Início » Internet » YouTuber tenta gravar vídeo de pegadinha e é morto a tiros

YouTuber tenta gravar vídeo de pegadinha e é morto a tiros

Polícia diz que Timothy Wilks e um amigo estavam gravando vídeo de pegadinha para o YouTube ameaçando pessoas com facas

Felipe VenturaPor

Timothy Wilks, de 20 anos, foi baleado e faleceu na noite da última sexta-feira (5) no que parecia uma tentativa de pegadinha para o YouTube: ele e um amigo abordaram um grupo de pessoas com facas de açougueiro, e outro rapaz sacou uma arma alegando legítima defesa.

YouTube (Imagem: Szabo Viktor/Unsplash)

YouTube (Imagem: Szabo Viktor/Unsplash)

“Detetives foram informados de que Wilks e um amigo estavam participando de uma ‘pegadinha’ como parte de um vídeo do YouTube”, diz o comunicado da polícia de Nashville (EUA). O nome do amigo não foi revelado, e não foi possível identificar o canal em questão no YouTube.

David Starnes Jr., de 23 anos, admitiu aos policiais ter baleado Wilks após ser abordado com as facas. Ele disse que atirou no rapaz por legítima defesa e que não sabia da pegadinha. A divisão de homicídios está investigando o caso, mas não fez uma acusação formal até o momento.

O incidente ocorreu no estacionamento de um parque de diversões, o Urban Air Trampoline and Adventure Park localizado na cidade de Hermitage. “Este é um local que atrai muitas crianças”, relata uma cliente ao WKRN, canal local de TV. “Quando estávamos lá, havia um monte de crianças pequenas.”

YouTube proíbe pegadinhas perigosas

Em sua política de conteúdo perigoso ou nocivo, o YouTube proíbe “conteúdo que mostra pegadinhas em que as vítimas acreditam estar sujeitas a danos físicos graves e iminentes ou que geram estresse emocional grave em menores”.

Isso começou a valer no início de 2019: na época, estava bombando o desafio de Bird Box, em que as pessoas tentavam andar pela rua e até mesmo dirigir com os olhos vendados – um motorista causou um acidente por causa disso, sem deixar feridos.

A regra também vale para pegadinhas que levam pessoas a pensarem que estão em perigo – a ameaça com facas provavelmente iria entrar nessa categoria. No entanto, buscas por “knife prank” (pegadinha com faca), “robbery prank” (roubo) e “home invasion prank” (invasão de domicílio) ainda retornam diversos resultados.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
18 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Goku SSGSS (@renatodantas)

Enfim… mais uma “brincadeira saudável” e o perigo da busca excessiva por “likes” nas redes sociais fazendo vítimas.

Guilherme Machado (@meioprato)

A seleção “natural” se encarregando dos idiotas caça-likes…

Igor Pamplona (@Igor_Pamplona)

também, azidéia

// (@Francisco)

Menos um idiota no mundo

Diego M. Viegas (@Diego_Viegas)

Já vi também Youtuber brasileiro fazendo pegadinhas de assaltar pessoas nas ruas. Tem que ser muito demente para achar que todo mundo vai levar algo assim na brincadeira.

@doorspaulo

Se não tiver filhos, temos aí o campeão do Darwin Awards 2021.

Giovani (@Giovani)

Darwin seu lindo!

DeadPull (@DeadPull)

Darwin, seu menino levado!

Eu (@Keaton)

ele e um amigo abordaram um grupo de pessoas com facas de açougueiro,

/r/WhatCouldGoWrong

Bicho burro é uma desgraça… sério, agora vai complicar a vida de quem achou que era de verdade e se defendeu…

Leonardo Cezar (@Leonczm)

Acho justo

Eu (@Keaton)

Se não me engano tinha aquelas pegadinhas armadas do Silvio Santos ou jumento chamado Sérgio Malandro que faziam o mesmo… Tanto que o Sérgio Malandro parou de fazer essas merdas quando fizeram com ele.

@Diego1

Ameaçar pessoas no sul dos EUA? Que otário.

Leonardo Brandão Gonçalves (@leonardobg7)

Pegadinha de TV é tudo combinado…

Eu (@Keaton)

Yep, boa parte das Br são armadas, assim como 99.99999999…% das do YouTube.
Mas vai saber, depois que aconteceu nunca mais vida teve desses

Exibir mais comentários