Início » Jogos » Chefe do Google Stadia elogiou estúdio de jogos exclusivos pouco antes de fechá-lo

Chefe do Google Stadia elogiou estúdio de jogos exclusivos pouco antes de fechá-lo

Phill Harrison chegou a elogiar equipe do Google Stadia, antes de decidir pelo encerramento do estúdio, dias depois

Felipe VinhaPor

O encerramento de estúdios de desenvolvimento do Google Stadia e mudança de planos correram a mídia pelas últimas semanas, mas parece que este não era o caso apenas alguns dias antes da decisão. De acordo com o Kotaku, Phil Harrison, diretor e vice-presidente do Stadia, chegou a elogiar suas equipes e prometer boas novidades em um e-mail corporativo.

Phil harrison chegou a elogiar equipe do Stadia antes de fechar estúdio (Imagem: Reprodução)

Phil harrison chegou a elogiar equipe do Stadia antes de fechar estúdio (Imagem: Reprodução)

Segundo um informante disse ao Kotaku, Harrison teria enviado um e-mail a toda a equipe no dia 27 de janeiro com os elogios. A decisão de encerrar estúdios, e consequentemente demitir ou transferir pessoas, foi comunicada em 1 de fevereiro.

No comunicado, Harrison dizia:

“O Stadia Games and Entertainment fez um grande progresso em criar uma equipe diversa e talentosa, estabelecendo uma linha forte de jogos exclusivos do Stadia. Confirmaremos o investimento no estúdio em breve, o que fará com que informemos a estratégia do estúdio para 2021”.

Ainda de acordo com o Kotaku, o Google não comentou a respeito do e-mail vazado ou sobre qualquer outra novidade envolvendo o Stadia.

Vale lembrar que, além de cerca de 150 desenvolvedores diretamente afetados, o Stadia também demitiu Jade Raymond, veterana da indústria e cabeça das operações do estúdio, no início de fevereiro.

Stadia continua

O Google Stadia continuará funcionando como funciona hoje. Uma assinatura mensal de US$ 10 fornece acesso a vários jogos via streaming, de um computador, celular ou qualquer outro tipo de aparelho compatível. Porém, a ideia agora é oferecer a tecnologia do Google para streaming de jogos a outras empresas, publicadoras ou desenvolvedoras.

O Stadia foi lançado em 2019 e previa ser uma enorme inovação no mercado de jogos, com games que rodavam em nuvem, dispensando consoles. O serviço conta ainda com um controle oficial, vendido à parte, que funciona em qualquer aparelho compatível.

Com informações: Kotaku.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eita (@mandatario)

Primeiro elogia, depois faca nas costas kkkk

Dark (@Darkalliance)

Xii, já vejo o Stadia Morrendo daqui a uns anos, nesse momento já deve está na UTI e respirando por aparelhos.

Google é uma empresa imprevisível, que se cansa rápido das coisas e lima elas rapidamente.

Para os negócios a curto prazo isso é ótimo, pois deixa os investidores felizes em estancar uma possível sangria de dinheiro… Já a médio e principalmente longo prazo tem se mostrado uma péssima estratégia. Criou-se no imaginário popular que os produtos novos do Google não vinga, logo todo mundo fica com o receio de migrar e/ou investir numa nova plataforma que não se sabe se vai ser descontinuada assim do nada.

Por isso aplicações como o Allo entre outros já nasceram mortos, afinal quem vai trocar plataformas solidas e consolidadas com o Whatsapp, Telegram, etc. Por uma aplicação que não se sabe se vai pra frente?

Quando a Microsoft realmente mudar o foco para o xCloud, a Nividia difundir ainda mais o GeforceNOW e talvez a Amazon investir mais no seu Luna, talvez o tornando mas atrativo vinculando ele a Assinatura Prime. O Stadia vai ter seu fim decretado.