Início » Celular » Xiaomi apaga enquete em que sugeria Redmi Note 10 sem tela OLED

Xiaomi apaga enquete em que sugeria Redmi Note 10 sem tela OLED

Xiaomi disponibiliza enquete sobre tela de Xiaomi Redmi Note 10 no Twitter e remove questionário pouco após sua publicação

Bruno Gall De Blasi Por

A Xiaomi abriu uma enquete sobre o Redmi Note 10 nesta segunda-feira (15). Pelo Twitter, a companhia queria saber se os consumidores preferiam uma tela LCD de 120 Hz ou um painel AMOLED no sucessor do Redmi Note 9. A empresa, no entanto, apagou o questionário depois que grande parte do público optou pela segunda alternativa.

Xiaomi Redmi Note 9 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Xiaomi Redmi Note 9 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

O questionamento veio ao ar no perfil Redmi India (@RedmiIndia). Na publicação, a empresa perguntou “se você escolhesse apenas uma das duas especificações a seguir em seu próximo smartphone da série Redmi Note 10, quais seriam?”. Em seguida, disponibilizou uma enquete sobre o assunto.

A lista de respostas trazia duas opções aos usuários da rede social. A primeira, “Melhor LCD + 120 Hz” (em tradução livre), fazia referência a uma tela LCD com taxa de atualização de 120 Hz. A segunda, “AMOLED”, era possivelmente relacionada a um display com a tecnologia e frequência inferior, de 60 Hz.

Entre as quase 9 mil respostas registradas, 88% do público escolheu a segunda opção, enquanto ainda restava 21 horas para que a votação fosse encerrada. Mas, pouco após a publicação, a Xiaomi removeu a enquete, sugerindo que o celular pode trazer tela LCD de 120 Hz em vez de painel AMOLED, conforme observou o Android Authority.

Enquete da Xiaomi sobre o Redmi Note 10 (Imagem: Reprodução/Android Authority)

Enquete da Xiaomi sobre o Redmi Note 10 (Imagem: Reprodução/Android Authority)

O que esperar da linha Redmi Note 10?

Esta, porém, não é a primeira vez que possíveis detalhes da linha Redmi Note 10 surgem antes de seu lançamento. No começo de janeiro, informações de bastidores apontavam para a presença de uma tela LCD de 120 Hz no Redmi Note 10 Pro, além de bateria de 5.020 mAh e processador Qualcomm Snapdragon 732G.

Ainda de acordo com Ishan Agarwal, o Redmi Note 10 deve chegar às lojas em modelos com memória RAM de até 6 GB e armazenamento de 64 GB. A edição com o selo Pro, por sua vez, deve trazer até 8 GB de RAM e até 128 GB de espaço.

Espera-se que os celulares sejam anunciados em março. Em junho, o Redmi Note 9 e Note 9 Pro chegaram ao Brasil com preços sugeridos entre R$ 2.699 e R$ 4.199.

Com informações: Android Authority (1 e 2)

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
7 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

² (@centauro)

Ah, aquele momento em que você confere a resposta com os amigos e descobre que provavelmente errou a questão na prova mas não pode mais corrigir porque já entregou a prova.