25 watts.

A homologação ainda traz informações sobre algumas especificações do celular. Neste caso, a documentação da Agência Nacional de Telecomunicações fala sobre a presença da conectividade LTE (4G), WiFi (802.11 b/g/n/a/ac), NFC e Bluetooth. Outros detalhes, como preço e a data de lançamento, ainda são um mistério.

Galaxy A72 será vendido com carregador, diz certificado de homologação (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Galaxy A72 será vendido com carregador, diz certificado de homologação (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Samsung Galaxy A72 pode ter visual do Galaxy S20 FE

A Samsung deve reviver o design do Samsung Galaxy S20 FE no esperado Galaxy A72. De acordo com imagens reveladas por Steve Hemmerstoffer (@OnLeaks) em dezembro, ambos os celulares tendem a ser visualmente parecidos, especialmente em relação à câmera tripla em uma base retangular e alinhada em fila, na vertical.

A tela plana de 6,7 polegadas também deve marcar presença, característica que a Samsung levou até mesmo para o Galaxy S21 e S21+. Além disso, a câmera frontal tende a permanecer em um furo, o que ajuda a encolher as bordas ao redor do display. O telefone ainda pode trazer entrada para fones de ouvido.

Até o momento, não há informações sobre a ficha técnica do celular. Em janeiro de 2020, a Samsung revelou seu antecessor, o Galaxy A71, ao público brasileiro com processador Qualcomm Snapdragon 730, 6 GB de RAM, 128 GB de espaço e bateria de 4.500 mAh, além de câmera principal de 64 megapixels e frontal de 32 megapixels.

Colaborou: Everton Favretto

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Mickey Sigrist (@Mickey)

Poderia já vir com 5G, né? Pra quem vai trocar de aparelho no fim desse ano seria um plus muito bem vindo.

Eu (@Keaton)

Só eu que não consigo gostar de celular fininho? Claro que não precisa ser um tijolão como o P18K, mas bem que eles poderiam ser um poucos mais grossos. Tipo o tamanho de um celular normal com uma capinha simples de tpu.

Xico Pires (@xicopires)

Pra mim celular fino e leve é fundamental, design também, pra carregar no bolso, academia, etc. Peguei um A71 e vou falar… que aparelho legal, viu? Peguei numa promo no members da Samsung e valeu cada centavo. To curtindo muito mesmo. O meu é versão cinza, não sei que milagre a Samsung fez nessa versão (que tem pro A51 tb), que não deixa marcas de dedo, nadinha. E até agora zero arranhões. Não parece plástico parece metal, enfim… mt legal mesmo.

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

Lá fora fizeram uma versão do A71 com 5G e Snapdragon 765G ao invés do Snapdragon 730 do modelo 4G, capaz do A72 ganhar uma versão com 5G também. Agora a Samsung trazer essa variante pro Brasil já é outra história…

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Nem adianta muito na verdade. No melhor cenário o 5G só chega no fim do ano que vem.

Fora que do jeito que é, não me espantaria que custasse o mesmo que um linha S da Samsung. Aliás falaram algo sobre ela dar suporte ao 5G no Brasil esse ano ? Ano passado disseram que não dariam suporte a linha S20/Note20, mesmo sendo aparelhos 5G.

(E eu não chamaria esse DSS que as operadoras implementaram de 5G, já que um 4G bem implementado já ofereceria essa mesma velocidade.)

O que não vi até agora é abordarem (Anatel) como ficará a questão de ondas milimétricas, que esse sim, é o 5G que desbloqueará todo o potencial da nova geração. Ao que me parece o Brasil ficará pra trás nessa “onda” de mmWave.

Não vi até agora um projeto que vise reduzir os impostos sobre telecomunicações que tenha um efeito prático. Impostos esses que passam de 80%. Bem como, reduzir impostos de smartphones com 5G, e obviamente dos planos de telefonia com 5G. Para tornar a adoção mais fácil e difundir a tecnologia.