Início » Legislação » Apple diz que projeto de lei nos EUA “ameaça destruir o iPhone”

Apple diz que projeto de lei nos EUA “ameaça destruir o iPhone”

Projeto de lei quer restringir exigências de exclusividade em lojas de apps na Dakota do Norte; Apple se manifesta contra a proposta

Bruno Gall De Blasi Por

Um novo projeto de lei nos Estados Unidos pode atingir diretamente lojas de aplicativos como a App Store e a Google Play Store. Apresentada no Senado da Dakota do Norte nesta terça-feira (9), a proposta visa impedir que as empresas exijam que apenas suas plataformas e métodos de pagamentos próprios sejam utilizados por desenvolvedores. Para a Apple, no entanto, a iniciativa “ameaça destruir o iPhone”.

Apple iPhone 12 Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Apple iPhone 12 Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

A proposta foi anunciada pelo senador Kyle Davison, do Partido Republicano, conforme conta o Bismarck Tribune. Segundo Davison, o projeto de lei de número 2333 pretende “nivelar o campo para desenvolvedores de aplicativos” no estado e “proteger os clientes de taxas monopolistas devastadoras impostas por grandes empresas de tecnologia”.

A proposta, no entanto, não agradou a todos, como é o caso da Apple. Para o engenheiro-chefe de privacidade da empresa, Erik Neuenschwander, o projeto de lei “ameaça destruir o iPhone como é conhecido”. Ele ainda afirma que estas mudanças podem “minar a privacidade, segurança, proteção e desempenho” do celular.

“Simplificando, trabalhamos muito para manter os aplicativos ruins fora da App Store; [a proposta] pode exigir que os deixemos entrar”, afirmou Neuenschwander.

O que diz o projeto de lei?

O projeto de lei apresentado ao Senado da Dakota da Norte se concentra em apenas duas páginas. No texto, há três restrições às empresas que sejam proprietárias de lojas de aplicativos com receita anual acima de US$ 10 milhões.

A primeira delas se concentra na exigência de o desenvolvedor ter que publicar um app somente na loja de apps da companhia. Sendo assim, caso o texto seja aprovado sem alterações, a Apple possivelmente teria que permitir a distribuição de aplicativos no iPhone através de outras plataformas, por exemplo.

A segunda retenção visa evitar que os desenvolvedores utilizem exclusivamente o sistema de pagamentos da loja em questão para compras dentro do app. A proposta ainda quer impedir retaliações aos desenvolvedores caso optem por outras alternativas.

O projeto de lei surge após críticas contra a Apple devido à App Store. Além do conflito com a Epic Games, a empresa ainda foi processada pela loja de apps Cydia em dezembro por “monopólio ilegal” e alvo de queixas do Telegram. Em junho, a fabricante do iPhone disse que existe uma alternativa à loja de aplicativos: o Android.

Vale lembrar que a iniciativa cobre apenas o estado de Dakota do Norte e não o restante do país. Ainda assim, conforme observado pelo The Verge, empresas, como a Apple, teriam de alterar significativamente seus sistemas para atender a lei local.

Com informações: MacRumors, The Bismarck Tribune e The Verge

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
12 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@doorspaulo

Acho o hardware da Apple muito interessante, mas não quero viver no “jardim murado” dela.

@Diego1

Ah , coitadinha da Apple com concorrência ela não aguenta

@Diego1

Engraçado o argumento de que o Android é alternativa a Apple store, as big tech nem tão se dando o trabalho de esconder que são um cartel

Desenvolvimentista (@mandatario)

Ela não tem lucros com a vendas do aparelho?
Vai no máximo deixar a loja mais pobre. Com a concorrencia.
Mas matar o aparelho kkkkkk

DeadPull (@DeadPull)

Matar o iPhone? Basta configurar os aparelhos pra não rodarem aplicativos que não estejam de acordo com as regras de privacidade e segurança. O resto é choro.

Eu (@Keaton)

Uai… A Apple não poderia fazer o que diabox quisesse com o sistema operacional dela? Afinal, o sistema é deles e eles estão acima das leis e etc… Quero muito ver esse projeto passar. Seria lindo. Mas muito provavelmente a Apple vai molhar a mão de muita gente para isso não passar… digo, molhar a mão é um termo ruim… fazer lobbying mesmo.

Eu (@Keaton)

Acho que a bolha dos smartphones estoura depois da do Bitcoin. hahaha

Eu (@Keaton)

Filho, tu tá surtando à toa. Tu continua podendo escolher um iPhone. A única diferença é que naquela jurisdição terá a opção de ter apps fora da AppStore (que é o ideal). Nada além disso. Se tu não quer sair do AppStore, ok. Sem problema. Continua exatamente como está. Absolutamente nadinha muda.

As outras pessoas terem acesso à algo que tu não quer não vai prejudicar a tua experiência. E mesmo que tu não queira, já existe Cydia da vida.

Como já disse diversas vezes, se tu não quer, não usa. Mas também não tira a opção de quem quer.
Se a tua opção à querer um jardim cercado para usar Apple, a opção que tu tem para apps que não tem no AppStore é simplesmente não usar. Sério. Simples assim.

Eu (@Keaton)

Só para começo de conversa, isso nem vai te afetar. (Só se tu morar na Dakota da Norte, ai sim isso pode te afetar)

Velho… isso aqui é quase ladeira escorregadia… acho que daria para considerar reductio ad absurdum.
Alias, quem está falando em rodar no iOS coisas que não foram desenvolvidas para iOS? Até mesmo o porque não faria sentido.

Novamente… se tu se sente seguro só com o AppStore, então mesmo que essa mudança seja global, isso não vai mudar absolutamente nada para você. Mas nesse caso, o projeto de lei é só e somente só para a Dakota do Norte… tu tá surtando à toa. Completamente à toa.

Outra coisa que pode te dar tranquilidade, subornar poiticos lá nos estados unidos é legal e se chama lobbying… tipo ela fez lobbying contra aquela lei que visava banir a importação de coisas feitas com o trabalho forçado da minoria Uyghurs lá na China.

Uh… no AppStore qualquer usuário pode instalar o que quiser também… agora se tu diz instalar de onde quiser, completamente é outra história.

Não, isso é culpa que o Google anda dando uma de Microsoft e deixando o sistema operacional cada vez mais pesado porque o hardware tem ficado mais rápido e mais rápido… ai os top de linha sofrem bem menos… porém os mais simples só se ferram.
O hardware chegou à um nivel que é quase impossivel tu perceber se é um Snapdragon 888 ou um Dimension 1000+. Porém os celulares com Snapdragon 6xx podem sentir alguma perda de desempenho.

Filho… tu acha que quantos porcento do pessoal que usa Android se dá ao trabalho de instalar coisas fora da Play Store? 100%? Eu chutaria que mais de 90-95% nem sequer sabe do termo APK. Simplesmente porque a plataforma abre novas possibilidades, não quer dizer que todo mundo usará. Mas quem quiser usar, usará. Quem não quiser usar, não usará.