Início » Gadgets » Review do leitor: Motorola i1, com rádio Nextel

Review do leitor: Motorola i1, com rádio Nextel

Por
8 anos atrás

O leitor Ale Johnny (@AleJohnny), do Rio de Janeiro, comprou um Motorola i1, aparelho rodando Google Android voltado para quem utiliza os serviços de telefonia da Nextel. Confira abaixo as impressões do Ale sobre o aparelho — além de um monte de fotos.


Depois de pouco mais de uma semana com o Motorola i1 em mãos, já posso tecer minhas opiniões sobre o aparelho. O i1 é o primeiro e único celular rodando Android que suporta a tecnologia de rádio da Nextel. Para quem não conhece, a Motorola é a proprietário do iDen, uma forma de comunicação instantânea graças ao PTT (Push-To-Talk).

Ele funciona como um walk-talkie daqueles antigos, só que fazendo uso da rede celular da Nextel.

Software

O Motorola i1 é vendido com o Android 1.5 de fábrica. É uma pena, já que diversos apps do Android Market só estão saindo compatíveis com a versão 2.1 (Ecclair) em diante. Porém, ainda existe uma boa variedade de apps compatíveis com a 1.5, basta saber procurar.

Por conta da limitação de hardware e da discriminação com alguns aparelhos recém-chegados com Android, não espero que a Motorola vá lançar algum update do Android para a versão 1.6, muito menos para o Android 2.1.

A Nextel incluiu alguns apps para Android como o GPS Nextel, para navegação curva-a-curva. O Nextel Live é um app com feeds de notícias de portais brasileiros e QuickOffice serve para visualizar documentos do Office. O i1 ainda tem o mal falado Opera Mini modificado pela Nextel. Sorte que ele pode ser deixado de lado, já que é possível instalar o Opera Mini diretamente do Android Market, sem personalização.

Design

Esse Motorola é leve, com uma excelente pegada na mão. O aparelho conta com bordas superiores e inferiores com emborrachado, o que garante uma construção sólida e robusta. A Motorola mandou bem ao usar materiais de primeira no i1, trazendo durabilidade sem abrir mão do estilo.

Tela touchscreen e usabilidade

Teclado virtual do Motorola i1 | Clique para ampliar

Eu diria que a tela é excelente se ela fosse maior: o i1 possui um display de 3,1 polegadas com 265 mil cores TFT e resolução de 320×480 pixels, o que dificulta digitar ou tocar em áreas específicas da tela com maior precisão. O que é um ponto falho dos Androids, afinal  aparelhos com certas resoluções deveriam ter tamanho mínimo de tela para evitar problemas de limitação da usabilidade para quem tem dedos maiores.

Porém, para dar uma aliviada nessa falha, o i1 vem com 3 layouts de teclado virtual diferentes: o padrão do Android, o XT9 (com tecnologia T9 de previsão e correção de texto)  e o Swype, que permite uma escrita mais rápida arrastando o dedo em cima das teclas, em vez de tocar em uma por uma. O Swype funciona muito bem depois que você se acostuma com ele.

Conectividade e GPS

GPS em funcionamento | Clique para ampliar

O Wi-Fi tem um bom alcance. Testei em conjunto com um iPod Touch 2G, cuja antena Wi-Fi é mais fraca. Algumas redes com potência mais baixa apareciam na lista do i1, mas não na do iPod Touch.

Infelizmente o Bluetooth é capado, só permitindo pareamento fácil com fones de ouvido, caixa de sons etc. Para envio de arquivos e outros serviços Bluetooth, é necessário baixar um aplicativo especificamente para esse fim no Android Market.

O sistema de posição geográfica é excelente, já que conta com A-GPS. O Android ainda permite triangular redes Wi-Fi e torres de celular, aprimorando a precisão e velocidade para te achar no mundo.

Foto, vídeo e entretenimento

A câmera de 5 MP com foco automático tem uma ótima qualidade em fotos claras, enquanto a qualidade em ambientes mais escuros é razoável. O flash LED ajuda bastante na iluminação, mas como toda câmera de celular, a qualidade não é das melhores.

Para gravar vídeos, a qualidade não é nada apreciável: a câmera do Motorola i1 filma somente em CIF (325×280 pixels), com 15 quadros por segundo.

Por ser voltado para o mercado mais profissional, não é de se esperar muita perfomance com mídia. O processador lento não consegue executar vídeos sem dar algumas engasgadas. O i1 também não inclui o aplicativo nativo do YouTube para Android (tive que instalá-lo separadamente de outro site). Como na rede de dados da Nextel é impossível assistir a vídeos, o Wi-Fi é a única opção nesse caso.

Ligações

Discador do Motorola i1 | Clique para ampliar

A qualidade das ligações é excelente, tanto o auricular como o auto-falante possui som claro e alto, sem distorções ou estouros. E o microfone também tem ótima qualidade de voz, com redução de ruído.

BIS Nextel

Fiz a aquisição do plano de dados da Nextel — o BIS Nextel — ao comprar o aparelho. Em determinadas áreas a internet se manteve estável, mesmo com a lentidão, sem dar erros de conexão como acontecia com apps diversos. Porém, para quem pensa em usar o aparelho como um modem no computador, por exemplo, não é recomendável de forma alguma.

Bateria

A Motorola promete 3 horas e meia de conversação e até 100 horas de espera. Nos testes, com uso intenso de rádio, Twitter e Google Talk, com Wi-Fi e conexão de dados ativos, o alerta de 15% de carga restante apareceu quando o aparelho já estava há 7 horas longe da tomada. Parece-me que a opção aqui é ter uma bateria secundária de reserva ou um kit de recarga portátil.

Acessórios

Nesse ponto a Motorola acertou. Pois além de vir com um carregador com porta USB (o que me permite usá-lo para carregar iPod e câmera digital), também enviou um carregador veicular. Os outros itens já são comuns aos smartphones: fones de ouvido de 2,5 mm (decepcionante, devo dizer), microSDHC de 8GB com adaptador SD e cabo USB.

Aviso | As opiniões do autor do texto não refletem necessariamente as do Tecnoblog.