Início » Aplicativos e Software » Instagram testa barrar stories com fotos e vídeos do feed

Instagram testa barrar stories com fotos e vídeos do feed

Instagram experimenta barrar stories com fotos e vídeos de posts do feed e perguntas frequentes nas mensagens diretas

Bruno Gall De BlasiPor

O Instagram está barrando a publicação de stories com fotos e vídeos que venham do feed. A remoção da opção para compartilhar os posts parte de um teste público realizado na plataforma em algumas regiões. Além disso, a rede social também está experimentando um recurso de perguntas frequentes nas mensagens diretas.

Instagram (Imagem: Katka Pavlickova/Unsplash/)

Instagram (Imagem: Katka Pavlickova/Unsplash/)

A alteração foi notificada aos usuários participantes do teste em um alerta com o título “Testando uma mudança no compartilhamento de stories”. “Ouvimos de nossa comunidade que eles querem ver menos postagens de feed nos stories. Durante este teste, você não poderá adicionar uma postagem de feed aos seus stories”, diz o aviso.

Ao Social Media Today, o Instagram explicou nesta terça-feira (2) que os testes estão acontecendo em algumas regiões selecionadas e que, até o momento, não há previsão de levar a mudança para mais usuários da rede social de fotos e vídeos.

“Vimos por meio de pesquisas que as pessoas preferem ver fotos e vídeos originais nas histórias das pessoas de quem gostam. O objetivo do nosso teste é entender melhor como as pessoas se sentem sobre esse tipo de conteúdo e, por fim, melhorar a experiência do Stories”, disseram ao site.

Instagram experimenta barrar stories com fotos e vídeos do feed (Imagem: Reprodução/Matt Navarra)

Instagram experimenta barrar stories com fotos e vídeos do feed (Imagem: Reprodução/Matt Navarra)

Instagram testa perguntas frequentes nas DMs

O Instagram também está experimentando um novo recurso de perguntas frequentes nas mensagens diretas. A função permite que o usuário crie uma espécie de FAQ ao sugerir dúvidas recorrentes para aparecer nas conversas iniciadas pela rede social.

“Ajude as pessoas a iniciar conversas mostrando perguntas em que elas podem tocar no início de um bate-papo”, diz a descrição da função no aplicativo para iPhone (iOS).

Instagram testa perguntas frequentes nas mensagens diretas (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Instagram testa perguntas frequentes nas mensagens diretas (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Com informações: Social Media Today e Matt Navarra (1 e 2)

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
10 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Augusto M. Garrucho (@garrucho)

Se eu entendi direito, isso é burro. Vão tirar print do feed e postar no stories de qualquer forma. Vai ter o ônus de não linkar pra lugar algum como é hoje, e de tirar o botão “compartilhar nos stories” fácil de usar. Mas claro, vai inibir um pouco esse tipo de uso.

Mas… eu hein.

imhotep (@imhotep)

Ajeitar a versão pra Android, nada!
É impressionante a diferença entre usar no iPhone e em algum Android, mesmo que seja tb top de linha.

imhotep (@imhotep)

A interface é meio b**** também.
Muito botão fora de lugar, vc às vezes nem sabe onde clicar.

Vítor Gomes Neves Oliveira (@vctgomes)

Eu estava conversando com um desenvolvedor de Android não faz muito tempo e ele estava explicando que essa culpa tá mais pq o encoder de vídeo do Android é horrível e não do próprio Instagram.

Basicamente qnd vc grava um vídeo no Android, o encoder utilizado é o de hardware, q é ineficiente. O Insta então limita o bitrate pra reduzir o tamanho do arquivo e n acabar com a banda do cliente ou sobrecarregar servidores da empresa. Acontece que no iOS, a API de encode de vídeo é em software e usa o FFmpeg, super mais eficiente.

Ou seja: não dá pra cobrar do Instagram o que, na vdd, é deficiência do Android e Google.

Vítor Gomes Neves Oliveira (@vctgomes)

Excelente. Eu, particularmente, acho ridículo aquelas pessoas que postam: foto nova, novo post etc.

Na vdd, os próprios stories estão super contaminados com conteúdos bostas, prints, notícias sem sentido etc. O q era pra ser um local para fotos pessoais e rápidas, virou um terror de conteúdo irrelevante.

Talvez foi esse o motivo do Snapchat ter sido, na época q era relevante, tão relutante em liberar a função postar fotos da galeria.

Isso tudo e fora a IA ridícula. Hoje eu mal vejo fotos ou conteúdo dos meus seguidores no feed. Somente coisa aleatórias pessoa famosas ou páginas com muitos likes que, por algum motivo, o Insta acha q é útil pra mim.

@LeandroCSC

O Orkut teve um substituto. O Facebook se encontra em vias de extinção quando analisamos
a assiduidade dos usuários.
E o Instagram? Terá algum rival algum dia? Torço que sim. Já perdeu a essência,e cada vez mais aparecem umas mudanças,que pra mim,em pouco agregam a experiência na rede social.

imhotep (@imhotep)

Entendo, mas nem estou falando de videos. Estou falando do app propriamente dito, seu uso geral, com fotos também.
Me parece q pegaram o código para iOS, fizeram uma gambiarra e portaram para Android.

gabrielcarlos (@gabrielcarlos)

Literalmente fizeram isso no app do Windows Phone. O port era ridículo, crashava toda hora.

Igor Nagase (@nagasedesu1)

Segundo a Samsung, o novo Galaxy S21 Ultra vai ter stories em qualidade nativa da câmera e qualquer app de foto.

Vítor Gomes Neves Oliveira (@vctgomes)

Bacana. Eu tinha ouvido falar isso msm… Tomara q a Samsung traga isso pro Note 20 tbm kk

Siebel (@Siebel)

Facebook virou rede social de tia, de vó…

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Não é bem assim. Eles vão melhorar o processamento deles, mas o resto é com o app.

@LeandroCSC

Em se tratando dos topos da Samsung,hoje é aceitável o que a gente vê ,hoje,nos stories. Então qualquer coisa que venha a melhorar,já é alguma coisa. Ctza que vai ficar melhor se isso se confirmar.

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

Só que não. O codificador acelerado por hardware é apenas uma opção, fica a critério do desenvolvedor do app usar ele ou então partir pra um codificador baseado em software. Um exemplo é o Quik da GoPro, que usa um codificador via software tanto no Android quanto no iOS. Se você renderizar o mesmo projeto em ambos, a qualidade do arquivo final é idêntica.

O app do Instagram é cagado no Android porque foi feito às coxas. Mesmo se você tiver tirado a foto / gravado o vídeo com o app de câmera nativo do aparelho ao invés de usar a câmera diretamente no Instagram, ainda assim na hora de postar no feed ou stories a qualidade vai cair drasticamente…

Vítor Gomes Neves Oliveira (@vctgomes)

O que ele me disse:
“Primeiramente porque build de encoder de vídeo em software precisa ser otimizada pra o aparelho pra poder rodar mais rápido, senão demora um tempão… e segundo que isso aumentaria o tamanho dos apps, imagina cada app tendo uma biblioteca de encode inteira dentro dele?”

“Eu já vi apps na Play Store que eram front-ends pra o FFmpeg que eram lentos pra porra, eles usavam versões antigas do FFmpeg, só utilizavam um núcleo do processador e tinham pouquíssima otimização, era um inferno”