Início » Aplicativos e Software » iOS 14.5 agiliza desbloqueio por Face ID usando Apple Watch

iOS 14.5 agiliza desbloqueio por Face ID usando Apple Watch

Método permite utilizar o smartwatch para tornar o desbloqueio do iPhone mais rápido com o uso de máscaras de proteção

Ana Marques Por

O iOS 14.5 está em fase de testes, e traz um recurso para facilitar o reconhecimento facial via Face ID, tornando o método biométrico mais ágil mesmo com o uso de máscaras. A solução deve ajudar parcialmente quem tem um iPhone e precisa usá-lo em locais públicos, onde a proteção é exigida – entretanto só funciona para quem também tem um Apple Watch.

iPhone 12 Pro Max (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

iPhone 12 Pro Max (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Apesar de ser possível treinar o iPhone para identificar seu rosto com máscara de proteção, o método não era algo oficial e eventualmente apresentava falhas. Desde o início da pandemia de COVID-19, em março de 2020, muitos usuários reclamavam sobre a necessidade de retirar a máscara para desbloquear o telefone – ou ser obrigado a digitar o PIN para desbloqueio, já que os iPhones recentes não contam com Touch ID.

Agora, a Apple finalmente apresentou uma forma de resolver o problema, ainda que ela não englobe todos os donos de iPhone e nem todas as funções que envolvem o Face ID.

Após habilitar o recurso, com um smartwatch da marca desbloqueado em seu pulso, você precisa apenas olhar para o sensor do seu celular e, então, sentirá o feedback tátil do relógio informando que o desbloqueio deu certo. É algo semelhante ao que acontece com os Macs.

Além disso, o bloqueio do iPhone também pode ser feito pelo Apple Watch – entretanto todas as outras ações, como autenticação de compra na App Store, não funciona com este método. Há ainda mais um ponto: em ciclos de algumas horas, você deverá inserir sua senha novamente como forma de verificação de segurança.

O desbloqueio do iPhone via Apple Watch é seguro?

No passado, esse método já apresentou falhas ao ser utilizado por donos de Macs. Portanto, será necessário ver o recurso em funcionamento para saber se a demora da Apple em lançar algo relativamente já conhecido foi em prol de melhorias que envolvam segurança.

Vale lembrar que a Apple está estudando ainda a volta do Touch ID para o iPhone 13 – mas isso não resolveria os problemas dos iPhones X, XS, XR, 11 e 12. Por isso, espera-se que a empresa tenha feito um bom trabalho na solução atual.

Mais recursos do iOS 14.5

A versão beta do iOS 14.5 para desenvolvedores traz ainda os controles que fornecem maior transparência ao rastreamento de dados por aplicativos (função de privacidade que irritou o Facebook e algumas outras empresas). Com o recurso, os apps deverão solicitar aos usuários a permissão para o rastreamento de atividades e coleta de informações.

Também estão presentes o suporte para controles de XBox Series S / X e PS5, compatibilidade com 5G dual-SIM e melhorias para a Siri, dentre elas a capacidade de ativar contatos de emergência por controles de voz.

Com informações: The Verge

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando