Início » Celular » Apple lidera vendas globais de celular após lançar iPhone 12

Apple lidera vendas globais de celular após lançar iPhone 12

Apple assume liderança global no mercado de celulares no quarto trimestre de 2020 após o lançamento da linha iPhone 12

Bruno Gall De BlasiPor

A Apple assumiu a liderança no mercado global de celulares após lançar o iPhone 12. Durante o quarto trimestre de 2020, a companhia americana vendeu 90,1 milhões de smartphones, segundo a IDC nesta quarta-feira (27). Ao todo, 385,9 milhões de telefones foram vendidos no mundo todo.

Apple iPhone 12 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Apple iPhone 12 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Os resultados do período chegam após um ano marcado pela pandemia da COVID-19, evento que afetou os resultados da indústria ao longo de 2020. Segundo a consultoria, 385,9 milhões de unidades foram vendidas no 4º trimestre, o que confere um crescimento de 4,3% em relação ao mesmo exercício do ano anterior.

A Apple é a líder do momento, com 90,1 milhões de celulares vendidos e 23,4% de market share graças ao lançamento do iPhone 12. O sucesso ainda conferiu uma subida de 22,2% nas vendas, quando comparado com o 4º trimestre de 2019, que teve 73,8 milhões de smartphones comercializados pela marca americana.

A Samsung vem na segunda colocação, com 73,9 milhões de celulares Samsung Galaxy vendidos e uma fatia de 19,1% do mercado global (+6,2%). Na sequência, vem a Xiaomi, que alcançou o terceiro lugar no trimestre anterior, e acumula 43,3 milhões de unidades vendidas no 4º trimestre de 2020 e 11,2% de participação. A marca chinesa também registrou o maior aumento do período: 32% em relação a 2019.

A Oppo vem em quarto lugar, com 33,8 milhões de telefones móveis vendidos e 8,8% do mercado. A colocação seguinte é ocupada pela Huawei, que ainda sofre com as sanções impostas pelo governo dos Estados Unidos e teve uma queda de 42,4% em relação a 2019. A empresa comercializou 32,3 milhões de unidades e acumula 8,4% do mercado.

As demais fabricantes acumularam 112,4 milhões telefones vendidos e 29,1% de market share. O crescimento é de 5% em relação ao mesmo período de 2019.

Samsung Galaxy S21, S21+ e S21 Ultra (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy S21, S21+ e S21 Ultra (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Mercado de celulares registra queda de 5,9% em 2020

A IDC ainda revelou os dados referentes a todos os meses de 2020. Neste caso, o mercado global vendeu 1,292 bilhão de unidades e teve retração de 5,9% em relação ao ano anterior, que acumulou a cifra de 1,372 bilhão.

A Samsung se mantém na liderança com uma fatia de 20,6% do mercado e após comercializar 266,7 milhões smartphones. Ainda assim, a empresa registrou queda de 9,8% em relação a 2019. A Apple aparece em segundo lugar, com 206,1 milhões de vendas e 15,9% de market share. O crescimento é de 7,9% ano a ano.

A Huawei caiu para o terceiro lugar em 2020 e com 14,6% de participação. Além disso, é a companhia que amargou a maior queda: 21,5% quando comparado com o resultado de 2019 (240,6 milhões). Em 2020, a empresa vendeu 189 milhões de unidades.

A quarta colocação é ocupada pela Xiaomi, que registrou o maior crescimento do ano, de 17,6%. Ao todo, a empresa abocanhou uma fatia de 11,4% do mercado e vendeu 147,8 milhões de telefones. A Vivo vem em quinto lugar, com um resultado de 111,7 milhões e 8,6%.

As demais empresas acumularam 371 milhões nas vendas e 28,7% de market share (-9,4%).

Com informações: IDC

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Leonardo Costa Porto dos Santos (@Leonardo_Porto)

A realidade dos preços da Apple no Brasil me faz desacreditar toda vez que leio uma notícia assim. Uma empresa com 4 modelos do aparelho vender muito mais que a Samsung que tem toda uma linha do baratinho ao topo de linha. Eu sei, eu sei que a realidade lá fora é diferente, mas mesmo assim é muito surreal de acreditar

Matheus Moreno (@Matheusandyou)

O problema não é o iPhone ser caro, é o real não valer nada! iPhone lá fora você compra com alguns dias de trabalho, aqui são meses. Samsung lá fora o preço é páreo com os iPhones.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Mais caro até.

A diferença é que a Samsung e líder no Brasil, então ela se esforça pra manter os preços competitivos dentro da própria linha.

Até porque a Samsung no Brasil não disputa mercado com a Apple, mas com diversos outros players Android. Quem vai comprar Apple, já sabe que vai pagar caro ou no máximo esperar o menos caro de uma promoção.

Igor Nagase (@nagasedesu1)

Aqui no Japão, os preços são bem iguais, e só da Apple. E sim, os iPhones aqui são caros tb.