Início » Computador » GeForce RTX 3060 já é listada com preço maior que sugerido pela Nvidia

GeForce RTX 3060 já é listada com preço maior que sugerido pela Nvidia

Demanda por placas de vídeo está tão alta que Nvidia GeForce RTX 3060 tem aumento de preço antes do lançamento

Emerson AlecrimPor

Nos Estados Unidos e Europa, a Nvidia marcou o lançamento oficial da GeForce RTX 3060 para 25 de fevereiro. O modelo tem a proposta de ser uma placa de vídeo poderosa, mas mais em conta em relação às GPUs RTX 3090, 3080 e 3070. Só tem um problema: em alguns mercados, os preços de pré-venda estão muito acima dos valores sugeridos pela companhia.

Placa de vídeo da série GeForce RTX (imagem: divulgação/Nvidia)

Placa de vídeo da série GeForce RTX (imagem: divulgação/Nvidia)

A GeForce RTX 3060 é uma placa de vídeo de arquitetura Ampere, 3.584 shaders, 12 GB de memória GDDR6 e TDP de 170 W. Como esperado, a novidade também traz suporte a ray tracing e DLSS.

Nos Estados Unidos, o preço sugerido pela Nvidia para o modelo é de US$ 329. Na Europa, a empresa propôs € 329. É justamente no continente europeu que os aumentos de preços estão mais pronunciados.

Um levantamento do VideoCardz mostra a placa de vídeo com preços na casa dos € 500 na ProShop, varejista que atua em vários países da Europa. Em algumas lojas, o valor de pré-venda chega perto de € 700. Para um produto que ainda não foi lançado oficialmente, essa variação de preços é estarrecedora.

A não ser que haja algum acordo contratual, nenhum varejista é obrigado a seguir os preços sugeridos pelos fabricantes. Mas o comportamento padrão é o de praticar os valores sugeridos pelo menos com os primeiros lotes e só aumentar preços se a demanda pós-lançamento for muito alta.

O problema é que, do final de 2020 para cá, o mercado de placas de vídeo tem ficado bastante movimentado, em parte, por conta da crescente procura por GPUs para mineração de criptomoeda, principalmente Ethereum.

Se a demanda cresce, os preços aumentam. Trata-se da chamada “lei da oferta e da procura” se manifestando fortemente aqui. Mas também há um pouco de jogo sujo: o VideoCardz constatou que alguns lojistas cancelaram encomendas antecipadas da GeForce RTX 3060 (com o preço sugerido pela Nvidia) para forçar os consumidores a fazerem pedidos baseados nos novos preços.

Para piorar, não há previsão de normalização dos valores. A Nvidia teria que aumentar a produção das GPUs para dar conta da demanda atual e, assim, segurar os preços, trabalho que, dada a complexidade do segmento, não é possível de ser feito em pouco tempo.

Com informações. XDA Developers.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
8 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

LekyChan (@LekyChan)

isso ai é lojista que sabe que o produto vai ser escasso e quer ganhar mais com isso.

@Comentador

Viva o capetalismo.

Sérgio (@trovalds)

Para piorar, não há previsão de normalização dos valores. A Nvidia teria que aumentar a produção das GPUs para dar conta da demanda atual e, assim, segurar os preços, trabalho que, dada a complexidade do segmento, não é possível de ser feito em pouco tempo.
Complexidade não é exatamente o problema. O problema se chama a mineração de criptomoedas.

Contextualizando: quanto mais criptomoeda é minerada, mais poder de processamento se demanda. É basicamente uma escala matemática. Se hoje você precisa de 1 placa de vídeo pra minerar 1 unidade de uma determinada criptomoeda, amanhã você vai precisar de 2 placas e assim por diante. Isso pra minerar a mesma quantidade no mesmo tempo. Só que quanto mais moeda existir, mais difícil se torna obtê-la.

Dito isso: as fabricantes de placas de vídeo não querem arriscar aumentar a oferta agora pra suprir uma demanda absurda e daqui a alguns meses a mineração se tornar inviável com hardware comum. Daí eles ficam com um estoque enorme encalhado e sem ninguém pra comprar, mesmo se eles reajustarem os preços para baixo. E nisso quem sai ganhando é quem revende, que sabe que vai ter gente disposta a pagar o ágio sobre o valor de tabela recomendado e aproveita pra lucrar em cima.

Quem se lasca com isso é o consumidor final. Porque mesmo que ele esteja disposto a pagar mais basicamente ele não vai achar produto pra comprar.

Uma coisa inclusive que comentei em um grupo de Telegram em uma discussão foi justamente a nVidia e a AMD não poderem mais investir no marketing “para games”. Porque o gamer mesmo não está tendo o que comprar.

² (@centauro)

E não está tendo uma falta de chips em geral também por causa do aumento na demanda global?

Eu (@Keaton)

a nVidia devia é lançar alguma RTX 3050 com 8GB e poder de processamento da 1680 + RTX por um preço decentezinho…

Enquanto isso só quem ganha com esse cenário é o scalper…

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

1680? Que GPU é essa?

Eu (@Keaton)

Uma 1660Super com 256 CUDA cores extras que eu criei. hahaha
Falando sério, eu escrevi “1660”, só que o GBoard corrigiu para “1680” (que é a senha do meu MySQL - é restrito à localhost). (Não sei porque o gboard corrigiu numero)

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

Ah sim, agora faz sentido. Acho que o seu corretor atacou em outros tópicos também, não foi a primeira vez que vi você mencionando essa 1680, por isso resolvi perguntar…

Eu (@Keaton)

Tu tem certeza? Se buscar site:comunidade.tecnoblog.net “1680” só aparece essa vez e mais alguma coisa que eu nem sei o que era. Mas enfim, esse GBoard tá pirando.