Início » Aplicativos e Software » LibreOffice 7.1 chega com mais suporte ao Office e novas funções

LibreOffice 7.1 chega com mais suporte ao Office e novas funções

LibreOffice 7.1 Community é uma suíte de escritório gratuita e de código aberto disponível para Linux, macOS e Windows

Emerson Alecrim Por

Nesta semana, a versão final do LibreOffice 7.1 Community foi liberada. Com código-fonte aberto e disponível para Linux, macOS e Windows, o projeto é popular entre usuários que buscam uma suíte de escritório funcional e gratuita. A nova versão traz um conjunto de pequenos ajustes para continuar atendendo às expectativas, como suporte melhorado ao Microsoft Office.

Impress no LibreOffice 7.1 (imagem: divulgação/TDF)

Impress no LibreOffice 7.1 (imagem: divulgação/TDF)

Na verdade, melhorias no suporte aos formatos do Microsoft Office aparecem com frequência nas novas versões do LibreOffice. Não podia ser diferente: fazer documentos do Word ou planilhas do Excel abrirem na suíte sem falhas de formatação ou erros de fórmula, por exemplo, é um desafio e tanto.

No caso do LibreOffice 7.1, o editor de textos Writer melhora a importação e exportação de funções de tabelas em arquivos .docx, bem como o controle sobre alterações em tabelas flutuantes, além de adicionar suporte ao espaçamento abaixo do último parágrafo do cabeçalho.

Já a ferramenta para apresentação de slides Impress aperfeiçoa o suporte aos elementos gráficos SmartArt, do PowerPoint.

Mas as novidades não dizem respeito apenas à compatibilidade com os arquivos do Office. A suíte como um todo agora conta com uma nova caixa de diálogo para seleção da interface do usuário e mostra todos os arquivos suportados quando uma extensão é adicionada ao Extension Manager, por exemplo.

Além disso, a suíte agora conta com suporte às bibliotecas do ScriptForge, que trazem macros de vários tipos que podem ser acionadas via instruções escritas em Basic ou Python.

Writer no LibreOffice 7.1 (imagem: divulgação/TDF)

Writer no LibreOffice 7.1 (imagem: divulgação/TDF)

Voltando ao Writer, o editor está mais rápido nas operações de localização e substituição de sentenças, agora pode detectar texto Unicode e tem um novo inspetor de estilo capaz de exibir os atributos de estilo de um parágrafo.

O Calc, ferramenta de planilha, ganhou uma opção para gerenciar a colagem de dados com a tecla Enter e também melhorou os filtros para localização e substituição de dados.

No Draw, para desenho vetorial, uma das novidades é a possibilidade de adicionar assinaturas visíveis a arquivos em PDF, enquanto o Impress ganhou uma função que altera animações para vários objetos de uma só vez.

O LibreOffice 7.1 Community pode ser baixado no site oficial. O resumo das novidades aparece no vídeo a seguir.

LibreOffice Enterprise

Junto ao anúncio do LibreOffice 7.1, a The Document Foundation (TDF), organização responsável pela suíte, destacou que a versão Community é direcionada a usuários domésticos e pequenos escritórios.

Para escritórios maiores, a entidade recomenda o uso do LibreOffice Enterprise, que tem praticamente as mesmas funcionalidades da versão Community, mas é oferecido por parceiros que trabalham com várias opções de suporte ou recursos personalizados.

A TDF argumenta que o uso da versão Community em vez da Enterprise no ambiente corporativo pode exigir que os desenvolvedores dediquem tempo a resolver problemas para as empresas que não trazem nenhum retorno à comunidade, daí a criação da versão Entrerprise.

Há mais informações sobre o LibreOffice Enterprise no site do projeto. Para organizações que querem usar o LibreOffice, a TDF montou um protocolo de migração e uma lista de profissionais que podem ajudar nesse processo.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando