Início » Negócios » CEO do Facebook quis “causar dor” à Apple em disputa sobre privacidade

CEO do Facebook quis “causar dor” à Apple em disputa sobre privacidade

Declaração de Mark Zuckerberg ocorreu após Tim Cook criticar Facebook no escândalo Cambridge Analytica

Victor Hugo SilvaPor

A disputa entre Facebook e Apple se intensificou com o novo recurso de privacidade no iOS 14. Porém, as empresas travam há anos uma batalha, que envolve não só o rastreamento de usuários, mas também seus modelos de negócios. Em um dos momentos mais críticos, Mark Zuckerberg afirmou que era preciso “causar dor” à concorrente.

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook (Imagem: Anthony Quintano/Flickr)

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook (Imagem: Anthony Quintano/Flickr)

Segundo o Wall Street Journal, a declaração foi feita após uma entrevista em que Tim Cook comenta sobre o escândalo Cambridge Analytica. À MSNBC, o CEO da Apple criticou o modelo de negócios do Facebook. Questionado sobre o que faria se estivesse no lugar do CEO e fundador do Facebook, Cook afirmou: “Eu não estaria nesta situação”.

Publicamente, Zuckerberg alegou que a fala de Cook foi “extremamente superficial” e “nada alinhada com a verdade”. No entanto, fontes do WSJ ligadas ao Facebook afirmaram que, internamente, o executivo teve uma postura mais combativa e com tom de revanche pela forma como a sua empresa havia sido tratada.

Mudança no iOS 14 acirra disputa

O conflito entre as companhia ficou marcado por vários episódios. Em 2018, a Apple usou o Facebook como exemplo ao apresentar um recurso que permitia limitar a coleta de dados no Safari. A dona do iOS também pressionou pela retirada do Onavo da App Store e suspendeu temporariamente os certificados do Facebook em seu sistema por violações às regras.

Em 2020, a Apple informou que o iOS 14 contaria com recurso de privacidade que impede aplicativos de rastrearem a atividade em outros apps e sites sem a permissão dos usuários. A mudança, que ainda não entrou em vigor, obriga serviços como o Facebook a exibirem uma janela para pedir que usuários autorizem o rastreamento.

A regra deve fazer muitos usuários restringirem a coleta de dados por aplicativos e levou ao estado atual da briga das duas companhias. Para Zuckerberg, a Apple abusa de sua posição dominante enquanto dona da plataforma para prejudicar aplicativos. Cook, por sua vez, critica o Facebook sem citá-lo e afirma que algoritmos estão ajudando a alimentar teorias da conspiração.

Tim Cook, CEO da Apple

Tim Cook, CEO da Apple

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação