Início » Negócios » Epic Games está apoiando o projeto que “ameaça destruir o iPhone”

Epic Games está apoiando o projeto que “ameaça destruir o iPhone”

Há um projeto de lei sendo discutido no Senado da Dakota do Norte, e ele pode custar bilhões de dólares à Apple e ao Google

Ana Marques Por

Na última semana, falamos sobre um novo projeto de lei que está sendo discutido nos Estados Unidos e tem o objetivo de restringir a exclusividade em lojas de aplicativos como a App Store e a Google Play Store. Agora, informações recentes reveladas pelo The New York Times indicam que a Epic Games – que atua ativamente contra as práticas da Apple nos últimos meses – está apoiando a causa.

App Store no iPhone (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

App Store no iPhone (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

A iniciativa pode custar bilhões de dólares aos cofres da Apple e do Google, e estaria sendo promovida por lobistas trabalhando para a Epic e para a Coalition for App Fairness (o grupo formado por empresas como Spotify, Deezer e a própria Epic Games para questionar a dona da App Store).

Segundo o NYTimes, uma das influenciadoras seria Lacee Bjork Anderson, que afirmou estar sendo paga pela Epic e pelas empresas ligadas à coalizão. Ainda assim, Anderson comentou que o projeto pode não ter votos suficientes para passar no Senado.

O que acontece se o projeto de lei for aprovado?

Se aprovada, a lei poderia impedir que as plataformas punissem desenvolvedores que optassem por usar lojas de apps alternativas ou outro sistema de pagamento em seus aplicativos.

Para a Apple, o projeto “ameaça destruir o iPhone como você o conhece”, além de trazer diversas complicações em relação à privacidade e segurança de dados, bem como ao desempenho de seus smartphones.

Isso tudo acontece após um semestre turbulento, cheio de embates judiciais entre a Apple e a Epic, e não é exatamente uma surpresa o envolvimento da empresa dona de Fortnite neste caso. No entanto, é importante ressaltar que também há interesse de autoridades do governo no projeto, já que a lei poderia facilitar processos antitruste movidos pelo estado.

Ainda que seja aplicado somente às empresas da Dakota do Norte, o projeto poderia representar um “golpe significativo” para as políticas da Apple, de acordo com o empresário dinamarquês Heinemeier Hansson. Ele afirma que a ação pode encorajar outros estados a seguirem a mesma linha, iniciando uma espécie de “efeito dominó” contra a gigante de Cupertino.

Com informações: The New York Times e Engadget

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
12 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Bruno (@Unknown)

Li o titulo achando que era algum sistema operacional ou telefone novo pra gerar concorrência mas não, estão fazendo uma das coisas mais nojentas que uma empresa pode fazer que é correr para pedir ajuda ao estado quando não consegue algo.

Essa Epic é um desgosto.

Anderson Antonio Santos Costa (@Anderson_Antonio_San)

A Epic Games tem sido totalmente anti-consumidor com os exclusivos na Epic Games Store, uma prática anticompetitiva e monopolista.
A Empresa só está contra o monopólio da Apple com a App Store para fazer apps de iOS exclusivos na Epic Games Store.

Carlos Pacheco (@carlospachecool)

Epic Games Launcher e Store, a maior vergonha do mundo PC Gamer. Loja que não tem carrinho de compras, não tem fórum de discussão, não tem anúncios do desenvolvedor, não tem avaliação por escrito, não tem avaliação por época, não tem mercado da comunidade… E essa porcaria de jogos exclusivos. Será que a Epic Games abriria mãos dos jogos exclusivos para que eu pudesse usar um serviço de verdade? Acho que nem a Origin é tão ruim quanto eles… Se depender de mim, esse serviço nunca verá a cor do meu dinheiro.

Gabriel Antonio Carneiro (@gabri14el)

Por um lado isso é muito bom. O Android já permite a instalação de lojas alternativas e de pacotes como você queira… o iphone também deveria permitir isso.

Naldis (@zepolenta)

Bem pontuado, mas, aos olhares dos fanboys, isso ia tirar a “qualidade” da loja de apps.

Breno (@bbcbreno)

N q eu seja a favor do q a Epic tá fazendo. Mas me surpreende o iOS ser tão fechado até hj! Nenhum outro sistema possui uma única loja exclusiva.

Se Windows ou Android tivesse algo do tipo, já teria processos e processos em cima disso. O q me leva a crer que a Apple mexe seus pauzinhos no governo pra ter evitado esse tipo de discussão no governo.

Rafael César Neves (@rneves)

Quanto exagero… A gente sabe que a AppStore não traz tanta segurança assim. A Apple não quer abrir mão porque assim os lucros em cima de apps ficam pra eles.

Eu sei que a Epic também não é a melhor empresa. Mas toda essa ação da Epic deve ser por conta de tanta restrição e burocracia na AppStore. Eles já tentaram colocar seus jogos lá e tiveram muitos problemas.

Leandro Silva (@LeandroDalMoro)

Nossa! Tenho que fazer alguma coisa! Espera! Não uso iPhone nem nada dessa empresa🙂

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

O projeto também prevê a quebra da exclusividade da forma de pagamentos para assinaturas e compras no app, isso afetaria a Google porque atualmente a Play Store exige que transações feitas em apps de jogos sejam pagas exclusivamente pelo Google Payments…